7 dicas para deixar as finanças do seu negócio em ordem

Manter uma boa saúde financeira é essencial para qualquer empresa prosperar no mercado. 

Mas pode acontecer de, vez ou outra, as coisas saírem do controle e o saldo bancário ficar no vermelho. 

Por isso, vamos te dar 7 dicas de ouro sobre como manter as finanças do seu negócio sempre em ordem.

 

1 – Registre todas as movimentações financeiras

 

Para deixar o seu negócio sempre com uma excelente saúde financeira, você deve ser uma pessoa organizada. 

Sendo assim, faça o registro de todas as movimentações financeiras do dia. Os registros podem ser feitos em uma planilha ou você pode usar um moderno aplicativo de finanças. 

Todas as despesas diárias, bem como as eventuais entradas de capital, devem ser cuidadosamente registradas. 

Somente dessa forma é possível manter um bom controle do dinheiro do seu negócio, já que se pode ter uma visão clara de toda a movimentação. 

O que não vale é deixar as finanças se tornarem uma verdadeira bagunça, pois o preço a se pagar pode ser altíssimo. 

 

2 – Verifique diariamente o seu fluxo de caixa

 

Tem muito empreendedor por aí que não tem a mínima ideia de como andam as finanças da sua empresa. 

Muitas vezes, elas podem estar no vermelho e levar o negócio à falência. 

Por isso, é necessário verificar diariamente o seu fluxo de caixa. Ou seja, é preciso estar atento quanto ao capital do seu negócio. 

Dessa forma, fique sempre de olho no saldo bancário, em todos os gastos diários, bem como nas entradas de capital. 

É preciso saber se a sua empresa está gastando mais do que recebendo. 

Manter um fluxo de caixa positivo é o mais recomendado para um crescimento saudável. 

Fazer um curso de hipnose pode ser útil para manter as finanças sempre em dia.

 

3 – Faça o planejamento e gerenciamento do estoque

 

Para manter a saúde financeira do seu negócio em dia, o empreendedor também precisa fazer um bom gerenciamento do estoque de mercadorias.

É preciso saber a quantidade exata de cada produto, bem como se alguma mercadoria está em falta. 

Não existe nada mais desagradável do que um cliente comprar um produto que não consta em seu estoque, certo?

Além disso, você deve manter um bom planejamento do seu estoque. O empreendedor só deve comprar mercadorias que estejam quase acabando ou que se esgotaram repentinamente. 

Gastos sem necessidade podem causar um rombo nas contas de qualquer empresa. 

Por isso, planeje o seu estoque e mantenha as finanças delas sempre em dia. 

 

4 – Pense a longo e a curto prazo

 

Outro erro bastante comum de muitos empreendedores é não pensar a longo e curto prazo, no que diz respeito às finanças do negócio. 

Muitas vezes, é preciso fazer determinados investimentos no presente para que os lucros apareçam no futuro. 

Quando pensamos a longo prazo, costumamos ser mais precavidos em relação a tudo aquilo que faz menção ao dinheiro. 

Mas também é preciso pensar a curto prazo. Muitas vezes, podem aparecer gastos inesperados ou contratempos financeiros. 

Por isso, é recomendado que o empresário sempre tenha um capital de giro ou uma boa reserva financeira.

Afinal, no mundo dos negócios, tudo é muito incerto. Pense a longo e a curto prazo e deixe a saúde financeira da sua empresa sempre em dia. Conheça os tipos de stakeholders.

 

5 – Seja realista quanto ao seu capital disponível

 

Todo empreendedor precisa ser bastante realista em relação ao capital disponível da sua empresa. 

Não adianta ficar “sonhando alto” demais, pois as chances de você errar em relação às suas finanças podem ser enormes. 

Tenha em mente o valor total do dinheiro disponível e trabalhe em cima dele. 

Na hora de estipular as metas para o seu negócio, não deixe de sempre se basear no seu capital disponível. 

É ele quem vai ditar o que pode ou não ser feito. Vai investir em melhorias na sua empresa? 

Estipule um valor para fazer isso e não se esqueça das despesas fixas mensais, além dos gastos eventuais. 

 

6 – Separe as movimentações por categorias

 

Organização e uma boa saúde financeira sempre andaram de mãos dadas. 

Por isso, para manter as finanças do seu negócio sempre em dia, você deve separar todas as movimentações financeiras por categorias. 

Essa ação pode deixar a contabilidade bem mais organizada no dia a dia. 

Além disso, o empreendedor consegue ter uma visão mais clara das categorias que estão gerando mais despesas e pode direcionar os seus esforços para reduzi-las ao máximo. 

Qualquer tipo de transação financeira deve ser separada por categoria. Em casos de eventuais auditorias, a identificação de possíveis erros ou inconsistências pode ficar mais fácil. 

Fique por dentro da história de Izabel Cristina.

 

7 – Tenha um bom sistema de gestão financeira

 

Para deixar as finanças da sua empresa sempre saudáveis, o empresário deve contar com o auxílio de um bom sistema de gestão financeira. 

Existem diversas opções no mercado que podem atender todas as suas necessidades na gestão financeira do seu negócio. 

Contar com a ajuda da tecnologia pode deixar tudo mais fácil, simples e prático, no que tange às finanças. 

Com o uso de um moderno software ou aplicativo, é possível ter uma boa noção sobre as receitas e despesas mensais da sua empresa, bem como possíveis investimentos, gastos extras e transações bancárias, dentre outras funcionalidades. Vale muito a pena! 

Manter as finanças de uma empresa sempre em ordem é uma missão complexa e que exige a devida atenção do empreendedor. 

Agora é seguir as nossas dicas para não ficar com as contas no vermelho! 

 

Venha para o IBND

Os cursos  do IBND são ministrados por profissionais altamente capacitados e com larga experiência no mercado. Aqui, o nosso compromisso é a sua realização como ser humano.

 

O IBND oferece soluções personalizadas que podem contribuir para o seu sucesso profissional e pessoal. Em nossa instituição, cobramos um preço justo e priorizamos o seu aprendizado. Estamos te esperando!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *