Como seu negócio digital pode subir de nível com big data

Não é surpresa para ninguém que o desenvolvimento acelerado da computação, aliado a tecnologias e processos como Inteligência Artificial e automação, possibilita que os negócios floresçam com acesso a diferentes inovações, como as ferramentas de big data.

Continuar lendo Como seu negócio digital pode subir de nível com big data

Saiba como otimizar processos através do marketing digital

O marketing digital é uma ótima ferramenta para empreendedores e fabricantes que tem um objetivo em comum: comercialização de seus produtos.

Mesmo que o Marketing Digital possa trabalhar diferentes esferas, como lojas online até estabelecimentos físicos e tradicionais. Qualquer operação de conteúdo online envolvendo produtos, de certa forma, pode se encaixar no marketing digital. Mas para o profissional “comum”, o importante é: como isso pode me ajudar a melhorar minhas vendas?

Formas mais famosas de marketing digital

Já existem ações estabelecidas, portanto, uma biblioteca mais ampla, ou seja, formas mais explicadas e mais teóricas. Essas ações são comumente usadas por órgãos profissionais. E são amplamente utilizados justamente por apresentarem mais resultados.

As ações mais utilizadas no marketing digital são:

  • SEO;
  • E-mail Marketing;
  • Engajamento nas mídias sociais;
  • Clientes fiéis;
  • Remarketing.

SEO é um acrônimo para Search Engine Optimization, (em tradução livre, “otimização de mecanismos de busca”), essa técnica visa colocar a página de uma empresa entre os primeiros resultados do Google.

Por exemplo, quando alguém pesquisa “fornecedor de gradil no Google, esse site retorna uma lista de resultados. Ao usar táticas de SEO que produzem conteúdo, é mais provável que um site apareça entre os principais resultados e, como resultado, é mais provável que esse site seja visualizado por pessoas que pesquisam a palavra-chave.

E-mail marketing é uma abordagem mais direta entre vendedores e consumidores. Nesse caso, diferentemente do SEO, o profissional de marketing/produtor é quem toma a iniciativa. Esses e-mails enviarão e-mails para uma lista de consumidores que desejam vender seus produtos.

O e-mail marketing é utilizado principalmente por empresas que implementaram um processo de fidelização de clientes (um dos mais utilizados).

Para funcionar bem, o processo deve atingir perfeitamente o público-alvo. Por exemplo, uma empresa de paineis elétricos não pode enviar seus e-mails para ninguém. Nem todo mundo tem a necessidade de comprar esses produtos. Mas se os e-mails forem enviados, por exemplo, para eletricistas, os resultados são mais visíveis.

Mas para receber e-mails de clientes, o vendedor precisa fazer alguma coisa. É mais comum produzir conteúdo de qualidade sobre o assunto, tornando o e-mail marketing uma questão de interesse do cliente. No mesmo exemplo acima, uma empresa de painéis elétricos pode informar seus clientes sobre os melhores cabos elétricos do momento.

As interações sociais funcionam de maneira diferente, mas de maneira semelhante. A ideia central é a mesma: produzir conteúdo de qualidade que possa atrair clientes para o site da empresa. Nesse caso, a plataforma inclui redes sociais, como Facebook, Twitter e Instagram.

Neste caso, claro, algumas empresas têm um atendimento muito mais fácil do que outras. É muito mais fácil criar conteúdo de viagem envolvente do que conteúdo sobre o serviço de retifica de motores ou aluguel de petroleiros. A mídia social tende a favorecer tópicos mais suaves.

O remarketing é muito semelhante à retenção de clientes. Trata-se de tentar conquistar clientes que já compraram na loja. No e-commerce, é normal ter que se cadastrar na hora de comprar um produto. Após efetuar uma compra, é normal que os clientes continuem a receber e-mails da loja. É uma espécie de remarketing. E geralmente funciona bem em certas áreas.

Como fazer marketing digital

No entanto, implementar campanhas de marketing digital não é fácil. Por exemplo, SEO requer conhecimento profundo da estrutura do texto e conteúdo de qualidade. Seria difícil para um iniciante desenvolver uma campanha sozinho.

Contratar uma empresa especializada em marketing digital é algo que muitas vezes parece redundante, mas é eficaz. Investir em marketing digital hoje é essencial, um produtor ou comerciante que não investe ficará automaticamente atrás de um investidor.

Técnicas de SEO: Impulsione seu negócio

SEO (Search Engine Optimization, ou, em português, “otimização para mecanismos de busca”) é a combinação de fatores levados em consideração por buscadores como Google e Bing para organizar e categorizar conteúdo virtual quando as pessoas pesquisam um tópico específico.

Continuar lendo Técnicas de SEO: Impulsione seu negócio

Pesquisa de mercado: entenda o que é e qual sua importância na advocacia

O mercado está em constante desenvolvimento e atualização, ainda mais quando falamos sobre tecnologia, que é de fato um dos maiores avanços não só do mercado em si, como também do mundo que conhecemos. Continuar lendo Pesquisa de mercado: entenda o que é e qual sua importância na advocacia

10 Dicas Práticas para Fidelizar clientes para seu negócio

A fidelização de clientes é um dos principais objetivos de qualquer negócio. Afinal, é muito mais barato e rentável manter um cliente do que conquistar um novo. 

Continuar lendo 10 Dicas Práticas para Fidelizar clientes para seu negócio

Alta de juros impacta venda de imóveis novos

O mercado de imóveis tende a variar de acordo com a inflação que ocorre no país. Por isso, situações como a pandemia, a guerra da Rússia contra a Ucrânia e o aumento dos combustíveis e alimentos, têm direta relação com a compra e venda desses patrimônios.

Então, é fácil perceber um aumento significativo em relação ao último ano, em que a taxa Selic estava em sua mínima história de 2%, e proporcionava ótimas oportunidades de compra no setor. 

Infelizmente, neste ano a Selic atingiu máxima de 13,25%, subindo a patamares que não eram vistos desde o ano de 2017. Medida tomada pelo Banco Central para frear o consumo e tentar controlar a inflação dentro do país.

Em suma, todos esses acontecimentos afetam diretamente o ramo imobiliário, que tende a registrar altas de juros na venda de novos empreendimentos.  

Alta dos custos de construção

Assim como os demais setores no Brasil, a construção civil vem sofrendo com a alta de preços dos materiais e da mão de obra.  Desse modo, a elevação de preços em imóveis de menor valor pode ser rapidamente identificada pelo comprador.

Além disso, taxas de juros altas fazem com que as construtoras fiquem retraídas na hora de construir novos empreendimentos.

Entretanto, ainda que o mercado se mostre desfavorável, alguns estudiosos salientam que esta pode ser uma boa hora para comprar aqueles imóveis que estão “parados”.

Um deles é o Thiago Fernandes, que é especialista no mercado de imóveis e CEO da  Urbay (plataforma de busca de imóveis), e nos adverte sobre o lado positivo na alta de juros.

Segundo ele, “A verdade é que a compra de imóvel neste cenário ainda é uma boa opção, já que as taxas de crédito para imóveis são historicamente vantajosas em relação aos outros tipos de crédito.

Sem contar que há muitas unidades em estoque com condições facilitadas, refletidas pela taxa baixa da Selic do ano passado. Então, essa é a hora certa”.

Outra fonte renomada que concorda com as estimativas de Thiago Fernandes é a ABRAINC ( Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias). Para a associação, o fato de a taxa de financiamentos imobiliários estar ligada à poupança, demonstra que a mesma não irá subir na mesma proporção que a Selic.

Projeto de lei facilita a retomada de imóveis

O presidente Jair Bolsonaro tramita com um projeto de lei para que a impenhorabilidade de imóveis de família seja extinta.  Além de propiciar a ampliação no número de empréstimos relacionados a uma mesma garantia.

Mesmo tendo sido aprovado pela Câmara dos deputados, o projeto ainda aguarda a análise e aprovação do Senado Federal.

Atualmente, a Lei 8.009/1990 determina que nenhum imóvel de família que esteja devidamente quitado pode ser penhorado, exceto nos casos de: 

  • Pagamento de pensão alimentícia;
  • Pagamento de impostos referentes aos próprios imóveis;
  • Caso o bem tenha sido adquirido de forma ilícita.

O projeto de Jair Bolsonaro tem sido muito criticado pela oposição, mas o ministro Paulo Guedes (Ministério da Economia) garante que esta medida é eficiente para otimizar o mercado de créditos.

Novo projeto de lei do governo

De acordo com o novo projeto de lei, um empreendimento imobiliário poderá ser dado como garantia de empréstimo, o que irá diminuir consideravelmente a taxa de juros.  Entretanto, caso o mesmo não seja pago, poderá ir a leilão.

O mesmo vale para imóveis penhorados em nome de terceiros. Além disso, continuará impedida a penhora de imóveis familiares constituídos como único patrimônio de moradia dos mesmos. 

Então, caso o projeto de lei seja aprovado em todas as instâncias, imóveis de família poderão ser penhorados visando uma redução da taxa de juros nos empréstimos.

Desse modo, em caso do não pagamento da dívida, os bancos poderão levar os imóveis a leilão para quitar a dívida. 

O que fala nessa nova proposta?

As mudanças propostas pela nova lei são muito abrangentes. E, em suma, seu maior objetivo é instituir um novo marco das garantias.

Além disso, pretende criar um serviço de gestão de garantias, através de Instituições Gestoras que sejam regulamentadas pelo Conselho Monetário Nacional.

O projeto de lei, já aprovado pela Câmara dos Deputados, traz ainda alterações sobre alienação fiduciária e hipoteca, e concede o resgate antecipado de letras financeiras, que atualmente contam com prazo mínimo de 1 ano. 

Entretanto, essa ação estará disponível apenas nos casos em que o pagamento principal e da remuneração diga respeito ao pagador que tenha os vencimentos de seu crédito em dia. 

Outra mudança drástica do projeto é em relação a Caixa Econômica Federal. De tal forma que, a empresa perderá o monopólio nos penhores civis no país.

Por fim, o projeto de lei ainda abrange os profissionais da educação. Já que, ao ampliar as organizações financeiras nas quais o governo movimenta o Fundeb, o pagamento de salários e outros benefícios poderão ser promovidos de forma mais abundante.  

Em resumo, o CEO da Urbay corretora de imóveis, Thiago Fernandes (especialista no mercado de imóveis), defende que a nova lei irá facilitar a retomada de imóveis é uma forma de proteger os credores, mostrando-se de muita importância para a oferta de crédito.

Em suas palavras, “Esse é o caminho para impulsionar o mercado e facilitar o acesso aos empreendimentos imobiliários.

 

  

5 motivos para sua empresa criar um blog AGORA!

Nos dias de hoje, criar um blog é um ótimo meio para promover o crescimento e o destaque que a sua empresa precisa no mercado que está inserida. Ter uma página na rede é uma das estratégias de marketing digital mais utilizadas, e vamos te contar o porquê! Continuar lendo 5 motivos para sua empresa criar um blog AGORA!

Educação financeira, Lifelong Learning e empreendedorismo: como tudo isso se conecta?

Neste artigo, iremos explicar o que é educação financeira e sua importância, qual a relação disso com empreendedorismo e como esses dois temas se conectam com o conceito do Lifelong Learning. Boa leitura! 

Continuar lendo Educação financeira, Lifelong Learning e empreendedorismo: como tudo isso se conecta?

Call to action: o que é, como funciona e como criar um CTA relevante

Quando você acessa um site, blog, ou até mesmo o perfil de alguma pessoa nas redes sociais, faz isso porque se sente interessado pelo conteúdo daquela pessoa, porém, acima disso, você vai além pois é influenciado pelo próprio usuário. Continuar lendo Call to action: o que é, como funciona e como criar um CTA relevante