Escola

Escola de artes: entendendo o setor e suas atividades

Ensinar é uma tarefa bastante complexa e que envolvem uma série de processos que vão desde o entendimento de quem é o aluno, até o desenvolvimento de uma aula que visa valorizar o conhecimento prévio e trazer a ele uma nova forma de compreensão do mundo.

Neste sentido a escola de artes é uma das estratégias que vem surgindo para que elementos como a dança, o teatro, a música e outras manifestações artísticas venham a ser aprendidas e desenvolvidas, e quem sabe criando artistas que vão se tornar referência para o país e quiçá para o mundo.

Quando falamos de arte, estamos falando de uma técnica e habilidade, afinal, na etimologia da palavra, que vem do latim ars, o significado é exatamente este.

De lá para cá muito se pensou sobre o que é a arte e o papel central do homem nisto, e por conta disso na modernidade surgem tais empreendimentos para fazer a arte acontecer.

A arte, ou seja, a técnica ou a habilidade de expressar-se pode ser feita em muitas modalidades como:

Hoje com o mundo digital também falamos de arte digital, design de jogos e muitos outros tipos de expressão que integram também interação, muito mais do que uma expressão.

Neste artigo abordaremos sobre o que é uma escola D artes e os principais serviços que podem ser oferecidos.

O que é uma escola de artes?

Um empreendimento como uma escola de artes consiste em um serviço que tem como o intuito ensinar habilidades, conhecimentos, técnica e conceitos relacionados a setores da arte por meio de cursos diferenciados.

Como aula particular de piano e outros instrumentos musicais, cursos de canto e coral, cursos de artes plásticas, de dança e muitos outros, dependendo do corpo docente.

Os cursos oferecidos nesse tipo de empreendimento são tanto para homens, como para mulheres e de diferentes idades. Algumas escolas só atendem crianças, outras só adultos, e escolas que atendem ambos os públicos.

No meio de toda essa miríade de elementos que podem ter em uma escola de arte, quatro são os serviços principais, cursos de dança, música, teatro e artes plásticas.

Os cursos, sejam de aula de ballet masculino ou de música, são feitos de forma individual ou em grupo. Se for em grupo, recomenda-se que estes sejam pequenos para que o professor consiga desenvolver todos e criar uma boa dinâmica para o ensino da habilidade.

No tópico abaixo falaremos sobre a estrutura necessária para que uma escola de artes consiga ofertar todos os cursos necessários, de acordo com o plano de negócios devidamente elaborados.

A estrutura de uma escola de artes

Para contemplar a estrutura de uma escola de artes é necessário antes de tudo identificar quais serão os cursos que serão oferecidos.

Se uma escola oferece aulas de música, dança, canto e teatro, é necessário que se tenha instrumentos de corda, sopro e teclas (ou qualquer outro dependendo do tipo de instrumento), espaço para desenvolver o teatro, e salas de aula que atendem corretamente as demandas de cada modalidade.

Além disso, a escola de artes deve ter:

  • Área administrativa;
  • Atendimentos;
  • Banheiros;
  • Salas de espera.

O empreendedor também pode colocar dentro de sua escola de artes loja para vender produtos relacionados ao serviço, como acessórios para instrumentos, livros, camisetas, souvenires, e dependendo do tamanho da escola é possível até mesmo instalar uma pequena lanchonete.

E para que sua escola seja um sucesso é imprescindível falar sobre os funcionários e professores.

Na escola de artes esses profissionais são os responsáveis pelo sucesso da escola. Bons profissionais geram boas aulas, sejam aula de teatro, de música, ou de artes plásticas.

Além de bons professores é importante também investir em profissionais que consigam prestar um bom atendimento, esclarecendo sobre os contratos, que agendam as aulas.

Profissionais de serviços gerais para manter a estrutura limpa e também profissionais que fazem as manutenções de instrumentos relacionados as aulas e outros equipamentos, e claro, uma boa contabilidade.

Com tudo isso em mente é possível desenvolver um empreendimento saudável e que consiga fazer aquilo que faz de melhor, ensinar a arte de maneira qualitativa, segura e com uma boa metodologia, para que sejam a próxima geração de artistas da cidade, do estado e quem sabe, do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *