Como tratar e prevenir a má circulação nas pernas

O coração é o órgão responsável pela distribuição de sangue por todo o corpo, mas diversos fatores podem impedir que a circulação do sangue aconteça plenamente e contribuam para a má circulação, principalmente, nas pernas e pés.

A má circulação provoca uma série de outros problemas, desde pequenos incômodos como formigamentos, até problemas mais sérios nas articulações, por isso, é fundamental fazer com que o sangue flua livremente pelo corpo.

Pensando nisso, elaboramos esse texto para você entender não apenas o que é quais as causas da má circulação, mas para que você possa prevenir e tratar esse problema de maneira adequada e se livrar das consequências ruins trazidas por ele.

O que é a má circulação

A má circulação, ou doença arterial periférica, é um distúrbio na distribuição do sangue pelo corpo devido a dificuldade que ele apresenta em passar pelas veias e artérias.

Veias e artérias endurecidas atrapalham e podem impedir que o sangue alcance os membros inferiores – pernas e pés – e isso pode causar vários problemas e complicações, desde leves formigamentos, até lesões graves onde poderá ser necessária a amputação do membro.

Esse problema é muito comum em pessoas mais velhas e mulheres, mas isso não significa que ela não possa atingir pessoas de qualquer idade e sexo.

É importante ficar atento quando você perceber que seu corpo está apresentando sintomas da má circulação, pois quanto mais cedo tratar, melhor as chances de ela não evoluir para estágios mais graves. Esteja sempre alerta  e procure um médico caso perceba alguma alteração.

Por que a má circulação acontece?

Problemas circulatórios não afetam apenas pernas e pés, eles podem prejudicar órgãos como o fígado, os rins, o coração e o cérebro. Dito isso, é perceptível o quanto isso pode prejudicar o corpo de uma pessoa.

Mas você sabe por que a má circulação surge?

A má circulação acontece quando as artérias e veias sofrem os desgastes ocasionados pelo envelhecimento natural do corpo, ou por problemas primários como diabetes (um dos maiores causadores desse problema), e acúmulo de gordura, que podem piorar em casos de colesterol alto. 

As varizes também são grandes causadores desse problema, pois em vez de fazerem retornar o sangue ao coração, por estarem alargadas e dilatadas, o sangue se acumula e  não volta. Nas mulheres, o uso de anticoncepcional também é um fator de risco para o aparecimento da má circulação.

Outros fatores como má alimentação – ingestão de frituras, ultraprocessados e comidas muito gordurosas – o uso frequente de drogas como o cigarro, uma vida sedentária e o estresse contribuem para os danos nas artérias.

Quais os principais sintomas?

Um dos principais sintomas e o mais comum, que indicam que a má circulação existe, é a dor nas pernas, sentida principalmente na panturrilha e que piora quando a pessoa caminha, devido a má distribuição dos nutrientes que o sangue carrega e que deveria circular por todo o corpo.

Veja os sintomas mais comuns da má circulação sanguínea:

  • Dores nos pés e pernas;
  • Inchaço dos pés e tornozelos;
  • Sensação de formigamento e dormência nas pernas e pés;
  • Cor azulada nas regiões onde está acontecendo a má circulação;
  • Queda dos pelos das pernas;
  • Sensação de frio e cansaço;
  • Aparecimento de varizes;
  • Manchas avermelhadas nas pernas;

Quais os tratamentos?

Se você acha que está com problemas de circulação, o primeiro passo é procurar um profissional para confirmar suas suspeitas, a partir daí ele poderá acompanhá-lo e definir o tratamento adequado.

Caso a má circulação seja consequência de doenças como o diabetes ou a hipertensão, por exemplo, o médico poderá orientá-lo e receitar medicamentos que vão tratar a doença que está causando esse problema.

Manter as pernas elevadas quando estiver sentado ou deitado é uma medida simples, mas muito eficaz para ajudar o sangue a retornar com mais facilidade, além disso, evitar ficar muito tempo na mesma posição também é de grande ajuda, pois o movimento periódico do corpo, como levantar e andar um pouco pode estimular a circulação.

O uso de meias de compressão e práticas de massagem podem ser muito úteis para enfrentar os problemas com a má circulação, estimulando o sangue a fluir melhor.

Como prevenir a má circulação?

Uma das formas mais eficazes de prevenir a má circulação é o cuidado contínuo com a saúde e a adoção de hábitos e práticas diárias que evitam o aparecimento do problema.

Conheça algumas medidas para prevenir a má circulação do sangue.

  • Incorporar na rotina uma alimentação saudável, rica em frutas, verduras, leguminosas, grãos e sementes;
  • Beber bastante água;
  • Praticar exercícios e atividades físicas;
  • Evitar uso de calçados e roupas apertados, pois causam desconforto e prejudicam a circulação;
  • Caso você trabalhe muito tempo sentado ou na mesma posição, faça pequenas pausas, dê uma caminhada ou realize alongamentos para movimentar o corpo;
  • Vá ao médico periodicamente para ter certeza de que está tudo bem com você.

Depois de saber tudo isso, com certeza ficará mais fácil identificar, tratar e prevenir problemas de má circulação. A saúde e o bem estar devem ser prioridade, por isso, cuide-se!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *