E-commerce: como a velocidade da loja virtual afeta as vendas?

Não é novidade que o tempo de carregamento do site é um critério muito importante e que demanda monitoramento constante.

Mas você saberia dizer se existe uma relação direta entre a velocidade da loja virtual e os resultados de vendas?

Hoje, vamos abordar esse assunto e te explicar os diversos fatores que interferem na velocidade de carregamento da plataforma de e-commerce e como a baixa performance (loja lenta) pode impactar negativamente as vendas. 

O mercado de e-commerce está crescendo e sua loja?

O mercado brasileiro de e-commerce cresceu 12,1%, no 1º semestre de 2018, como apresentado pelo estudo Webshoppers, da Ebit. Nesse período, o faturamento foi de R$23,6 bi. Acredito que você já tenha lido sobre o crescimento do e-commerce, que se mantêm mesmo durante as crises.

Os dados são reais. O e-commerce, realmente, cresce ano após ano. Mas os resultados da sua loja virtual acompanham essa tendência do mercado?

Talvez suas vendas não apresentem crescimento de dois dígitos percentuais. Pior, talvez seu faturamento no e-commerce, esteja caindo nos últimos meses.

Ainda pior seria amargar resultados ruins e não conseguir identificar as causas do problema. Ficar com aquela pergunta martelando na cabeça: “Por que minha loja virtual não vende como planejado?”  

Se você já se fez essa pergunta pelo menos uma vez na vida, eu tenho uma ótima notícia. Entender como a velocidade da loja virtual afeta as vendas poderá lhe ajudar a virar o jogo. 

Vamos mostrar quais fatores você deve monitorar. Afinal, você também quer acompanhar o ritmo do mercado de e-commerce e crescer 12% ou mais a cada semestre.

Como medir a velocidade da loja virtual?

Todo lojista deseja que sua loja virtual tenha alta performance e venda muito. Mas como identificar com precisão se ela está lenta?

Se seu e-commerce demora mais que 3 segundos para carregar, você precisa ficar atento, pois o mesmo já apresenta algum nível de lentidão.

Estudo realizado pela Akamai indica que 40% dos visitantes abandonam o site caso a demora passe de 3 segundos. A lentidão irrita e provoca a distração dos visitantes, impactando negativamente nas vendas.

Você precisa medir e monitorar a velocidade da loja virtual constantemente, e para isso existem diversas ferramentas gratuitas disponíveis na internet. 

Agora, vamos te mostrar como realizar essa medição utilizando a ferramenta Pingdom

Acesse o site e informe o endereço (URL) do seu e-commerce. No campo “Test from” escolha “South America – Brazil – São Paulo” e clique no botão “START TEST”.

Verifique o item “Load time”, o mesmo deve ser inferior a 3 segundos, conforme já explicado.

Caso sua loja esteja lenta (principalmente acima de 5 segundos), a sugestão é utilizar a ferramenta do Google chamada Page Speed Insights, que fornece ótimas dicas sobre as causas do problema.

Fatores que interferem na velocidade da loja virtual

Agora que você conferiu como medir a velocidade da loja virtual, talvez esteja se perguntando como resolver esse problema.

Diversos fatores podem estar envolvidos e alguns exigem avaliação técnica aprofundada. Para identificar e ajustar esses fatores de maior complexidade o ideal é contratar uma consultoria especializada em e-commerce.

Porém, alguns problemas são simples e você mesmo pode identificar e solucionar. Vamos te mostrar os principais.

Tamanho das imagens

A qualidade das imagens é fundamental em um e-commerce, afinal, elas são essenciais na decisão de compra. Porém, imagens demoram mais tempo para carregar do que textos. 

No e-commerce, é comum páginas com grande quantidade de imagens. Logo, o tamanho dos arquivos e as próprias dimensões das imagens precisam ser otimizados para evitar lentidão.

Recursos desnecessários

Além das imagens, uma loja virtual pode utilizar outros recursos para atrair a atenção dos visitantes. Os principais são GIFs animados, banners com algum tipo de animação, vídeos, chats e outras funcionalidades. 

Em diversas situações, alguns desses recursos não são relevantes e apenas tornam o carregamento da página mais lento.  

Verifique os recursos aplicados e identifique quais podem ser descartados sem prejudicar a experiência de compra dos visitantes.

Qualidade da hospedagem

A hospedagem é responsável por armazenar e disponibilizar os dados e assegurar o acesso de todo o público ao endereço virtual. 

Mesmo resolvendo os dois itens anteriores, ao utilizar uma hospedagem de baixa qualidade, sua loja virtual continuará apresentando lentidão.

Uma decisão essencial para obter alta performance é contar com uma hospedagem especializada em e-commerce

Você precisa identificar suas reais necessidades para contratar o melhor plano para seu perfil. As opções e preços são muito variados, porém investir em hospedagem de qualidade gera  benefícios e evita muitos problemas. Mas lembre-se: nem sempre a mais cara é melhor. 

O impacto nas métricas do e-commerce

Já falamos que a lentidão da loja virtual prejudica as vendas. Agora vamos analisar como as principais métricas do e-commerce são afetadas por esse problema. Essa abordagem melhora o entendimento entre causa e efeito.    

A velocidade da loja virtual deve ser encarada como uma das principais métricas. Caso contrário, todo o investimento de tempo e trabalho, das equipes de e-commerce e marketing, em aumentar vendas e faturamento pode ser desperdiçado.

Taxa de conversão

Essa métrica é a mais sensível, pois como já dizemos, os consumidores desistem de comprar em sites lentos. Diversos estudos relacionam lentidão e queda na conversão. A própria Akamai mostra que para cada um segundo de atraso, a conversão diminui 21,8% em desktops. No mobile, um segundo de atraso reduz em 20,5%. Ou seja, quanto mais lenta a loja virtual, pior será sua taxa de conversão.

Tráfego Orgânico

O Google dá preferência para páginas mais rápidas. Então, para obter resultados significativos no SEO do seu e-commerce e chegar ao topo do Google, o primeiro passo é resolver os problemas de lentidão.

A internet é um lugar onde tempo realmente é dinheiro. De forma muito resumida, a receita do desastre provocado pela lentidão é a seguinte: 

  • Sua loja virtual é lenta;
  • Ela não aparece na primeira página do Google por esse e outros motivos ;
  • O tráfego orgânico é profundamente prejudicado;
  • Você recebe poucos visitantes e vende menos que o planejado.

Veja que os problemas se somam. Além de receber poucos visitantes, daqueles que chegam, muitos podem desistir pela lentidão (prejudicando a taxa de conversão – item anterior).  

Taxa de Rejeição (ou Bounce Rate)

Os consumidores são pouco pacientes, quando encontram uma loja virtual lenta, simplesmente navegam para o e-commerce do concorrente. A distância é de apenas poucos cliques. 

Quando o visitante sai da loja pela mesma página que entrou, a taxa de rejeição cresce. O estudo da Akamai mostrou que essa taxa tende a crescer a cada segundo de carregamento.

Monitorar a taxa de rejeição é obrigatório, pois ela pode indicar a ocorrência de diversos problemas, inclusive de lentidão das páginas. A média desta métrica para e-commerce é de 38%.

Chegamos ao fim!

Gostou? Esperamos que esse conteúdo seja útil na trajetória de sucesso da sua loja virtual.  

Monitore constantemente as métricas do seu e-commerce, sobretudo o tempo de carregamento. Isso pode evitar surpresas desagradáveis no fim do mês.

A velocidade da loja virtual é essencial para o sucesso de qualquer negócio digital. Infelizmente, esse não é o único problema. Outros erros fatais do e-commerce também pode prejudicar os resultados.

Por fim, vale destacar que não adianta apenas ter ótimos produtos, preços atrativos e investir pesado para atrair visitantes, se a loja virtual não estiver preparada para receber o fluxo de consumidores. Toda lentidão será castigada!

Quer receber outros conteúdos e sacadas transformadoras sobre e-commerce? Então, visite o blog da Bertholdo e assine a newsletter!

Post escrito por: Bertholdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *