Por que você precisa saber sobre os serviços que o seu banco oferece

O banco é um dos seus principais parceiros ao longo da vida. Por isso, você precisa saber sobre tudo o que a instituição financeira oferece e entender como ela pode te ajudar em diversos fatores.

Como a realização de saques e transferências, a contratação de empréstimos e financiamentos, o empreendedorismo e investimentos. 

Como você pode perceber, o banco pode lhe ajudar ou atrapalhar a sua vida. Por isso, é importante saber o que você está contratando, quais são os serviços disponíveis. Dessa maneira, você consegue entender qual é a melhor opção no mercado. Você deve entender, por exemplo, se é uma boa a portabilidade Bradesco previdência, caso você seja cliente do banco.

Fizemos este artigo, para que você entenda melhor como é importante saber todos os seus serviços que o banco te oferece. Existem tantos serviços essenciais gratuitos por lei, como serviços que podem ser contratados. 

Quais são os serviços bancários essenciais no Brasil? 

Por resolução do Banco Central (BC), alguns serviços bancários são considerados essenciais e devem ser oferecidos por qualquer banco, sem nenhum tipo de cobrança. Eles são totalmente gratuitos, então caso você seja cobrado, você pode questionar o banco e até entrar com uma representação no BC. 

Confira abaixo quais são os serviços bancários essenciais no país:

  • Cartão de débito 
  • Dez folhas de cheque
  • Compensação de cheque 
  • Quatro saques em guichê de caixa, inclusive terminal de autoatendimento
  • Duas transferências para contas do mesmo banco
  • Dois estratos físicos dos últimos 30 dias 
  • Consultas ilimitadas por mobile ou internet banking
  • Atendimento eletrônico. 

Como você pode perceber, em relação a cheque, realização de transferências e extratos há um limite de gratuidade. Após passar esse mínimo obrigatório, você deve tomar cuidado porque o banco pode lhe cobrar taxas pelos serviços. 

Nesse ponto é muito importante entender quais são as taxas cobradas pela instituição, já que não limite para a cobrança. Também é importante avaliar o seu perfil de cliente, assim você pode ter uma noção dos valores que você terá de pagar mensalmente ao banco com taxas ou a contratação de pacotes de serviços. 

Quais serviços podem ser cobrados pelos bancos? 

Bom, basicamente tudo o que não é serviço essencial pode ser cobrado. Com o surgimento das fintechs, que trouxeram consigo cartões e contas digitais, muitos bancos tradicionais passaram a liberar mais serviços gratuitos para os clientes, até mesmo isentá-los de todas as taxas como uma forma de competir com as startups do setor. 

Porém, mesmo assim é preciso analisar estes fatores. Mesmo com a isenção de tarifas, os bancos podem realizar outras cobranças, de acordo com o perfil do cliente. Você deve considerar, por exemplo, os juros cobrados por bancos em empréstimos, principalmente crédito pessoal e cheque especial. Também é importante entender quais são os juros aplicados por atrasos na fatura do cartão, contratação de financiamentos e taxas de corretagem para investimentos. 

Como funcionam as cobranças em diferentes tipos de contas bancárias? 

Existem diferentes tipos de contas bancárias no mercado. Abaixo, falaremos um pouco mais sobre a cobrança dos serviços em cada um dos tipos, confira:

Conta Corrente

A conta corrente contempla o pacote de serviços essenciais gratuitos. Os demais serviços são oferecidos pelos bancos em pacotes, assim o usuário contrata um número X de serviços que pode utilizar no mês, além dos essência e todo mês paga uma mensalidade ao banco pelos serviços. 

Conta Poupança 

A conta poupança funciona de maneira semelhante. O usuário tem serviços gratuitos como o direito a um cartão de débito para movimentar a conta e a realização de dois saques, duas transferências e dois extratos físicos por mês. A quantidade mínima gratuita pode variar de banco para banco. Para os demais serviços, também é cobrado uma mensalidade. 

Conta Digital 

As contas digitais, geralmente, são contas correntes administradas por meios digitais, sem necessidade de ir a agência, em que praticamente todos os serviços podem ser feitos pelo computador ou celular. A maior dos bancos e fintechs isentam os clientes de todas ou da maioria das taxas. É preciso checar quais são os serviços que são cobrados pelas instituições.

Como não ser pego de surpresa com as cobranças dos bancos? 

A educação financeira é a chave para manter suas finanças pessoais sob controle. Somente assim você vai conhecer o seu perfil de cliente e poderá escolher o melhor banco para você. E claro, também ficará por dentro de todos os seus serviços e seus possíveis custos. 

Um fator importante é levar em conta tudo o que você quer para o futuro. Você pode anotar todas as suas ambições financeiras no médio prazo, por exemplo, pelos próximos cinco anos. Afinal, daqui a um tempo você pode precisar de outros serviços e não precisará trocar de banco para utilizá-los. 

Se você estiver pensando em abrir uma empresa, por exemplo, o seu banco deve oferecer contas empresariais, já se a sua ideia é financiar um imóvel ou um carro, a melhor instituição financeira será a que oferece linhas de crédito com bom prazo de pagamentos e juros menores. Tudo depende do seu perfil e das suas necessidades. 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *