Inovações na era digital como aplicá-las e desenvolvê-las

O mundo corporativo passa por um momento de profundas transformações impulsionadas por um avanço tecnológico cada vez mais intenso. 

O surgimento de novas soluções tem ajudado empresas de todos os portes a se tornarem cada vez mais produtivas e competitivas. Por isso, a adoção de inovações na era digital pode ser considerado um fator essencial para o sucesso.

Atualmente, todos os aspectos de um negócio, das operações ao gerenciamento, são executados usando ferramentas digitais. 

Dentre outros impactos, isso muda a maneira de atender os clientes, melhorar a eficácia e impulsionar sua expansão no mercado global.

Mas, afinal, como desenvolver e aplicar as inovações na era digital para que sua empresa consiga ter sucesso no mercado? Continue a leitura para descobrir!

Desenvolvimento de uma cultura de inovação

Para que sua empresa consiga desenvolver e aplicar inovações na era digital, primeiramente, ela precisa construir uma cultura de inovação que promova a criatividade. Isso não significa que você deve redesenhar sua cultura organizacional.

A cultura de uma empresa determina os relacionamentos e ações de seus funcionários dentro da empresa e molda como ela é vista pelo público externo. 

Não que ela seja abertamente visível, mas se mostra indiretamente através de valores, normas, atitudes e paradigmas que os funcionários compartilham coletivamente.

A cultura da inovação, por outro lado, descreve uma forma específica de cultura corporativa que se destina principalmente a promover o desenvolvimento de inovações dentro da empresa.

Uma vez que processos de inovação, geralmente, são processos interdepartamentais, a cultura de inovação funciona como um tipo de cultura transversal, cujos padrões e valores são moldados e apoiados por todos os participantes do processo.

Ou seja, para que sua empresa consiga desenvolver e implementar inovações na era digital ela precisa tornar o seu ambiente propício a isso, o que significa:

  • Incentivar a inovação, desenvolvendo a capacidade de seus colaboradores;
  • Apostar em cursos, treinamentos, oficinas, workshops, etc.;
  • Motivar ideias inovadoras usando recompensas (bônus, concursos, elogios, etc.);
  • Ter vontade de inovar, conscientizando sobre a importância da inovação;
  • Criar um ambiente aberto a novas ideias e propício a mudanças;
  • Fomentar a inovação, com recursos capazes de implementar novas ferramentas.

Adoção de metodologias voltadas às inovações na era digital

Criar uma cultura voltada a inovação é essencial para motivar colaboradores a serem inovadores e aceitarem e adotarem as mudanças de forma rápida.

No entanto, é preciso determinar como o processo de inovação irá funcionar no seu ambiente empresarial, o que significa adotar uma metodologia voltada a essa finalidade.

Existem diversas abordagens que podem ser implementadas por sua empresa. Conheça a seguir as que têm apresentado melhores resultados no mercado.

Open innovation ou inovação aberta

Open innovation, na prática, significa compartilhar conhecimento e informações sobre problemas internos com o público externo em busca de soluções e sugestões. 

Isso pode ser considerado apenas no âmbito da sua empresa ou pode ser expandido para uma abordagem mais ampla.

Ou seja, você pode, por exemplo, compartilhar os problemas enfrentados pelo seu setor de desenvolvimento de produtos com todos os departamentos e convidar os colaboradores a apresentarem ideias, sugestões e soluções.

Ou ainda, você pode compartilhar isso com o público externo, convidando parceiros, clientes, fornecedores ou outros grupos da comunidade externa a desenvolver alternativas para superar seus desafios.

De forma resumida, em vez da confidencialidade e da mentalidade de silo da pesquisa e desenvolvimento tradicional dos negócios, a inovação aberta convida um grupo maior de pessoas a participarem da solução de problemas e desenvolvimento de soluções.

Nesse sentido, open innovation deve ser considerada como uma via de mão dupla. Ao convidar outras pessoas a participar da geração de ideias para solucionar problemas ou desenvolver produtos e serviços, as empresas também podem compartilhar informações e conhecimentos.

Finalmente, a inovação aberta oferece às empresas uma maneira de acessar conhecimento e experiência além de seus recursos internos. 

Sem falar que, ao convidar uma ampla gama de pontos de vista, torna-se mais fácil encontrar soluções efetivas para problemas difíceis de serem resolvidos.

Design Thinking

Design Thinking tem uma abordagem centrada no ser humano (usuário). Com isso, incentiva-se que as organizações se concentrem nas pessoas para quem estão criando, o que leva a melhores produtos, serviços e processos internos. 

Em muitas empresas, as decisões sobre as inovações a serem adotadas ficam a cargo dos gestores, em conjunto com a equipe de TI. 

No entanto, é fundamental que haja participação daqueles que serão mais fortemente impactados com essas mudanças. 

Ao focar no usuário final, você será capaz de entender suas reais necessidades e, assim, fornecer soluções realmente impactantes e que atendam às suas necessidades.

Metodologia Global de Gestão da Inovação

O ponto positivo dessa metodologia é que ela pode ser aplicada a praticamente qualquer cenário, não importa se você deseja mudanças incrementais ou disruptivas.

Sua abordagem em cinco etapas permite que os profissionais identifiquem e definam seus objetivos, conduzam pesquisas, alinhem sua estratégia às suas capacidades, desenvolvam conceitos e defendam ideias particularmente inspiradoras.

Nessa metodologia, geralmente é constituída uma equipe que fica responsável por receber e analisar os benefícios e a viabilidade de cada inovação sugerida.

Análise do Retorno do Investimento (ROI)

Para que sua empresa seja bem-sucedida ao adotar ou desenvolver na era digital, é preciso analisar o ROI que elas serão capazes de gerar para empresa.

Esse indicador também é útil para quando você está diante de duas soluções diferentes para um problema.

Nessa análise, você deve levantar todos os gastos necessários para adotar ou desenvolver uma inovação e também todos os retornos que ela trará, seja por meio de economia de custos ou aumento de receitas, quando não os dois.

Obviamente, também devem ser levados em conta fatores qualitativos. Mesmo assim, calcular o ROI é extremamente necessário para definir se realmente vale a pena investir em determinada inovação.

Escolha das inovações certas para a sua empresa

Inovar é preciso. Mas, com um vasto número de opções de ferramentas e soluções, como saber qual a ideal para a sua empresa?

Primeiramente, você deve desenvolver um planejamento, onde conste objetivos, metas e procedimentos.

Não se trata simplesmente de adotar ou desenvolver soluções tecnológicas, é preciso ter em mente o real motivo de inovar.

Aumentar a produtividade, reduzir custos, diferenciar-se da concorrência. Esses são alguns bons motivos para inovar na era digital.

Definido o porquê inovar, é hora de buscar saber o como. Nessa etapa, é importante buscar um grande número de alternativas e efetuar análises profundas para determinar qual apresenta mais benefícios, dentro de um universo financeiramente viável.

Finalmente, antes de buscar inovações na era digital, é preciso criar um ambiente favorável para que isso ocorra. Inovar implica em mudança e mudança, quando não é corretamente planejada, gera resistência.

Daí a importância de se criar uma cultura da inovação, que mantenha seus colaboradores engajados em aceitar e também em promover mudanças. 

Principalmente, eles devem ter a consciência de que inovar não é um processo com início, meio e fim. Trata-se antes de mais nada, de um ciclo. Na era digital, a inovação é uma constante.

Agora você já sabe como preparar sua empresa para adotar e desenvolver inovações na era digital. Aproveite e conheça também as metodologias para você inovar no seu marketing e, assim, atrair mais clientes.

Conteúdo produzido pelo parceiro Cake ERP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *