Empreendedorismo em tempos de Covid-19

O novo coronavírus chegou e desde então o mundo todo se viu de mãos atadas para poder progredir economicamente.

Os que tinham emprego estiveram na berlinda de perderem suas fontes de renda e os que não tinham algo fixo, tiveram de se reinventar.

A Covid-19 causou um estrago em pequenos, médios e grandes negócios por todo o mundo.

O empreendedorismo independente foi uma alternativa para quem estava vendo a doença se instalar e fixar moradia no país.

 

Empreender gastronômico

Muita gente viu a necessidade de arregaçar as mangas e inovar.

As panelas de casa e a própria cozinha se tornaram o novo escritório para muitos destes empreendedores.

E as redes sociais individuais viraram vitrine para divulgarem o seu novo método de trabalho.

Quem sabia receitas mirabolantes de pão caseiro com fermentação natural e diferentes tipos de grãos pode anunciar a venda e ainda lançar a afetividade.

Estes viraram os queridinhos das pessoas que, de uma maneira despretensiosa, compraram para ajudar e depois se tornaram clientes. 

Quem quis ir além inovou trazendo novidades gastronômicas como as marmitas, tortas congeladas e até opções fit.

A pandemia da Covid-19 tornou perceptível a mudança do empreender e fez as pessoas darem a volta por cima para manter a renda.

As boleiras e doceiras da família também saíram do clã familiar para poder vender os quitutes aos amigos, conhecidos e novos clientes.

Mesmo com a pandemia, os aniversários ficaram mais restritos, porém, os bolos e doces ainda protagonizaram as comemorações. 

A gastronomia sempre foi e é uma fonte direta de renda.

Em tempos de isolamento social, por exemplo, muita gente sentiu a necessidade de ajudar o colega, vizinho e até parente mais próximo que estava se reinventando, vendendo o que mais sabiam fazer de bom e apetitoso.

Esse gesto de solidariedade é típico do ser humano que, num momento atípico como este da pandemia, se viu na necessidade de amparar o próximo. 

 

Mercado da internet

Assim como algumas pessoas tiveram de se adaptar e se reinventar fazendo comidinhas para vender, outro fator que foi extremamente forte nesse processo de empreendedorismo em tempos de pandemia foi a tecnologia.

Esta, sem dúvidas, foi a maior aliada dos empreendedores independentes. A rede social esteve aliada à venda dos produtos e virou, como dissemos acima, a vitrine do negócio.

O mercado da internet foi extremamente positivo em meio ao caos da pandemia do novo coronavírus.

É impossível imaginar um mundo sem a era digital. Os acessos a internet bateram recorde no Brasil.

Com as pessoas em casa na quarentena da Covid-19, a internet se tornou o meio mais forte de comunicação e de trabalho e quase todo mundo que acessa a internet está presente nas redes sociais.

Por isso ela se tornou um dos melhores lugares para fazer campanhas de marketing do seu empreendimento.

Pensando nisso, separamos algumas dicas indispensáveis para você saber antes de lançar seu produto feito em casa nas redes:

1.Faça um planejamento do que vai publicar: é ideal que seu negócio esteja bem localizado nas redes digitais.

Se ele é um produto como uma marimita fit, por exemplo, é ideal ter postagens diárias sobre.

 

2.Invista nas fotos boas: produzir um conteúdo fotográfico rico dá para fazer em casa usando o próprio celular.

Invista em uma produção caseira e deixe seu produto apresentável.

 

3.Esteja preparado para as devolutivas nas redes: todo mundo que está numa rede social sente-se próximo ao seu produto.

Se ele te segue é porque está a fim de consumir o que você vende.

Portanto, seja paciente e atencioso a quem te procura.

 

4.Qualidade do produto: o capricho está ligado à continuidade da sua venda e, consequentemente, na qualidade do seu produto.

Um produto bem feito, bem preparado será procurado mais vezes.

Portanto, se você quer empreender, se dedique a apresentação do que você quer vender para poder ter mais pessoas consumindo o que você faz. 

 

Com essas dicas vai ficar ainda mais fácil empreender e divulgar seu produto para seus contatos.

Para mais informações, procure o Sebrae para poder saber como ter um empreendimento rentável e de sucesso.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *