Como saber se meu cão está com vermes?

Ter um cachorro em casa requer alguns cuidados básicos para manter a saúde do bichinho: dar banhos com regularidade, oferecer uma alimentação equilibrada, sair para passear, manter o acompanhamento veterinário e estimular a atividade física com brincadeiras e brinquedos são alguns deles.

Muitas vezes, mudanças nos hábitos e comportamentos do seu cachorro podem levantar suspeitas sobre possíveis problemas de saúde. Se ele costumava ser ativo e agora passa a maior parte do tempo deitado, apresenta redução no apetite e interage menos com os donos ou outros animais de estimação, é possível que haja algum problema de saúde com o bichinho.

Se você tem suspeitas de que o seu cachorro está com alguma doença, saiba quais são os sintomas de verminoses e infecções e quais as melhores formas de tratar. A aplicação de vermífugos, antipulgas e carrapatos é uma delas.

Mudança de hábitos

A verminose é um problema de saúde frequente entre os cães e pode ocorrer mesmo naqueles que forem vermifugados corretamente, pois há o risco de reinfecção.

O primeiro sinal de que seu bichinho pode estar com verme é a mudança de hábitos. Alguns exemplos de alterações comuns são comer as próprias fezes ou as fezes de outros animais e o desejo de frequentar locais com um grande fluxo de animais, como canis e parques.

Os cachorros que sofrem de verminose também podem apresentar a barriga estufada e um olhar cabisbaixo e triste.

Diarreia

Um dos primeiros sinais de que o canino pode estar com vermes é a ocorrência de diarreia ou fezes muito moles e pastosas. Isso ocorre pois a presença desses micro-organismos provoca disfunções intestinais.

Se a diarreia for acompanhada pela perda de apetite, é indicado dar imediatamente soro caseiro para evitar que o animal sofra desidratação. Se a eliminação das fezes ocorrer de forma contínua e em intervalos menores do que 24 horas, é recomendado buscar um médico veterinário para investigar e tratar de forma adequada.

Alteração dos pelos

O aspecto da pelagem dos pets mamíferos, como cachorros e gatos, é um bom indicador sobre como está a saúde do animal. Isso também é verdade quando o assunto é verminose.

Um cachorro que sofre com a infestação de vermes costuma apresentar pelos ressecados e opacos. A queda excessiva de pelos também é comum. Neste caso, é importante ter cuidado na hora de dar banho, porque movimentos bruscos ou a escovação dos pelos podem intensificar a queda.

Perda de peso

Cachorros que sofrem de verminose também costumam perder peso rapidamente. Esse processo é explicado por fatores como perda de apetite e a ocorrência de vômitos.

Em alguns casos, o verme pode ser observado no vômito, mas isso não ocorre em todos os casos. Vômitos frequentes resultam em outros sintomas, como fraqueza, desidratação e indisposição. Se os vômitos durarem muito tempo e você notar a presença de sangue em algum deles, é preciso procurar um veterinário imediatamente.

O que fazer? 

Se existem suspeitas de que seu cachorro pode estar com vermes, é recomendado procurar um(a) veterinário(a) o quanto antes para verificar se existem outros problemas de saúde associados à verminose.

É preciso manter os vermífugos do seu cão em dia para reduzir as possibilidades desses problemas. A aplicação do medicamento é uma prática que deve ser indicada e acompanhada por veterinários. Para filhotes, é recomendado dar vermífugos a cada 40 dias.

Além de medicação, é preciso redobrar os cuidados com as fezes e manter o espaço do pet sempre limpo com produtos que não prejudiquem a saúde dele. A ração fornecida para o cão também é importante, pois uma nutrição adequada garante que ele receba os nutrientes de que precisa para restabelecer a saúde.

Texto: Gear Seo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *