7 dicas para se ter um site otimizado para SEO

Está começando a criar um site, mas ainda não está totalmente familiarizado com as técnicas de SEO? Separamos neste post algumas dicas para te ajudar a ter um site 100% otimizado para os motores de busca!

Hoje, grande parte das estratégias de marketing digital das empresas são voltadas para os resultados orgânicos, que partem da premissa dos usuários da internet chegarem até a empresa através de uma pesquisa ou do compartilhamento de conteúdo.

Essa é basicamente a ideia principal do Inbound Marketing, que foca os esforços da divulgação das empresas nos meios digitais e gera resultados duradouros a longo prazo.

Grande parte dos resultados e acessos ao seu site dependerão da otimização. Se bem feita, seu site não encontrará dificuldades em se posicionar entre os primeiros resultados das buscas.

Se você quer figurar entre os primeiros resultados do Google, anote as dicas abaixo!

Não sabe o que é SEO?

Caso você não saiba exatamente o que é SEO e qual o motivo de todos falarem esse termo, tudo bem, nós explicaremos.

A otimização de sites SEO é um conjunto de técnicas que torna a experiência do usuário mais rica e ajuda as empresas a entenderem e a responderem quais são as dúvidas que os usuários possuem a respeito de determinados temas.

A otimização SEO preza por uma boa experiência tanto na navegação, quanto no conteúdo. Então, um site que seja fácil de se navegar e que tenha um conteúdo completo e atualizado, ranqueará com muito mais facilidade nos motores de busca.

Dificilmente um site que é pobre na otimização SEO irá figurar entre os primeiros resultados do Google.

As técnicas SEO valem tanto para a construção do site, quanto para o desenvolvimento dos conteúdos, com a utilização correta das palavras-chave.

Abaixo, veja 7 boas práticas que você pode ter ao trabalhar com SEO.

Dicas para fazer a otimização SEO

Lembrando que, quanto mais completos forem os cuidados com a otimização de sites, mais rápidos os resultados começarão a aparecer e seu site será melhor ranqueado.

1 – Preste atenção na formatação dos títulos

Existem dois fatores que são cruciais na hora do ranqueamento: o meta título e a meta descrição dos seus conteúdos.

São eles que aparecerão para os usuários nos motores de busca e é a partir deles que os leitores poderão identificar qual é o conteúdo das suas páginas antes mesmo de acessá-las.

O meta título não pode ter mais do que 60 caracteres. Já a meta descrição, 160 caracteres.

2 – Preencha os campos de texto alternativo das imagens utilizadas

As imagens também são um dos fatores de ranqueamento das páginas e os buscadores levam elas em consideração.

Além de oferecer uma melhor experiência para quem utiliza leitores de tela, o texto alternativo das imagens facilita para que os visitantes encontrem o seu site em buscas de imagens, por exemplo.

3 – Trabalhe com linkagens

Os links são facilitadores de navegação para o público, mas não só isso. Eles fazem com que os buscadores entendam que aquele site fala de um assunto específico.

A regra vale tanto para os links internos quanto para os links que vem de outros sites e apontam para o seu – esse tipo de linkagem ajuda a aumentar a autoridade do seu site, que é um dos fatores de maior peso na hora de decidir a posição no ranqueamento.

4 – Construa um site que seja responsivo

A experiência que o usuário terá no seu site é, de longe, um dos fatores decisivos para um bom ranqueamento.

Os usuários de dispositivos móveis (celulares e tablets) precisam conseguir navegar no seu site com a mesma facilidade de quem utiliza desktop

Cuide para que a programação não quebre nos aparelhos móveis e para que o tempo de carregamento das páginas seja o menor possível.

5 – Faça a melhoria dos conteúdos que já estão no site

Possui um site que é antigo ou que já possui uma quantidade boa de conteúdos? Não tem problema! Você pode atualizar os conteúdos e fazer a otimização para os padrões de SEO. 

Os buscadores adoram conteúdos que estão em constante atualização. Então, nada de apagar posts antigos ou páginas antigas sem necessidade!

6 – Crie páginas de conversão dentro de campanhas

O SEO é uma estratégia orgânica, mas isso não significa que ele não pode se beneficiar de campanhas de anúncios.

Se você oferecer materiais para download ou trabalhar com anúncios, coloque links para o seu novo site otimizado. Isso aumentará o tráfego e ajudará a sua página a ser encontrada com mais facilidade no Google.

7 – Uma auditoria de SEO pode te ajudar

A otimização SEO é um trabalho contínuo e demanda bastante tempo. Às vezes, é complicado até mesmo saber por onde começar ou o que precisa ser feito.

Para esses casos, você pode contar com ferramentas gratuitas na internet que escaneiam o seu site e apontam quais são os pontos de atenção que precisam ser corrigidos para que a sua página esteja de fato otimizada.

Caso você queira um trabalho mais direcionado ainda ou não tenha tempo de trabalhar na otimização do seu site, vale a pena o investimento em uma agência de SEO ou, quem sabe, até mesmo a contratação de um profissional para cuidar desta parte na sua empresa.

Esperamos que as dicas deste post possam te ajudar a construir um site melhor ou a atualizar o que você já possui, tornando a experiência dos seus leitores muito mais agradável e facilitando o ranqueamento nas primeiras páginas dos motores de busca!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe da agência de marketing digital Tupiniquim, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *