Site ou E-commerce: Qual plataforma é a melhor para o seu negócio?

Site ou e-commerce? Essa é a dúvida de quem está começando na área e quer obter melhores resultados desde o início. 

Os negócios de e-commerce estão crescendo a uma velocidade de nós. Todos os anos, cresce 23%, onde 96% dos americanos afirmam ter feito pelo menos uma única compra online em suas vidas.

60% dos produtos vendidos online são itens de roupas, sapatos e acessórios. E os três fatores mais determinantes da compra são preço, custo de transporte e velocidade.

O comércio eletrônico, e-commerce ou negócios online definitivamente foi uma bênção disfarçada para os clientes.

Diferença entre site e e-commerce

Há muitas coisas que os clientes não percebem sobre os projetos de e-commerce antes de se prepararem para eles. 

Fatores técnicos como hospedagem, configuração SSL, arquitetura do site e fotografia são apenas alguns exemplos.

Hospedagem compartilhada não serve para projetos de comércio eletrônico. O WooCommerce e outras plataformas de comércio eletrônico são aplicativos da Web completos e requerem recursos de servidor adequados para funcionar corretamente. Poupar na hospedagem é uma má ideia para um site de comércio eletrônico.

Gateways Payent e certificados SSL são mais duas coisas essenciais para um site de comércio eletrônico. 

Cody e John recomendam que todos os sites tenham SSL, especialmente agora que o Chrome está exibindo avisos “Não seguros” para sites não HTTPS. 

Os gateways de pagamento devem ser pensados ​​e planejados com antecedência. Permitir tempo extra para configurar os gateways de pagamento e realizar transações de teste é uma etapa extra que não está presente em sites de marketing regulares.

Se a intenção é criar site, é importante ter em mente que esse recurso traz o nome da empresa, informações, canais para dúvidas, e em alguns casos possibilita que o cliente visualize os produtos disponíveis. 

Já o e-commerce funciona de maneira que o usuário pode comprar o produto diretamente na loja virtual.

E os sites de e-commerce?

Para lojas de comércio eletrônico iniciantes, a recomendação é que você inicie no Shopify para avaliar o interesse em seu produto. Se houver interesse do consumidor, você poderá mudar para uma loja WooCommerce personalizada. 

É preciso ter cautela ao criar lojas personalizadas do WooCommerce para proprietários de lojas iniciantes, pois o custo pode ser alto comparado ao ROI. 

Consideram-se as receitas recebidas como um indicador de se o WooCommerce é uma boa solução.

O ideal é ter uma postura ainda melhor. Entrevistar o proprietário da empresa para ver qual é a experiência deles na administração de uma empresa online. 

Se a loja é nova em folha, mas o proprietário da empresa tem experiência com e-commerce, ele não acha que investir em um projeto da web em grande escala é um risco. 

Se for o proprietário da empresa pela primeira vez e a loja recém-lançada, é preciso avaliar a situação com um profissional de web design. 

Mas é importante ressaltar, que para definir qual a melhor solução para o seu negócio, você precisa avaliar aspectos exclusivos da sua empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *