Saiba quem é Milton Maluhy Filho, novo CEO do Itaú

Conheça o perfil de Milton Maluhy, novo nome à frente do maior banco privado do país e quais são os seus planos para a empresa.

Em outubro de 2020 Milton Maluhy Filho foi escolhido para ocupar o cargo de presidente do banco Itaú no lugar de Candido Bracher, já com 62 anos – idade limite para a presidência. Milton já atuava na empresa como vice-presidente de finanças e passou à cadeira de CEO oficialmente no dia 2 de fevereiro de 2021.

Para a maioria da população, estar de olho nesse tipo de notícia parece bobagem, mas para aqueles que prestam atenção, pode ser um ótimo indicativo do que fazer com suas finanças. 

Entender quais mudanças ocorrem nos bancos pode ser decisivo para você escolher fazer portabilidade previdência Itaú ao invés de ficar onde está, por exemplo, garantindo uma maior renda para a sua aplicação. 

Sendo assim, se você tem interesse no bem-estar do seu dinheiro, vale a pena acompanhar com uma certa frequência as principais alterações e novidades ocorridas nos bastidores das instituições financeiras onde você possui investimentos. 

Pensando nisso, fizemos esse artigo para você conhecer melhor o novo nome da presidência do Itaú Unibanco, o maior banco privado do Brasil. Siga conosco e saiba tudo sobre o Milton Maluhy Filho.

Mudança de nome

Em 29 de outubro foi anunciado pelo Itaú Unibanco a nomeação de Milton Maluhy Filho para a presidência da instituição. O mesmo já assumiu o cargo desde o dia 2 de fevereiro e passou os últimos três meses trabalhando em um período de transição junto ao antigo CEO, Candido Bracher. 

Com 44 anos, Milton Maluhy era o candidato mais novo ao cargo de CEO do Itaú Unibanco e superou nomes como Márcio Schettini, Caio Ibrahim David e André Sapoznik, todos líderes dos setores de atacado, varejo e tecnologia, respectivamente. Após meses de um processo seletivo rigoroso, o novo ocupante da presidência foi anunciado e mudanças já foram implementadas.

Carreira no Itaú Unibanco

Milton Maluhy é formado em administração de empresas pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) e ocupava o posto de vice-presidente do Itaú Unibanco desde 2019, mas iniciou sua carreira na empresa em 2002 e é sócio do banco desde 2011. 

Durante sua passagem pela instituição passou por muitas funções diferentes, incluindo as de: diretor executivo de produtos, CEO do Itaú Corpbanca Chile, diretor executivo da rede e de cartões, mesas e operações do atacado, diretor comercial e vice-presidente da área de riscos e finanças. 

Além disso, dentro do período de dois anos entre 2016 a 2018, Maluhy ocupou a posição de diretor-presidente do Itaú CorpBanca no Chile, onde também foi responsável pela fusão de dois bancos: Banco Itaú Chile e CorpBanca. 

Em comunicado oficial após a divulgação do nome de Milton Maluhy para a presidência, o banco declarou: “Em todas posições, sempre se destacou pela determinação na busca de resultados, pelo foco no interesse do cliente, pela capacidade de criar equipes produtivas e harmoniosas e pela grande identificação com a cultura da companhia, o que o levou à posição de sócio do banco em 2011, aos 35 anos”. 

Expectativas de Maluhy 

Em sua primeira entrevista coletiva desde que assumiu de maneira integral o cargo de CEO do Itaú Unibanco, Milton Maluhy elogiou o trabalho de seu antecessor: “É um prazer enorme falar pela primeira vez como CEO ao lado do Candido, que conduziu o banco com muita sabedoria e maestria”. 

Após receber palavras de incentivo e elogios de Bracher, foi o momento de Maluhy falar mais sobre suas expectativas para o trabalho. 

Comentou sobre diversos temas e questões centrais para a instituição, além de expor sua visão sobre planos para a operação do banco relacionados a outros assuntos, como o cenário macroeconômico do Brasil e as eleições no Congresso, por exemplo. 

Confira a seguir alguns pontos de modificações e atenção citados pelo novo CEO. 

Maior eficiência 

Maluhy bateu na tecla de trabalhar uma agenda de eficiência de custos e de receitas diversas vezes ao longo da entrevista. Comentou os ótimos resultados obtidos em 2020, destacando a queda nominal de 3% nas despesas da instituição. 

Além disso, destacou que é necessário ocorrer uma mudança de cultura para uma de maior austeridade, focando somente no que é relevante. Dessa forma, aposta nos resultados da redução de quadro ocorrida no ano passado e na automação de boa parte dos processos, otimizando grande parte dos custos. 

Segundo o novo CEO, o foco é mostrar maior eficiência no custo de gestão do Itaú, além de abrir mais espaço para investimentos. Para Maluhy é através da mudança cultural que é possível aprofundar mais a agenda focada em uma maior eficiência. 

Comitê executivo

O comitê executivo teve a sua estrutura modificada, dobrando o número de integrantes de seis para doze pessoas, das quais dez são novos membros na instituição. O propósito dessa mudança é alcançar maior velocidade e também autonomia na ponta, além de entender as principais necessidades de cada área e, claro, dos clientes. 

Transformação digital

Diante dos crescentes desafios que a era digital traz a todos os setores, Milton Maluhy reconhece que é necessário colocar em prática uma agenda de transformação digital. Para ele é essencial que haja não só uma mudança cultural, mas também do modelo de trabalho e das maneiras de desenvolver produtos e negócios. 

O foco do novo CEO é provocar uma mudança intensa dentro da instituição. Para ele, já houve um grande avanço desde o ano passado com algumas áreas de negócio trabalhando de maneira integrada, a partir de uma metodologia agilizada. 

Dessa forma, é possível perceber que o novo nome da presidência do Itaú Unibanco tem em mente diversas modificações para transformar a instituição de dentro para fora. 

Com uma visão mais nova, a expectativa é que Milton Maluhy traga maior dinamismo, eficiência, redução de custos e digitalização das operações de todo o banco.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *