Saiba qual é o seu perfil de investidor

Já ouviu falar sobre perfil de investidor? Resumidamente, ele consiste nas características de uma pessoa que deseja aplicar seu dinheiro com base nos riscos que está disposta a assumir. 

Pensando em te ajudar a entender mais sobre o assunto, separamos algumas informações importantes sobre o tema. Saiba mais!

Os três tipos de investidores

No momento de pesquisar sobre piso industrial para o setor fabril, é comum que várias opções sejam encontradas, como o epóxi, o vinílico, o concreto polido, o emborrachado, etc. 

 

Definitivamente, o perfil investidor não é um revestimento, mas também pode seguir versões distintas. Atualmente, ele costuma ser dividido em três tipos: o conservador, o moderado e o arrojado. 

 

Explicando brevemente cada um dos modelos, o primeiro refere-se ao perfil de investidor que costuma optar por investimentos de nenhum ou baixo risco, ou seja, aqueles em que dificilmente irá ocorrer perda de dinheiro. 

 

Já o perfil moderado diz respeito a uma pessoa que não tem medo de correr um determinado risco, desde que não comprometa a sua segurança. 

 

Na maioria das vezes, esse tipo de investidor tem um conhecimento mais amplo do mercado, sendo capaz de identificar situações que podem ser favoráveis ou desfavoráveis. 

 

Por outro lado, o perfil de investidor arrojado, ou agressivo, como também é chamado, é aquele que está disposto a correr altos riscos, podendo inclusive perder parte de seu patrimônio para ganhar mais. 

 

Considerando as características do investimento, ele costuma ser feito por quem possui mais dinheiro. 

Renda fixa ou renda variável: qual escolher? 

Agora que você já entendeu as características básicas de cada perfil de investidor, é momento de entender um pouco mais sobre os investimentos. 

 

Para isso, pense no dono de uma conceituada empresa que vende equipamentos para máquinas industriais, como um motor Weg 2cv

 

Sem dúvidas, ele apresenta características aplicáveis para os três modelos, o que faz com que ele tenha dinheiro para optar tanto pelos investimentos de renda fixa quanto nos variáveis. 

 

No primeiro caso, existe uma regra de rentabilidade, ou seja, uma porcentagem exata ou aproximada do que será ganho. 

 

Enquanto isso, o segundo é aquele cujo rendimento é imprevisível, visto que depende de fatores diversos. Normalmente, o perfil conservador escolhe o de renda fixa, o moderado investe nos dois e o arrojado opta pelas variáveis, mas isso não é uma regra. 

Os perfis podem mudar? 

Pense em um balcão refrigerado pequeno que passou por um serviço de manutenção corretiva, precisando realizar a troca do motor, que estava danificado. 

 

Se em um determinado momento nas semanas seguintes ele apresentar uma nova falha, o motivo pode não ter nenhuma relação com o conserto anterior. 

 

Ao entender isso, você terá um norte maior para compreender que um perfil de investidor não é e nunca foi algo fixo. 

 

Assim, não é porque atualmente você é um investidor conservador que você sempre será um, pois do mesmo jeito que o problema do balcão pode ter mudado, você também pode. 

 

É importante citar que o conhecimento do mercado financeiro é fundamental para que você possa evoluir com relação ao investimento pretendido. 

 

Isso porque não adianta querer chegar a um perfil moderado ou arrojado sem entender os riscos e saber como contorná-los. Um bom jeito de entender isso é pensando no ditado: “o seguro morreu de velho”. 

 

Gostou do nosso post sobre qual é o seu perfil de investidor? Então não deixe de compartilhar com seus colegas e deixar o seu comentário!

Esse‌ ‌artigo‌ ‌foi‌ ‌escrito‌ ‌por‌ ‌Larissa Rhouse,‌ ‌Criadora‌ ‌de‌ ‌Conteúdo‌ ‌do‌ ‌‌Soluções‌ ‌Industriais‌.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *