Quais são os tipos de investimentos para iniciantes?

Para você que está entrando no mundo do  mercado financeiro e aprendendo a investir o seu dinheiro, vamos trazer os melhores tipos de investimentos para iniciantes.

Além disso, iremos trazer dicas para que o seu processo em busca de melhores resultados seja satisfatório e que consiga alcançar seus objetivos e a independência financeira.

Continue a leitura!

Por que investir?

Começar o quanto antes a se preocupar com suas finanças e investir faz com que você tenha:

  • maior segurança
  • estabilidade financeira

Para eventuais necessidades de emergência e para alcançar seus objetivos.

Por isso, é importante que reserve uma porcentagem de seus rendimentos mensais e comece a investir.

Principais investimentos para iniciantes

Já que está iniciando seus investimentos, uma boa alternativa para começar é a renda fixa. Esta opção de investimento é mais segura e com menos risco.

A renda fixa é um título de dívida que pode ser emitido por bancos e instituições financeiras,

O CDB (certificado de depósito bancário) para captação de recursos, como também pode ser encontrado pelo Tesouro Direto.

No Tesouro Direto você empresta dinheiro ao governo e o mesmo lhe fornece título de crédito e no vencimento você recebe o valor investido com o acréscimo de juros.

O ponto positivo de investir na renda fixa é que você já consegue saber quanto vai receber na data do vencimento do investimento.

Além disso, são aplicações simples e que não exigem muitas análises financeiras, ao contrário de quem deseja investir em ações na Bolsa de Valores.

Dentre os principais investimentos de renda fixa tem-se:

  • Tesouro Direto
  • CDB (crédito de depósito bancário)
  • LCI  (letra de crédito imobiliária)
  • LCA (letra de crédito do agronegócio)
  • Debêntures 
  • CRA (certificados de recebíveis do agronegócio)
  • CRI (certificado de recebíveis imobiliários)
  • Fundos de investimentos em renda fixa 

Reserva de Emergência

Para investir é fundamental que você comece pela formação de sua reserva de emergência.

A reserva de emergência serve para eventualidades e perdas durante seus investimentos e aplicações de riscos.

Sugere-se que o valor da reserva supra suas necessidades e despesas mensais durante o período de seis meses.

Uma das opções para aplicar o montante é o Tesouro Direto, já que você consegue resgatar em qualquer momento de necessidade e não há perdas consideráveis, uma vez que é uma opção de baixo risco.

Como montar sua carteira de investimentos?

Para montar sua carteira de investimentos existe um aspecto fundamental a se ter em mente, a diversificação de produtos.

A fim de obter melhores resultados e rendimentos em meio a constantes modificações e oscilações do mercado financeiro e econômico, sugere-se que o investidor aplique em diferentes fundos e ativos.

A diversificação da carteira de investimentos, permite um fluxo de caixa, na qual você poderá reinvestir em novos ativos com o rendimento das aplicações como também utilizar o dinheiro para pagamentos e outros gastos necessários.

Caso você tenha dúvidas de como diversificar sua carteira, quais são as melhores opções de aplicações, procure um assessor que irá auxiliar e mostrar os produtos disponíveis de acordo com seu capital e seus objetivos.

Acompanhe seus investimentos

Após montar sua carteira de investimentos é importante acompanhar constantemente a performance de suas aplicações.

Caso tenha investimentos em renda variável, ou seja (ações de empresas, multimercado e ETFs) é ainda mais recomendado o acompanhamento, tanto do desempenho dos ativos como das empresas e oscilações do mercado financeiro.

O que achou das nossas dicas sobre investimentos?

Para aprofundar mais sobre o mercado financeiro, saiba como funciona!

 

Texto desenvolvido pelo time do blog da Orientu! Lá você poderá encontrar diversos conteúdos sobre carreira, mercado de trabalho e orientação profissional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *