tokens

O que são tokens não fungíveis (NFT)?

Os tokens não fungíveis (NFT) se tornaram uma tendência nos últimos anos. Não se fala em outra coisa quando o assunto é tecnologia. 

De forma simples, podemos dizer que essa tecnologia se trata de um código que está geralmente ligado a algum tipo de moeda, como é o caso do Bitcoin. 

Esses códigos são os responsáveis por trazer a autenticidade para as moedas ou artes, comprovando que realmente se trata da versão original, tendo em vista que na rede podem surgir diversos tipos de fraudes e cópias.

Com o passar do tempo, o termo NFT tem se tornado cada vez mais popular, impactando grandes mercados financeiros, como o da música e o das artes visuais. 

Conforme afirmam alguns artistas, esses códigos são os principais responsáveis por garantir a exclusividade e autoria das obras criadas por ele, bem como fazer a sua monitorização e comercializar junto ao público. 

Já os investidores acreditam que os tokens não fungíveis (NFT) são ativos digitais capazes de ganhar grande valor com o passar do tempo. 

Então, se você busca saber o que é NFT, a seguir, faremos um pouco mais sobre os tokens e o seu funcionamento. Logo, se você quer ficar por dentro dessa e de outras informações valiosas, continue a leitura do texto abaixo e tire todas as suas dúvidas.

O que são NFTs?

Como já mencionamos brevemente no tópico anterior, o token é uma ferramenta capaz de oferecer autenticidade e segurança a um determinado produto digital. 

Trata-se de uma chave eletrônica, responsável por gerar uma senha temporária para que a pessoa faça alguma coisa, como é o caso de movimentações financeiras, oferecendo muito mais segurança e outros dispositivos convencionais.

Em uma tradução simples, a palavra token refere-se a um registro de determinada arte digital. Quanto à expressão não fungíveis, refere-se ao fato de que esses itens são em substituíveis iônicos, portanto, no mundo digital, não é possível encontrar nenhuma outra opção igual a esta que foi adquirida. 

Dessa forma, para fazermos uma comparação, é possível afirmar que os tokens não fungíveis (NFT) são uma espécie de selo criptográfico, usados para comprovar a autenticidade e a unicidade de um determinado bem que esteja presente em um ambiente virtual. 

Algumas pessoas afirmam que o token, na verdade, é um contrato que garante que em determinado item é original e a pessoa detentora é o seu proprietário.

Como comprar NFT?

Para comprar um NFT, o processo é muito simples. Portanto, os interessados ​​devem estar cadastrados na plataforma que comercializa tais produtos. 

Além disso, precisa haver recursos suficientes para comprar o NFT que ele deseja. É importante observar que esta compra é feita apenas com criptomoedas, então primeiro você precisa comprar essas criptomoedas antes de obter o NFT. 

Isso porque o mercado utiliza bitcoin, ethereum, dogecoin e várias outras moedas digitais para a comercialização de produtos como os tokens não fungíveis (NFT).

Existem várias plataformas que vendem NFTs, como a OpenSea, que usa o Ethereum para transações financeiras. Ao abrir a plataforma, os usuários poderão explorar todos os produtos e ativos digitais à venda. 

Ele pode comprar arte, música e muitas outras opções. Cabe ressaltar que cada uma dessas opções é exclusiva do usuário que a adquiriu. Assim, ninguém mais pode ter a mesma coleção que você. 

Devido ao grande crescimento da comercialização desses itens, muitas pessoas estão realizando a compra de NFTs para vendê-los posteriormente, criando uma espécie de mercado paralelo.

Como posso criar um NFT?

Fique sabendo que, caso você queira, poderá criar o seu próprio NFT, seja ele uma música, imagem, GIF, entre várias outras opções. 

Esse mercado tem crescido cada vez mais, tendo em vista que muitos artistas estão criando a suas artes e vendendo na internet. Logo, não é incomum encontrar milionários que acabam adquirindo essas artes por um preço muito elevado, chegando a casa dos milhões de dólares.

Sendo assim, se você quiser criar a sua arte, saiba que o processo é um pouco simples e não demanda um conhecimento elevado acerca dessa indústria.

Antes de tudo, o primeiro passo para criar a sua marca no mundo digital é escolher o seu blockchain, responsável pela emissão do NFT criado. Uma das opções mais utilizadas nos dias atuais como token não fungível é o ethereum. 

Porém, se você quiser, poderá utilizar outras opções que estão sendo disponibilizadas, como é o caso:

  • Flow; 
  • Binance;
  • Solana;
  • WAX;
  • Cosmos;
  • Tezos;
  • Polkadot;
  • EOS;
  • Entre outros.

Em seguida, você pode utilizar as plataformas responsáveis pela criação e comercialização desses itens. Uma das opções mais utilizadas pelos usuários para comercializar as suas artes e ao mesmo tempo criar novos projetos é a OpenSea. 

Ela cobra uma taxa de 2,5% de comissão para cada compra realizada da sua parte. Ela também oferece uma excelente plataforma para que você crie o seu projeto e conecte uma carteira de criptomoeda.

O que pode vir a se tornar uma NFT?

Diversos tipos de itens podem se tornar um NFT. Alguns exemplos que podem ser utilizados são vídeos, posts nas redes sociais, domínio de site, fotos de esportes, memes, itens de jogos, músicas, imagens, quadros digitais e físicos, entre várias outras opções. 

Isso porque quase não existem limitações para a criação de itens comercializados no mercado de NFT.

Somente para ilustrar o mercado, em 2021, o dono da rede social Twitter acabou vendendo o seu primeiro post por mais de 2 milhões de dólares. 

Já numa das maiores ligas de basquete do mundo, a NBA, foram movimentados mais de 200 milhões de dólares em um único final de semana nas negociações realizadas na NFT. 

Qual é o NFT mais valioso?

De acordo com um dos maiores sites responsáveis por rastrear informações acerca do mercado de criptomoedas, o DappRadar, Somente no ano de 2021, o mercado movimentou mais de 3 bilhões de dólares. 

Ainda de acordo com site, uma das obras mais caras já comercializadas neste mercado foi a obra intitulada Everyday ‘s: The first 5000 day. 

Trata-se de um compilado que possui mais de 5000 imagens virtuais, feita pelo artista americano Mike Winkelmann. De acordo com informações, a obra foi vendida por aproximadamente 70 milhões de dólares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *