O que são nutricosméticos?

O mercado dos cosméticos é um dos que mais registraram crescimento nos últimos anos. O faturamento do setor no Brasil atingiu R$ 29,6 bilhões de dólares em 2019, de acordo com dados da empresa de pesquisa Euromonitor.

A partir do intenso desenvolvimento tecnológico proporcionado pela ciência, hoje o mercado de cosméticos conta com uma diversidade incrível de novos ingredientes e rotinas de cuidado.

Um exemplo disso são os nutricosméticos, utilizados para melhorar o estado e o aspecto de algumas partes do seu corpo. A vitamina para cabelo é um exemplo desse tipo de cosmético.

O que são

Nutricosméticos são  produtos consumidos por via oral, tendo a sua formulação e comercialização voltada para melhorar o aspecto de algumas partes do corpo. Eles atuam especialmente como suplementos para cabelo, pele e unhas, além de estimular o metabolismo da gordura corporal.

O termo “nutricosmético” se refere ao conceito desses produtos de nutrir o seu organismo com substâncias naturais (como determinadas proteínas, minerais e vitaminas) e, assim, fortalecer a saúde e aprimorar a beleza do corpo. Esses produtos podem ser consumidos em cápsulas ou na forma de alimentos como sopas, sucos ou barras.

Entre seus principais benefícios estão a melhora da hidratação, o retardamento dos sinais de envelhecimento, oferecimento de aspecto bronzeado para a pele, intensificação da imunidade, melhora no brilho e na consistência da pele e redução de impactos provocados pela exposição solar.

Ingredientes

Os nutricosméticos possuem diversos ingredientes. Um deles são as vitaminas A e do complexo B, que promovem a regeneração da pele e dos folículos pilosos. Alguns precursores da vitamina A (como a luteína, o licopeno e o beta-caroteno) intensificam a imunidade da pele e a protegem de efeitos danosos provocados pela exposição excessiva ao sol.

A vitamina E também está presente nos produtos, tendo como principais efeitos a redução da queda de cabelo e  o reforço à imunidade da pele. Já a vitamina C estimula a síntese do colágeno (proteína que dá maior sustentação e firmeza para a pele), além de combater os radicais livres (substâncias que prejudicam a saúde das células).

Outra vitamina bastante comum entre os nutricosméticos é a do tipo H (cujo nome é biotina), que fortalece e regenera cabelos e unhas enfraquecidas. Por fim, a vitamina B6 (piridoxina) tem um efeito contra a seborreia no couro cabeludo.

Algumas proteínas, como a queratina, também são uma boa matéria-prima para a produção de cosméticos nutritivos, ajudando a proteger o cabelo e as unhas contra lesões e frio extremo, por exemplo. Outra substância presente nesse tipo de produto é o colágeno, que aumenta a hidratação da pele e dá textura mais firme ao tecido.

Como comprar?

Não é necessário ter uma receita médica para comprar um nutricosmético. Contudo, é sempre recomendado verificar com um(a) médico(a) qual o tipo e a dosagem mais indicados para atender às suas necessidades.

Também é importante estar atento às recomendações de como consumir cada nutricosmético e quais são os melhores momentos do dia para fazê-lo. Pessoas mais sensíveis a algum dos ingredientes presentes nesses cosméticos não devem usá-los, sobretudo mulheres grávidas ou que estejam amamentando.

É importante ressaltar que o consumo desses produtos não substitui cuidados básicos com a saúde, como uma boa rotina de sono e uma alimentação equilibrada. Na verdade, esses cosméticos atuam complementando esses cuidados e fornecendo ao seu corpo os nutrientes que não foram oferecidos pela sua dieta, por exemplo.

Por fim, vale lembrar que esses produtos não possuem efeito imediato, sendo preciso aguardar alguns meses até que seus primeiros resultados apareçam.

Texto: Gear Seo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *