Hipoteca de imóveis, como funciona?

Quando você precisa de dinheiro rápido, por estar sofrendo com dívidas, por ter algum projeto em mente, ou por qualquer outra ação que necessite de dinheiro rápido, uma solução, caso você possua um imóvel quitado, é a hipoteca.

A hipoteca é uma forma de empréstimo financeiro a qual você oferece como garantia de pagamento a sua casa ou apartamento quitado.

Por ter uma garantia tão convincente, a modalidade de hipoteca de imóveis oferece opções de taxas e juros menores, além de outras vantagens em relação aos empréstimos tradicionais.

Na hipoteca, não é necessário que você saia do imóvel caso queira continuar morando nele, porém sua casa passa por um processo de financiamento, onde você paga parcelas em troca de crédito. Com isso, basta que você mantenha as parcelas em dia para continuar mantendo seu patrimônio em segurança.

Como funciona a hipoteca?

Como já foi citado, muitas pessoas procuram a opção de hipoteca de imóveis quando precisam pagar dívidas, começar um novo negócio, fazer uma reforma, entre outros motivos.

Para isso, é necessário procurar uma instituição financeira e se informar do processo de hipoteca de imóveis.

Vale ressaltar, que você deve decidir de forma voluntária conceder o seu imóvel como garantia de pagamento a instituição.

Ou seja, em caso de inadimplência o banco pode tomar posse da sua propriedade para quitar o pagamento do empréstimo feito, por isso essa atitude não pode ser influenciada pela instituição financeira.

Usar o seu imóvel quitado como garantia de pagamento fornece confiança muito maior ao banco do que o processo de financiamento convencional, onde a renda é comprovada através de contracheques, imposto de renda, etc.

Por essa razão, as taxas e juros aplicadas no financiamento são mais altas do que na hipoteca, ou seja, para quem precisa se organizar financeiramente e quer reduzir o valor das parcelas, a hipoteca surge como ótima opção.

A Hipoteca de um imóvel mais de uma vez é possível.

De acordo com o que está previsto no artigo 1.476 do Código Civil “O dono do imóvel hipotecado pode constituir outra hipoteca sobre ele, mediante novo título, em favor do mesmo ou de outro credor.” 

Podem ser constituídas várias hipotecas sobre o mesmo bem especificamente quando o valor do imóvel é superior ao valor da dívida, “tantas quanto comportar o valor do imóvel em face das obrigações que visa garantir”, estando constituída assim a pluralidade de hipotecas.

Portanto, como você pode perceber, é possível que pessoa faça a hipoteca do seu imóvel mais de uma vez. A primeira hipoteca é chamada de hipoteca de primeiro grau, já a segunda vez que o faz, é chamada de hipoteca de segundo grau.

É importante ressaltar, que no contrato da hipoteca de segundo grau, conste a de primeiro grau, caso contrário, a omissão desse fato, é considerada crime.

Isso ocorre, porque é importante que o banco saiba que você já realizou a hipoteca uma primeira vez, pois em caso de inadimplência, quem tem prioridade da posse do imóvel é o primeiro credor (banco).

Com quem posso fazer a hipoteca?

Caixa Econômica Federal, Bradesco e Banco do Brasil realizam essa modalidade de empréstimo e costumam ser as mais procuradas devido ao tempo que estão no mercado, porém, existem outras instituições financeiras que já realizam esse tipo de empréstimo. Fato importante, já que quanto mais aderirem a modalidade, mais concorrência e consequentemente menores taxas. 

Devido a concorrência, cada banco, estabelece taxas e juros específicos, portanto, o indicado é que você faça uma pesquisa e procure indicações entre amigos e consultores imobiliários para decidir qual o melhor para você. Logo, para realizar a melhor escolha, é importante que alguns passos sejam seguidos, que são:

  • Faça uma pesquisa entre os bancos: É importante que você verifique qual a confiabilidade da instituição perante seus clientes para ter certeza que fará uma boa escolha. Procure por reclamações, elogios, conheça o trabalho do banco mais a fundo.
  • Consulte taxas e juros: Conforme dito, cada banco possui taxas e juros diferentes que aplicam sobre as parcelas, é essencial fazer uma boa pesquisa entre eles para ver qual oferece melhores condições.
  • Faça uma simulação: A grande maioria das instituições financeiras têm a opção de realizar simulação para que você consiga verificar o valor das parcelas, juros aplicados sobre elas, etc. Realizar essa simulação é importante para que surpresas futuras não aconteçam e você não consiga arcar com o pagamento e acabe por perder a sua propriedade. 

Cancelar a hipoteca, é possível?

Sim, é possível cancelar a hipoteca de acordo com o que diz o Código Civil, desde que alguns requisitos sejam cumpridos, como: A dívida precisa ser quitada ou o banco credor precisa perdoar a dívida; ou o imóvel pode ser vendido e a instituição, vendedor e comprador farão o acerto da dívida.

Dentro disso, vale ressaltar que o proprietário do imóvel pode colocá-lo à venda em uma imobiliária, desde que informe que o imóvel está hipotecado, assim a pessoa que se interessar saberá que a dívida precisará ser quitada. 

Texto: MK Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *