O que é Experiência do Usuário (Ux)?

Com o avanço da tecnologia, muito se fala sobre a experiência do usuário ou User Experience (Ux) na interação com produtos e serviços no ambiente digital. 

No mundo de hoje, permeado por tecnologia, tornou-se fundamental que se transmita e desperte boas experiências para os clientes, deixando-os encantados com a sua marca e serviços oferecidos. Uma empresa que busca ter sucesso deve ter essa preocupação.

A Ux visa despertar experiências de uso agradáveis e funcionais, capazes de encantar, conquistar e fidelizar clientes e usuários.

A experiência do usuário (Ux) precisa ser uma prioridade dentro das empresas. Por causa do grande volume de informações disponíveis, os consumidores buscam cada vez mais uma forma simples e, ao mesmo tempo, diferenciada na hora de se relacionar com as marcas ou fazer compras.

A User Experience é o resultado de muito estudo, avaliação, definição de necessidade e prioridade de cada público alvo, para que possam projetar boas experiências de uso agradáveis e funcionais.

Como a experiência do usuário funciona na prática?

Quando as pessoas entram em um site, elas observam vários fatores que podem fazê-las realizar uma boa compra. Dentre eles estão a confiabilidade, as formas de pagamento, a descrição dos produtos, e a facilidade de adquirir o produto ou serviço pelo qual se interessaram. 

A análise feita através da User Experience (Ux) é exatamente sobre esta vivência do usuário no contato com sites, ou outras alternativas tecnológicas como aplicativos mobile

Para que todas as interações em um ambiente digital sejam satisfatórias, antes da construção do mesmo, as empresas precisam ter claras as necessidades e prioridades de seu público.

Como surgiu a Ux?

O método surgiu nos anos 90, através do trabalho de Donald Norman, um engenheiro elétrico. 

Na Apple, empresa em que trabalhava, Norman renomeou todos os cargos do setor, e tinha como prioridade absoluta facilitar a comunicação na interação de qualquer tipo de contato e serviço entre as pessoas.

Norman criou a Ux porque sentiu que a forma das pessoas utilizarem seus acessos aos sites era muito limitada. Por isso, pensou em incluir referências de design industrial, tanto a parte gráfica e a interface, como a interação física, em um só processo de projeto.

De forma geral, o foco do trabalho de Norman era facilitar a vida dos usuários, e por isso profissionais e marcas passaram a desenvolver trabalhos em interfaces intuitivas, sempre ajustando e dando prioridade a experiência de usabilidade e a navegação. Evidentemente, as mudanças tinham o objetivo de conquistar mais clientes.

Qual a importância da Experiência do Usuário UX?

Se uma empresa tem um cliente satisfeito já a partir da experiência dele em acessar seu site, isso significa que os princípios da Ux foram bem aplicados.

Assim, torna-se possível sempre entender e avaliar a jornada de usabilidade do visitante ou cliente. Isso é o que fará a diferença entre uma marca irrelevante e outra de sucesso.

É sempre importante aprimorar a experiência do cliente em um site para que o fluxo do consumo esteja otimizado. Desta forma, as chances de reter usuários no site é muito maior.

As boas experiências trazem às pessoas sentimentos de satisfação e de encantamento. Sendo assim, elas se sentem incentivadas a continuar até a realização da compra.

Independentemente do que você ofereça no site, no mobile, ou em qualquer dispositivo eletrônico, é importante fazer o usuário se sentir bem com a experiência em acessar qualquer tipo serviço ou produto. 

Com toda certeza, deixando sempre o cliente satisfeito de forma natural, ele irá voltar a comprar com você, e poderá indicar seu site para mais pessoas. Usuários satisfeitos costumam divulgar produtos e experiências positivas.

E, mesmo no meio tecnológico, nada melhor do que uma boa referência. Este é o fundamento da Ux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *