Como os estúdios de fotografia se tornaram um grande negócio para os profissionais da área

Montar um estúdio de fotografia é um grande sonho para alguns profissionais da área, já que muitos fotógrafos atuam atendendo clientes em suas casas ou trabalham como freelancer, aos finais de semana.

Um estúdio de fotografia é um estabelecimento comercial que presta um vasto leque de serviços. 

Dentre esses serviços estão fotografar gestantes, registrar partos, recém-nascidos, fazer acompanhamento de bebês, ou ainda, se dedicar a eventos corporativos, sociais ou infantis.

Normalmente, esse estúdio lida com uma gama de tarefas, entre elas: produção de fotografias para eventos e publicidade, fotografias para documentos, produção de álbum em estúdio, reprodução e recuperação de fotos antigas, ilustrações de livros técnicos, etc.

Devido a essa versatilidade, os estúdios ganharam enorme importância no mundo dos negócios. Como esses estúdios servem para executar várias tarefas, eles podem atender a vários tipos de clientes, o que lhes proporciona maior chance de crescimento.

Para entender como os estúdios de fotografia se tornaram grandes negócios, leia este texto e aprenda um pouco mais sobre este assunto. 

Definição do público-alvo

O empresário que pretende entrar no ramo fotográfico deve, antes de tudo, identificar o seu público-alvo e o segmento de negócios em que pretende operar. Ter esse conceito definido é fundamental para transformar um estúdio de fotografia em um grande negócio.

Assim como médicos têm suas especialidades, o fotógrafo também tem uma gama de nichos no qual pode atuar. Por exemplo, fotografar recém-nascidos ou fazer fotos de produtos para publicidade e propaganda.

Esta escolha será de grande importância na definição de outros componentes desse trabalho, que passam pela escolha do local de instalação do estúdio, pela seleção das máquinas, lentes e equipamento e, por fim, do capital e de toda a estrutura do local.

Agregar valor

Um dos segredos para o crescimento de qualquer negócio é agregar valor em seus serviços. Agregar valor significa oferecer produtos e serviços que complementam o produto principal. 

Dessa forma, o negócio poderá se diferenciar da concorrência e atrair o seu público-alvo. 

Além disso, não é suficiente apenas ter algo que os concorrentes não oferecem. É necessário que algo mais seja reconhecido pelo cliente, assim, haverá uma vantagem competitiva e um aumento do nível de satisfação pelo seu serviço. 

Por exemplo, um estúdio fotográfico agrega valor ao seu trabalho quando faz fotos em diferentes formatos e oferece uma boa variedade de produtos. 

Além disso, é interessante oferecer a opção de pagamento parcelado ou disponibilizar o pagamento por vários meios (cartão, cheque, dinheiro), entre outras vantagens.

Em resumo, agregar valor é ir além da obrigação e oferecer mais ao cliente. 

Como existe muita concorrência, muitos estúdios de fotografia têm se especializado em nichos específicos como casamentos, graduações, moda, fotos infantis, fotos sensuais, publicidade, entre outros. 

Por conta disso, é comum que estúdios fotográficos variem suas atividades e trabalhem como produtores de vídeo, organizadores de eventos, e assim por diante.

Definir o tipo de estúdio

As opções para montar um estúdio de fotografia são diversas e dependem do tipo de foto que vai ser feita. Nesse caso, as possibilidades vão desde fotos simples para documentos, até produtos específicos para fotos publicitárias que, normalmente, têm um tamanho maior. 

Embora o nicho da moda seja importante, o maior mercado para a fotografia ainda é o da publicidade

Além desses dois mercados, existem várias outras possibilidades, como fotografias culturais, rurais, institucionais, pessoais (books fotográficos) ou até mesmo fotos de catálogos.

Nesse contexto, uma ótima oportunidade para quem quer se arriscar no ramo e que vem crescendo cada vez mais é atuar com fotografia de família, fotografia de gestante e sensual (boudoir).

Boa localização

A localização de um estúdio de fotografia é um dos principais fatores para o seu sucesso. 

Em geral, uma boa localização é aquela que favorece o acesso do cliente, com o menor grau de dificuldade possível, assim como outros atributos de conforto (proximidade, estacionamento, ar-condicionado, banheiros limpos, entre outros). 

Além disso, um estúdio de fotografia precisa estar em um imóvel capaz de receber melhorias e equipamentos (instalações de serviço e produção). Essas melhorias devem seguir o plano de negócio do estúdio.

Shopping centers, centros comerciais, terminais de passageiros, centros de conveniência (postos de gasolina e supermercados), entre outras áreas com grande fluxo de pessoas, são os melhores locais para iniciar esse tipo de negócio.

De preferência, um estúdio de fotografia deve estar localizado nas ruas ou nas avenidas centrais das cidades. Esses lugares são centros financeiros que atraem pessoas de vários pontos da cidade, portanto, são ótimos para conseguir clientes.

Texto desenvolvido por Aldo Ferrari em parceria com Agência Médico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *