Como criar uma construtora

Essa é uma pergunta recorrente entre os engenheiros, principalmente aqueles que estão em busca de vagas de engenheiro civil, e querem entender melhor deste mercado. Mas antes de saber mais sobre como criar uma construtora, temos que entender o que é uma construtora.  

A construtora é a empresa responsável pela execução física de uma obra ou projeto. Dessa forma, fica sob sua responsabilidade as etapas da construção civil: projeto de engenharia, contratação de mão-de-obra, equipamentos, tecnologia construtiva e testes de qualidade.

A partir dessa definição conseguimos entender que quem vai gerenciar uma construtora, geralmente, é um engenheiro civil. E, o perfil do profissional mais interessado neste empreendimento não será aquele que busca por vagas de engenheiro mecânico, por exemplo.

Esclarecido isso, vamos entender como funcionam empresas construtora, e a relação direta das mesmas com a engenharia. Sabemos que este é um mercado próspero, e que apesar de ter passado por algumas instabilidades, tem se recuperado de maneira arrebatadora.

Contudo, já deixamos claro que a construtora é uma das possibilidades de empresas que podem atuar um engenheiro, tendo outras oportunidades também na área da construção civil.

As incubadoras são um exemplo. Elas ficam responsáveis por identificar oportunidades, adquirir terrenos e realizar estudos de viabilidade do projeto do empreendimento.

O que, inclusive, antecede o trabalho de uma construtora, fazendo com que as incubadoras, na maioria das vezes, terceirizam o serviço das mesmas.

Então, tenha em mente que existem amplas oportunidades para diversas áreas de atuação. Por isso escolhemos uma das mais promissoras para detalhar e explicar sua performance na engenharia.

Empresas construtoras: como funcionam

Bom, para entender mais sobre como criar uma construtora, é preciso saber também como elas funcionam, quais as atividades desenvolvidas e rotina.

Profissionais de arquitetura e engenharia costumam ser os empreendedores desse tipo de negócio, o que não é uma regra, mas são os que mais optam por trabalhar no ramo, devido a bagagem de conhecimento na área e também pela necessidade de trabalhar de forma autônoma.

Uma construtora funciona, como já dissemos acima, para executar todas as demandas físicas de um projeto de construção civil. Então, ela vai precisar de um engenheiro encarregado, além de funcionários para execução das obras.

E, caso os donos do empreendimento não sejam engenheiros, é importante saber que este empreendimento precisará contar com um engenheiro registrado no CREA para ser o responsável pelas construções que a empresa irá fazer.

Quando uma construtora não é fundada por um profissional da engenharia, surgem assim oportunidades de negócios. Pois, como estamos falando de um mercado muito promissor, muitos querem investir nele.

Portanto, o engenheiro pode atuar como sócio, parceiro ou colaborador, se beneficiando das vantagens de uma sociedade, o que é o que muitos procuram hoje em dia.

A equipe de uma construtora precisa ser extremamente competente e compromissada, afinal estamos falando de construções civis, que quando prontas, na maioria das vezes, abrigam várias pessoas, cotidianamente.

Sendo assim, a construtora deve se preocupar muito com cada colaborador que é atua em sua empresa, certificando-se que ele está capacitado para desempenhar suas funções.

As grandes empresas investem muito em seus profissionais, e procuram também motivá-los, para que entreguem bons resultados.

Isso deve ser implementado na rotina de uma construtora, requisitando que os donos do empreendimentos sejam líderes e não apenas chefes. Pois no final é isso que faz um negócio dessa magnitude ter sucesso!

É importante também pensar no mercado em si. Fazer pesquisas sobre os concorrentes mais fortes, onde eles estão, como atuam, qual o perfil do cliente que possuem. futuros concorrentes.

Quais as empresas já existem, onde elas trabalham, como atuam, que perfil de cliente possuem, que tipo de produto etc.

Ainda mais importante é focar em: quais são os locais que possuem potencial para novas construções, e o perfil do consumidor que se interessaria por esse local. Assim, é possível disponibilizar exclusividade no produto/serviço oferecido.

A relação entre engenharia e construtora

Agora que sabemos mais sobre como criar uma construtora, a partir do entendimento de como ela funciona, vamos mais a fundo para entender a relação direta entre a área da engenharia e as empresas construtoras.

Primeiro de tudo é que construtoras são uma  tendência de empreendimento, pois tem um bom faturamento e conta com um mercado muito amplo para atuar. É um ramo que exige muito comprometimento, o que faz com que as boas empresas ganham muito destaque.

A construtora precisa de um engenheiro civil para atuar, e o engenheiro civil vê nesse ramo uma ótima oportunidade de ser bem sucedido profissionalmente e ganhar bem. Portanto, essa é a principal relação entre elas.

Ao investir ou escolher trabalhar neste nicho, será necessário tomar algumas decisões. Principalmente com o tipo de demanda você deseja atender.

Uma construtora de pequeno porte, por exemplo, terá clientes que desejam a casa própria, construção de pequenos prédios, obras empresariais, reformas e vários outros tipos de serviços voltados para a construção civil.

De grande porte, poderão atender demandas maiores, obras do estado por exemplo, entre outras. Tudo depende do planejamento inicial também, e conforme o negócio for crescendo é possível mesclar demandas.

Aqui encontramos uma alternativa para aqueles que querem trabalhar de forma autônoma e traçar seu próprio plano de carreira, o que apesar dos desafios, é muito bom.

A tendência do mercado, inclusive na engenharia, é cada vez mais procurar por opções que possibilitam o indivíduo trabalhar para si mesmo, ou o mais próximo disso.

E, a dica que damos é: para qualquer negócio que você for montar é importante fazer um planejamento. Tenha foco e escolha bem os passos que irá dar ao longo de sua carreira profissional.

O mercado é amplo, então existem muitas formas de atuar. E, não deixe de investir em portais que te conectam à boas vagas e também a bons colaboradores, para garantir que tudo sairá como o planejado.

Enfim, esperamos que tenha gostado do conteúdo e que também tenha tirado bom proveito das informações e dicas que demos ao longo do texto. Muito sucesso e boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *