investimento

Compra e revenda de automóveis em leilão como investimento é viável?

Por diversos motivos, como a crise econômica e o aumento dos endividamentos, muitas pessoas têm procurado investir em compra e revenda de automóveis em leilão.

Essa tem sido uma tendência atual que envolve tanto as lojas, quanto os clientes, mas que ainda traz uma certa insegurança aos envolvidos.

No entanto, esse tipo de negócio é muito atrativo, sobretudo pelos valores praticados, consideravelmente inferiores.

Com uma economia de aproximadamente 30%, o negócio dos carros de leilão tem atraído cada vez mais pessoas.

Contudo, essas compras não tem garantias, portanto, é preciso conhecer muito bem as estratégias que devem ser usadas para que os negócios sejam bem sucedidos.

Por isso, nesse artigo você terá acesso à várias informações que o permitirão ponderar se a compra e revenda de automóveis em leilão é um investimento viável. Acompanhe!

De onde vem os automóveis disponíveis em um leilão?

Umas das principais análises a se fazer para saber se o investimento em um automóvel de leilão é viável, é conhecer o motivo que fez com que o carro chegasse ali.

Nesse sentido, há muitas pessoas que tem uma ideia errada sobre esses carros, principalmente por acharem que eles são sempre fruto de acidentes graves ou estão degenerados.

A maioria dos veículos chegam aos leilões por ausência de pagamento adequado das parcelas do financiamento.

Além desse motivo, há também muitos veículos que são leiloados por terem sido danificados no transporte entre a fábrica e a loja.

Mas além desses casos, existem alguns outros em que os carros vão para leilão. São eles:

  • Roubo ou furto;
  • Batidas;
  • Perda total;
  • Documentação irregular;
  • Dívidas de IPVA;
  • Multas.

Portanto, em grande parte dos casos, alguns motivos que levam o carro a ser leiloado são óbvios, por exemplo, as perdas totais, mas outros não são tanto assim.

Como saber o que aconteceu com o veículo?

Seja qual for o caso, fica por responsabilidade do organizador do evento sempre fornecer informações precisas sobre as causas.

No entanto, os problemas com a inadimplência ou documentação do carro não são tão óbvios assim. 

Além do mais, as leiloeiras permitem a visitação prévia para que os possíveis compradores conheçam os veículos antes do evento.

Por essa razão, uma boa dica é levar um mecânico de confiança para fazer uma análise detalhada do veículo, avaliando cada aspecto dele.

Os principais itens a serem avaliados são:

Essa última consiste na avaliação do óleo, água e líquido do radiador, além de correia e situação do motor.

Observando essas questões, a chance de você fazer um bom investimento adquirindo um automóvel em leilão são bem maiores.

A avaliação do valor é essencial

Após a avaliação da situação geral do veículo em leilão, para julgar se o investimento é viável, é preciso analisar o valor cobrado.

O ideal é que ele seja em torno de 30% mais barato com relação ao valor da tabela FIPE e nos sites de classificados de veículos.

Mas lembre-se de que essa margem pode ser muito maior, dependendo da situação em que o veículo se encontra.

Você deve considerar todos os gastos que serão necessários para eventuais reparos ou regularização da documentação e pagamento de multas, por exemplo.

Será que o leilão é confiável?

A maior parte dos leilões realizados no país são de responsabilidade do Departamento de Trânsito, da Receita Federal ou das seguradoras.

Para que eles possam acontecer, é preciso que haja a publicação de um edital oficial. 

Desse modo, sempre que pensar em comprar um automóvel em leilão, procure pelo edital e faça a leitura detalhada dele, observando cada informação sobre a sua execução.

Esse cuidado é essencial, porque a modalidade dos leilões consta em lei como sendo a única situação em que um bem pode ser comercializado no mercado sem garantias.

Assim, os veículos devem ter todos os seus defeitos especificados na sua descrição. A lei exige que as informações sejam claras e detalhadas.

Por isso, nenhum comprador deve jamais fazer um lance sem que tenha antes obtido todas as informações detalhadas acerca do bem.

Principais dicas para que o leilão seja um bom investimento

Diante disso, veja a síntese das principais questões para que a compra e venda de automóveis em leilão se tornem bons investimentos:

  • Conheça a origem do automóvel;
  • Leia o edital com atenção total;
  • Faça uma consulta da placa do carro pelo Detran;
  • Consulte eventuais débitos;
  • Peça a ajuda de um mecânico de sua confiança;
  • Informe-se acerca dos valores no mercado e analise o custo-benefício.

Dessa forma, adotando todas as dicas presentes nesse texto, a compra e revenda de automóveis em leilão pode sim tornar-se uma excelente alternativa de investimento viável e rentável.

Logo, você pode aproveitar essas oportunidades e a economia proporcionada para ganhar muito dinheiro empreendendo por conta própria, criando um ótimo modelo de negócio.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog UpSites, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *