5 coisas que você precisa saber sobre Hospedagem de Site hoje

Você tem pretensões de abrir o site da sua empresa ou um blog pessoal, mas não sabe absolutamente nada sobre hospedagem de site, muito menos empresas que estejam qualificadas para realizar esse tipo de serviço. 

Por isso, hoje aqui no Guia de Investimento, traremos 5 coisas que você definitivamente precisará saber sobre hospedagem – Um guia para que você consiga entender um pouco mais sobre o funcionamento desse tipo de serviço e escolher a melhor opção para você ou para a sua empresa.

Vamos lá?

1 – O que é hospedagem de site?

Como o próprio nome já sugere, a hospedagem de um site é um serviço em que o seu site fica publicado – Isto é, servidores e serviços online disponibilizam de sua estrutura para que você possa deixar o seu site no ar – Ou melhor dizendo, online.

É como se você estivesse alugando uma parte do servidor para que o seu site possa funcionar e receber acessos.Um serviço ruim de hospedagem pode trazer muita demora, transtorno para os usuários e até mesmo para a comunicação interna. 

Por outro lado, uma hospedagem feita em um bom servidor traz inúmeros benefícios e facilidades para todas as pessoas que precisam utilizar do seu site – sejam os usuários ou quem o utiliza para realizar postagens e manutenções.

Existem 3 tipos básicos de hospedagem – VPS, Cloud e Servidores dedicados. 

Você pode saber um pouco mais sobre esses 3 tipos clicando aqui [O que é Computação em Nuvem? Guia Completo!]

2 – Como funciona a hospedagem de site?

A hospedagem de sites funciona de uma maneira complexa, mas para explicá-la é bem simples: Você contrata o serviço de um servidor – Nele estarão guardados os arquivos necessários para o bom funcionamento do seu site. 

Devido ao fato dos servidores serem máquinas robustas e com finalidades variadas (e que em boa parte das vezes, envolve muito dinheiro), há também proteções contra ataques cibernéticos contra roubo de informações e dados, vandalismo virtual e etc.

Para que um usuário tenha acesso ao seu site, ele precisará enviar uma requisição ao servidor (digitando o endereço URL, como por exemplo www.guiadeinvestimento.com.br )  Logo em seguida o servidor enviará para ele os arquivos necessários para que ele consiga visualizar o que há em seu site.

3 – O que é tráfego e como ele afeta a hospedagem do meu site?

Imagine que você está numa estrada de pista simples indo para a praia num feriado prolongado – Talvez você enfrente algum congestionamento no caminho e acabe chegando um pouco mais tarde que o previsto, certo?

Da mesma forma ocorre com os servidores – Quando você contrata um servidor ou um serviço de hospedagem de site que tenha um limite de tráfego muito baixo, é provável que as pessoas tenham dificuldades para acessar o seu conteúdo e fiquem impacientes, evitando-o e indo para os seus concorrentes.

Há estudos do Google que relatam sobre esse comportamento dos usuários e em como isso afeta no SEO dos sites – Sites que demoram mais de 10s para terem o seu carregamento concluído têm sérios problemas, pois isso afeta a experiência do usuário – Um fator muito valorizado pelo Google no momento do ranqueamento.

Sendo assim, uma boa dica na hora de escolher o seu serviço de hospedagem de site é procurar uma franquia com limite de tráfego adequado ao seu público. 

Se você não tiver como quantificar o tráfego em seu site de forma correta, experimente procurar por serviços que cobrem por capacidade utilizada – Desta forma o serviço irá se otimizar de acordo com o que você e os visitantes do seu site precisam.

4 – A quantidade de dados também é importante

Outra coisa que deve ser também levada em consideração no momento de realizar a escolha do seu servidor é com relação ao armazenamento de dados no servidor.

Quanto maior for a quantidade de dados que você irá precisar armazenar, mais processamento do servidor o seu site irá demandar e por consequência, mais caro ficará o seu pacote.

A maioria dos serviços de hospedagem trabalha com diferentes faixas de preço – E necessidades de armazenamento também. É possível encontrar por exemplo na Qnax, casos de servidores com espaço em disco a partir de 50Gb.

Há também casos de franquias ilimitadas, caso o armazenamento seja de fato um problema para você.

5 – Como em qualquer serviço, um bom serviço só é possível com um bom suporte

Provavelmente você deve concordar comigo, uma das piores coisas que pode acontecer algum tempo depois de contratar um serviço é precisar de suporte e a empresa em questão ter uma equipe de suporte incompetente ou sem autonomia para resolver os problemas dos clientes, certo?

Sendo assim, antes de qualquer contratação de servidor ou hospedagem é necessário procurar saber com outros clientes e com pesquisas no Google se aquela empresa presta um bom atendimento e se o serviço costuma falhar de forma constante. 

Você quer contratar uma hospedagem para que o seu site esteja no ar e não o contrário, né?

10 Dicas Rápidas para Hospedagem de Site

  • Hospedagem de site barata não é sinônimo de serviço ruim, porém intensifique as suas pesquisas se você receber uma oferta muito impressionante.
  • Se numa dessas ofertas você recebeu alguma que falava de “hospedagem de site gratis”, também desconfie. Como diz o ditado “se você não está pagando por um produto, você é o produto.”
  • Experimente entrar no site da empresa que você está pensando em contratar e navegue em algumas páginas – Se o site estiver demorando muito para abrir ou apresentando erros, você já sabe o que fazer, né?
  • Na hora de contratar um pacote de hospedagem verifique e estude com cautela o que de fato você irá precisar – às vezes você está contratando um pacote caro que nem é a melhor hospedagem de site para você.
  • Se você estiver querendo abrir uma loja virtual, estude com muito cuidado sobre as necessidades da sua empresa – Já pensou prejudicar a sua conversão e perder vendas porque seu cliente desistiu do seu site lento?
  • Verifique sobre a compatibilidade do seu servidor e a sua plataforma de hospedagem com as plataformas que você costuma utilizar na construção do seu site. A falta de compatibilidade poderá gerar erros no seu site que não serão nada agradáveis de se corrigir.
  • Provedores de hospedagem de sites costumam oferecer algumas vantagens extras para se diferenciar no mercado.
  • Procure saber sobre a disponibilidade do seu servidor – Contratar uma empresa que sempre está apresentando falhas e links quebrados pode ser um sério problema.
  • Verifique se a sua empresa provedora de hospedagem oferece alguns benefícios como registro de domínio, auto-instalador para wordpress, hospedagem de e-mail e ferramentas que permitam a você projetar o seu site.
  • Caso o seu intuito seja escalar o seu negócio na internet, contrate provedores de hospedagem que também tem a capacidade de escalar junto com você – Qualquer mudança traz transtornos, então pense bem antes de contratar um serviço para que não precise ficar trocando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *