4 investimentos que dão um bom retorno financeiro

O mercado de investimentos é muito versátil, com opções capazes de atrair desde os investidores com um perfil mais conservador, até os mais arrojados. Para isso, é possível encontrar dois diferentes tipos de categorias: a renda fixa e a renda variável. 

Colocando de forma simples, o primeiro modelo é aquele que possui uma rentabilidade previsível. Enquanto isso, o segundo não existe essa definição prévia, variando conforme o mercado. Eis que pergunto: você sabe em qual investir? 

 

Pense em conectores elétricos. Resumidamente, eles são encontrados em diferentes especificações técnicas, capazes de atender demandas variadas. Os investimentos também são assim, mas em sua própria realidade, que é a econômica. 

 

Nesse cenário, vários fatores podem impactar na escolha, especialmente o valor para iniciar e os riscos que deseja correr. Com base nisso, separamos quatro investimentos capazes de trazer um bom retorno ao mesmo tempo que garante perdas mínimas ou nulas. Confira! 

1. Tesouro Direto

Não dá para falar de investimentos que trazem bons retornos financeiros sem citar o Tesouro Direto. 

 

Desenvolvido pelo Tesouro Nacional, ele costuma ser baseado na compra e na venda de títulos da dívida pública, servindo como uma forma de empréstimo para o Governo Federal que irá retornar para você após um prazo pré-determinado. 

 

O Tesouro Direto pode ser classificado como: 

 

  • Tesouro Selic (LFT); 
  • Tesouro Pré-fixado (LTN); 
  • Tesouro Pré-fixado com Juros Semestrais (NTN-F); 
  • Tesouro IPCA+ (NTN-B Principal); 
  • Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais (NTN-B).

 

Para conseguir atender diferentes demandas e atrair vários perfis de investidores, o modelo pode ser comparado analogamente com um piso industrial

 

Tenho certeza que para você pareceu algo 100% sem sentido, mas se pensar que os dois possuem vários modelos, tudo começa a entrar nos eixos.

 

Atualmente, o revestimento pode ser de epóxi, concreto polido, vinílico, emborrachado, cimento queimado, etc. 

2. Crédito de Depósito Bancário (CDB)

Como pessoa jurídica, o dono de uma fábrica de placas de sinalização de segurança não pode investir no Crédito de Depósito Bancário, mas como pessoa física, pode. 

 

Isso porque o modelo consiste em um título emitido por unidades bancárias para captar dinheiro por meio de pessoas físicas. 

 

No mercado, ele pode se basear em três versões: a pré-fixada, em que é possível saber quando renderá até o final da aplicação. Pós-fixada, em que haverá variação conforme indicadores, e a híbrida, que mistura ambas as versões. 

 

Um dos principais diferenciais do modelo é a cobertura do Fundo Garantidor de Crédito, que promove mais proteção. 

3. Letra de Crédito Imobiliária (LCI)

No Brasil, o mercado imobiliário sempre está em movimento, fazendo com que os investimentos neles sejam muito atrativos. O LCI é justamente uma forma segura de aplicar nesse setor, direcionando valores para empreendimentos e atividades do ramo. 

 

É comum que a emissão desses títulos seja feita por bancos públicos ou privados. Ademais, eles também podem ser advindos de instituições comerciais e múltiplas, desde que autorizadas pelo Banco Central. 

 

Vale ressaltar que assim como o CDB, o modelo também conta com um Fundo Garantidor de Crédito de até R$ 250.000,00 por CPF. Assim, em caso de falência da empresa emissora do título, a pessoa que realizou o investimento não sofrerá prejuízos. 

4. Letra de Crédito do Agronegócio (LCA)

Não tão comum no mercado e nos grandes centros urbanos, mas com bons índices de retorno financeiro, o LCA é o título emitido por instituições financeiras para financiar o setor agrícola. 

 

De um modo geral, ele funciona como a Letra de Crédito Imobiliária e também é assegurado pelo Fundo Garantidor de Crédito. Não só isso: ela ainda permite que o investimento inicial seja bem baixo. 

 

O que achou do nosso artigo sobre os investimentos que dão um bom retorno financeiro? Então, compartilhe com seus colegas e deixe o seu comentário!

 

Esse‌ ‌artigo‌ ‌foi‌ ‌escrito‌ ‌por‌ ‌Larissa Rhouse,‌ ‌Criadora‌ ‌de‌ ‌Conteúdo‌ ‌do‌ ‌‌Soluções‌ ‌Industriais‌.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *