3 aulas que podem influenciar no aprendizado da criança

Muitos são os pais que desejam aulas de reforço escolar para seus filhos, no sentido de desenvolver ao máximo a sua capacidade intelectual e potencializar os seus talentos.

No entanto, nem sempre se sabe quais são as melhores ações a se tomar. Afinal, quais são as aulas que fazem as crianças renderem mais na escola?

Aulas de música

A audição é o primeiro sentido que se forma, já na gestação, fazendo parte do desenvolvimento cognitivo da criança e de como ela interpreta o mundo ao seu redor.

Pesquisas indicam que crianças que entram em contato com a produção musical antes dos cinco anos de idade desenvolvem mais a sua parte frontal do cérebro, ou seja, sua capacidade lógica e absorvem melhor conhecimento abstrato.

Ao colocar seu filho em uma escola de música, garante-se que ele irá desenvolver ou adquirir:

  • Coordenação motora;
  • Foco;
  • Criatividade;
  • Habilidades com trabalho em equipe;
  • Interpretação textual;
  • Raciocínio lógico.

Além de todas essas vantagens, também irá acontecer um processo chamado de “musicalização”. Basicamente, é um processo responsável por desenvolver o senso musical das crianças.

Isso se justifica no fato de que toda criança nasce tendo uma forte conexão com o mundo musical: elas gostam de bater nas coisas ao seu redor para formar um ritmo, amam brincadeiras repetitivas ritmadas (como o famoso “cadê o bebê? Achou!”) e são fascinadas por brinquedos como o chocalho.

Ao colocar essa criança em uma Escola de musica SP, garante-se que essa conexão seja estimulada para ser cada vez mais completa e elaborada ao invés de morrer com o tempo.

Aulas de canto

Algumas pessoas pensam que as aulas de canto não são adequadas para crianças, pois entendem que são técnicas demais ou que podem sobrecarregar as capacidades físicas dos pequenos. Porém isso é um mito.

Há aulas voltadas especialmente para o público infantil e é comprovado que matricular os filhos em uma Escola de canto SP influencia positivamente em seu aprendizado.

Com as aulas, as crianças aprendem a controlar as próprias vozes e a respirar melhor, o que faz se sentirem conectadas com seus corpos e aumenta a capacidade de concentração.

Além disso, passam pelo processo de musicalização, criando mais sensibilidade para arte em geral.

Indo além, é correto afirmar que o canto ensina empatia e, por consequência, cidadania.

Quando se canta a emoção do outro, as ideologias do outro, as experiências do outro, enfim, quando se toma para si a voz do outro, aprende-se a enxergar o mundo por outra perspectiva: a da pele alheia.

Isso dá espaço para uma personalidade mais compreensiva e generosa. O canto é uma ótima maneira de trabalhar a expressividade, é necessário interpretar as canções de modo a transmitir sentimentos.

Dessa forma, as habilidades sociais são trabalhadas e o aluno se sente mais confortável compartilhando as suas ideias e emoções com o mundo.

Também é válido observar que as letras de música consistem no primeiro contato com a poesia e que aprender a compreender o seu significado é de grande ajuda em algumas aulas, como literatura.

Aulas de reforço

Ao contrário do que muitos pensam, as aulas de reforço escolar não são úteis apenas quando a criança está com dificuldade em determinada matéria.

Revisar tudo o que se aprendeu e ver os conteúdos das próximas aulas com antecedência é essencial para que se tenha um aprendizado completo.

Ao fazer exercícios treinando o que aprendeu e se aprofundar mais nos assuntos, o aluno desenvolve o costume de estudar.

Buscar por conhecimento é essencial para uma vida bem sucedida e as aulas de reforço escolar são o caminho ideal para isso, pois permitem que se naturalize no aluno a necessidade de entender por completo aquilo que lhe foi apresentado.

Para conseguir bons resultados nos vestibulares se deve ter o estudo como um costume, uma atividade diária, não adianta se esforçar muito nos meses finais.

Por fim, é correto observar que o melhor modo de fortalecer o aprendizado de seu filho é incentivar suas aspirações.

Desde as artes plásticas até os esportes, mesmo os jogos eletrônicos, é muito importante que seu filho possua paixões e saiba como as transformar em talentos.

Isso, claro, somado com a consciência de que se deve lidar com as responsabilidades e de que o estudo formal é fundamental para sua formação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *