Lixa: confira os principais objetos feitos de lixa

A lixa é o material mais usado no pré-acabamento de diferentes materiais, como madeiras, massas acrílicas e pinturas.

Consiste de um papel com material, cujo a superfície é abrasiva e permite facilmente este trabalho, conhecido como lixamento.

O lixamento possui a finalidade de retirar uma determinada quantidade de material de uma peça, para obter uma forma ou condição de superfície específica.

Lixamento ou pré-lixamento, também pode remover uma quantidade considerável do material.

No intuito de regularizar um espaço com defeitos de usinagem, como ondas e marcas deixadas por ferramentas de corte.

Existe ainda, a possibilidade de realizar um lixamento, através de máquinas específicas, conhecidas como “máquina lixadeira”.

Estas máquinas possuem cintas abrasivas, que são compostas por grãos com diferentes granulometrias, ou seja, diferentes distribuições de grãos e partículas, que variam para funcionar com diferentes materiais. Quanto mais baixa a granulometria, mais grossa será a lixa.

Existem quatro tipos principais e mais conhecidos de lixa

  • Lixa d’água: possui uma granulação entre 80 e 200, e seu uso é feito com algum solvente, como querosene, gasolina, água, etc. São indicadas para lixamento de gesso, resinas e pinturas, sendo muito utilizadas por funileiros em massa plástica;
  • Lixa de madeira: possui uma granulação entre 36 e 220 e seu uso é mais restrito, sendo aplicada somente em janelas, portas e móveis de madeira em geral. Contudo, lixas de numeração entre 100 e 220, podem ser aplicadas para remover resíduos contaminantes e farpas de pinturas e superfícies novas, além da aplicação de verniz;
  • Lixas de ferro: também possuem uma granulação variada entre 36 e 220, porém são utilizadas apenas em superfícies metálicas, como portões e não podem ser aplicada em planos molhados;
  • Lixas de massa: possuem uma granulação variante entre 60 e 220 e são ideais para o lixamento de massas em geral, como rebocos, argamassas, massa corrida e gesso. Costumam ser usadas para a preparação de paredes, pois oferecem um acabamento ideal para receber tinta e finalizar o serviço perfeitamente.

Além dos tipos de lixas, é possível encontrar modelos diferentes

O Disco de lixa possui algumas variações disponíveis no mercado, como o Disco flap e o Disco de fibra.

Costuma oferecer uma gama completa de polimento e lixamento, de acordo com a necessidade do procedimento, sendo muito úteis em diversos materiais, como vernizes, tintas e massa poliéster.

Devendo ser sempre acopladas a uma máquina lixadeira, uma das opções favoritas dos compradores é o disco de lixa com velcro, que facilita o trabalho para matérias de diversos tipos, como vidro e pedra.

A Roda de lixa, é geralmente fabricada com grãos de óxido de alumínio, sendo utilizada para desbaste, polimento ou acabamento de diversos tipos de metais.

Possui uma versão mini, ideal para trabalhar com máquinas elétricas portáteis ou de pequeno porte.

Também pode ser usada para desbaste de áreas de difícil acesso e zonas soldadas, pois são práticas e têm grande capacidade de remoção material.

Já a Cinta de lixa, também conhecida como Correia de lixa, é muito conhecida pela praticidade e eficiência em diversos trabalhos.

Dentre eles, pode-se dizer que é ideal para desbaste, semi desbaste e polimento de tecidos, couros, acrílicos, metais, madeiras e vidros.

Pois, se adapta a trabalhos em peças de diferentes tamanhos, como superfícies arredondadas, planas e cilíndricas.

Atualmente, a versão mais popular é a lixa de cinta para madeira, própria para a utilização em diversos tipos de madeira.

A composição da lixa e seus grãos abrasivos, podem ser variadas e é possível encontrar diferentes modelos e tamanhos no mercado, facilitando o encontro do material ideal para a sua peça.

Conheça as camadas das lixas

Um fato importante a se considerar na compra de uma lixa é a sua camada, ou seja, a distribuição dos grãos.

  • Camada aberta: distribui os grãos, deixando grandes espaços no costado;
  • Camada semi aberta: distribui os grãos de forma que deixe poucos espaços no costado;
  • Camada fechada: distribui os grãos uniformemente em todo o costado, sem deixar espaços.

É possível utilizar também a lixa de cinta para lixadeira, que proporciona uma remoção rápida em acabamentos como vernizes e tintas.

De forma muito mais eficaz, graças a sua potência, que promove um acabamento perfeito sem a necessidade de exercer muito esforço.

O lixamento de superfícies maiores – tais como painéis – acaba tornando-se muito mais fácil e rápido, o que garantiu uma popularidade deste produto no mercado.

Outro fato interessante sobre este tipo de lixa, é a calibragem, que ajuda a tornar o trabalho muito mais fácil para o usuário.

Ao todo, no mercado é possível encontrar uma infinidade de lixas, tornando o acesso a esse tipo de material muito mais fácil.

Sendo possível encontrar a lixa perfeita, para proporcionar o melhor acabamento para o trabalho, de forma eficiente e satisfatória.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *