Pode ingerir bebida alcoólica antes ou depois de tomar vacina?

A importância da vacinação é um assunto popular atualmente graças à imunização contra covid-19 em andamento no Brasil.

Com o tema voltando à boca do povo, é comum que muitas pessoas tenham dúvida se podem aproveitar as melhores bebidas alcoólicas logo próximo à data de imunização.

A preocupação é válida para todas as vacinas, já que os mecanismos de produção são semelhantes na maioria dos casos. Será que já é possível comemorar bebendo logo após a vacina? Saiba nas próximas linhas!

Como funcionam as vacinas

A verdade é que existem diversos tipos de vacina, com diferentes formas de produção e imunização. Mas, de maneira geral, o principal objetivo das vacinas é promover uma resposta imune do corpo humano, preparando-o para enfrentar uma doença.

Funciona assim: quando um vírus entra no corpo de uma pessoa, prejudica a saúde do indivíduo enquanto se multiplica, causando os sintomas e as complicações da doença em questão. 

Para se defender, o corpo conta com o sistema imunológico, que passa a produzir anticorpos contra esses micro-organismos a fim de destruí-los, vencendo a batalha e retomando a saúde do indivíduo novamente. 

A grande questão é que, quando o sistema imunológico já teve contato com aquele  microorganismo antes, consegue combatê-lo muito mais rápido, pois já tem os anticorpos necessários. É a chamada “memória imunológica”. 

As vacinas fazem exatamente isso: colocam dentro do corpo uma parte desse micro-organismo, ativo ou inativo, mas que não fará mal à pessoa, forçando o sistema imunológico a produzir os anticorpos mesmo sem estar de fato doente. E, quando a pessoa for contaminada de verdade por esse vírus, já terá os anticorpos necessários para combater a doença.

Bebida alcoólica e vacina combinam?

Uma vez que a principal função da vacina é estimular o sistema imunológico a produzir mais antígenos, a grande preocupação sobre o consumo de bebidas alcoólicas é se tomar uns drinques pode atrapalhar a tarefa.

No caso da vacina contra a covid-19, os laboratórios responsáveis afirmam não haver evidências de que a ingestão de álcool atrapalhe o efeito da vacina. Portanto, consumir bebida alcoólica não causaria nenhum problema, apesar de médicos indicarem que o ideal mesmo é evitar. 

Isso porque o organismo que teve contato com o álcool pode estar debilitado, o que pode causar mais incômodo no caso de efeito colateral da vacina, por exemplo. Assim, se for beber, é preciso fazer com cautela e moderação. 

Essa mesma ideia vale para outros tipos de vacina já conhecidas, como a da Influenza (gripe). Ou seja, não há evidências de que o consumo de álcool cause algum problema, mas o ideal é evitar ou controlar as quantidades nos momentos próximos ao dia da vacinação, evitando desconfortos.  

Cuidados que precisam ser tomados

O consumo pontual das bebidas alcoólicas próximo ao dia de vacinação pode não trazer efeitos negativos, mas pessoas que consomem álcool em excesso e com frequência podem ter um sistema imunológico debilitado de maneira geral. Assim, beber com moderação é sempre o mais indicado. 

As bebidas alcoólicas não interferem na efetividade da vacina, mas outros cuidados merecem atenção, principalmente para a vacinação de covid-19:

  • alimentar-se bem e manter-se hidratado; 
  • não tomar outras vacinas nos dias próximos (esperar 15 dias);
  • se estiver com covid-19, esperar terminar a fase aguda e o tempo de isolamento; 
  • caso tenha tido covid-19 em datas próximas, esperar de 15 a 20 dias; 
  • manter os cuidados como uso de máscara e distanciamento, mesmo vacinado; 
  • o efeito imunizante da vacina demora cerca de 15 dias para se completar, portanto, não relaxar com os cuidados mesmo após a vacinação. 

Esses são alguns cuidados necessários para ter uma vacinação mais segura, no caso da covid-19. E lembre-se: se quiser comemorar o dia da sua vacina, não exagere na bebida alcoólica.

Texto: Gear Seo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *