Plataforma de e-commerce: qual escolher?

O comércio online está crescendo. Entre maio e junho deste ano, muito possivelmente como reflexo da pandemia de Covid-19, que fechou as portas dos estabelecimentos fisicos, o e-commerce registrou uma alta de 400% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm).

Para quem vai investir em uma loja virtual é importante analisar bem o sistema que vai gerenciá-la. Plataforma de e-commerce: qual escolher?

A resposta não é tão simples, afinal existem muitas possibilidades disponíveis no mercado e alguns fatores devem ser levados em conta na hora da decisão, como a experiência do usuário, o porte e o segmento do negócio, as funcionalidades da ferramenta.

Se você está abrindo sua loja virtual do zero, se está querendo passar de um marketplace para seu próprio espaço ou, ainda, se já vende em uma plataforma, mas acredita que ela não seja tão boa, esse artigo é para você.

O que considerar antes de escolher a sua?

Qual é o seu negócio?

Como dissemos, a oferta de plataformas é grande e não existe uma que seja melhor do que as outras para qualquer caso. É tudo uma questão de perspectiva. O que existe é aquela que atende da melhor maneira as demandas da sua empresa.

Se a sua empresa comercializa blusas sociais femininas modernas é interessante que a plataforma disponibilize uma forma de cadastrar as variações dos produtos como, tamanhos, cores, etc.

Qual o orçamento disponível? Em que ramo sua empresa atua? Essas perguntas ajudam o empreendedor a entender do que ele precisa para poder escolher a sua plataforma e ajudar a encontrar aquela que oferece um bom custo-benefício.

Lembre-se: a plataforma mais cara pode não ser a mais interessante para o seu tipo de negócio. Por outro lado, a opção mais barata pode causar problemas e até prejuízos por conta de eventuais limitações.

Se eu fosse meu potencial cliente…

Eu iria gostar de navegar pela minha plataforma? 

Afinal, o que busca um consumidor? Podemos elencar alguns aspectos: um carregamento ágil, facilidade para encontrar o que busca, poucas etapas para efetuar uma compra, variedade de formas de pagamento. 

Quando compro algo pela internet, preciso ter certeza de não estar levando gato por lebre, por isso uma importante funcionalidade é o sistema de visualização de fotos: ele permite que elas sejam ampliadas, por exemplo?

Uma cliente acessou uma loja online em busca de um modelo de blusa feminina, é possível que ela veja os detalhes da blusa? Uma visão frete e costas? Cores disponíveis?

Esses tipos de questionamentos fazem com que você impacte positivamente a experiência do usuário.

Plataforma de e-commerce: dicas para escolher a sua

Aqui falamos um pouco sobre algumas funcionalidades a serem checadas nas plataformas antes de contratar um serviço. Pesquise, conheça os clientes que elas atendem, visite os sites desenvolvidos por elas. Elencamos 5 aspectos a serem considerados:

  1. Suporte: conheça os canais de atendimento e o tempo médio de resposta para cada demanda que a plataforma oferece, afinal, problemas certamente aparecerão ao longo do tempo e a plataforma deve garantir uma solução eficiente.
  2. Meios de pagamento: certifique-se de que a plataforma de e-commerce oferece uma variedade de modos de pagamento para que a loja não perca uma venda por causa disso.
  3. Integrações: com transportadoras, marketplaces, sistemas de logística e de informação e por aí vai. Tudo isso permite que o negócio crie escala para crescer. Conforme ele cresce, vão surgindo novas integrações e as plataformas devem oferecer esse tipo de solução.
  4. Design responsivo: como muitas pessoas acessam sites por smartphones e tablets, é importante que o e-commerce esteja adaptado também para eles, afinal isso impacta a experiência do usuário
  5. SEO: a plataforma está alinhada com as estratégias de Search Engine Optimization? Elas são essenciais para o sucesso das vendas, pois para que seu e-commerce seja encontrado, ele precisa aparecer nos primeiros resultados de busca. Isso significa: integração ao Google Analytics, criação de URLs amigáveis, alteração dos títulos das páginas e outros recursos.

Escolher uma plataforma de e-commerce é uma tarefa que exige muita pesquisa e comparação, afinal ela pode ser determinante para o sucesso do seu comércio. Mas não pense que essa é uma escolha para a vida inteira.

Às vezes, ela está funcionando para aquele determinado momento do seu negócio, mas com o avanço rápido da tecnologia outras podem se mostrar mais adequadas ao longo do tempo e é preciso estar aberto às novidades, sempre testando outras possibilidades.

Plataforma de e-commerce: qual escolher? Lembre-se das nossas dicas antes de bater o martelo e conte com uma equipe especializada para manter esse sistema funcionando de maneira eficiente e segura. Depois de decidida a plataforma, é hora de aprender algumas dicas para usar seu e-commerce para atrair mais clientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *