O que significa o conceito de “Marketing intelligence” e como é aplicado pelas ferramentas de email marketing?

Na ânsia de se sincronizarem com a velocidade vertiginosa do mundo atual, bem como a volatilidade dos comportamentos e desejos do cidadão comum, as ferramentas de e-mail marketing fomentaram o conceito de “Marketing Intelligence”.

A intenção fundamental prendia-se com a necessidade de conhecer em detalhe as necessidades e desejos de quem procura, de modo a poder disponibilizar a melhor oferta.

De fato, com a proeminência do mundo digital e a consequente descaracterização do comércio tradicional, a concorrência deixou de ser apenas a empresa rival sediada no final da rua: ela multiplicou-se, globalizou-se e, em alguns casos, abdicou da sua loja ou escritório para passar a residir somente na Internet.

Adaptar a mensagem consoante às especificidades do público-alvo tornou-se uma prioridade, e o “Marketing Intelligence” revelou ser a solução adequada para a satisfazer. Hoje em dia, podemos afirmar inequivocamente que as mudanças operadas aumentaram o nível de eficácia do envio de e-mail em massa.

Este continua a ser um meio extremamente eficaz para fidelizar clientes e estreitar relações com eles, ou então para realizar ações como obter vendas e confirmar ordens de compra.

Mas afinal de contas, o que significa este conceito e o que o distingue daquilo que antes se praticava no mundo do marketing? É, muito simplesmente, uma filosofia empresarial que busca apurar e aprofundar o conhecimento que se tem do público, com recurso à Inteligência Artificial.

A implementação desta permitiu às ferramentas de email marketing aprimorar as estratégias de segmentação e optimizar os números de conversão.

Principais vantagens de se usar uma ferramenta de e-mail marketing que aplica este conceito

O elemento revolucionário que marca um antes e um depois no tratamento de dados é o fato de o “Marketing Intelligence” nos permitir a análise e interpretação dos mesmos, com uma alta taxa de fiabilidade e imediatez.

Com a ajuda de uma base de dados devidamente compilada, temos a possibilidade de estudar e antecipar os comportamentos dos consumidores. Cada iniciativa levada a cabo numa empresa pode ser sustentada por dados verificáveis, sendo o resultado da sua interpretação.

Os principais benefícios a retirar são:

  • Aumento da taxa de abertura: este é sem dúvida o maior benefício que o “Marketing Intelligence” confere ao mailing. O aumento na abertura do correio enviado é surpreendente, e para obtê-lo deve-se ter em conta ações inteligentes como a hora e o momento de abertura, ou mesmo dados relacionados com o comportamento e os gostos do destinatário. Tudo isto visando uma informação mais clara no momento de segmentar.
  • Aumento do grau de imediatez do envio: a Inteligência Artificial apresenta-nos resultados no imediato, permitindo-nos a análise de estatísticas sempre atualizadas.
  • Obtenção de relatórios mais completos e detalhados: o tratamento e análise dos dados pode ser mais exaustivo, dada a minuciosidade da informação recolhida.
  • Poupança de tempo e dinheiro: A IA funciona com um alto nível de automatização, permitindo assim que o foco humano se desloque para matérias que exigem capacidade de reflexão.

Objetivo: optimizar as taxas de conversão de mailing

As ferramentas de e-mail marketing que funcionam com “Marketing Intelligence” trouxeram diversas inovações, de entre as quais iremos realçar as seguintes:

  • Heatmap

A funcionalidade ideal para estudar ao pormenor o comportamento dos visitantes numa newsletter. Através de uma apresentação de gráficos coloridos, são distinguidas as áreas que geraram um maior interesse e portanto foram mais clicadas (cor vermelha), das áreas menos procuradas e que foram menos clicadas (cor verde).

Isto permite-nos melhorar a nossa newsletter gradualmente, tanto ao nível estético como ao nível da usabilidade, ao nos permitir mudar a forma e adaptar o conteúdo consoante o comportamento dos visitantes face a imagens, vídeos, gif, etc.

  • Envio preditivo

Uma das funcionalidades mais arrojadas. Através da utilização de um algoritmo que obtém informação sobre a hora de abertura, a localização geográfica, as reações e o comportamento do usuário em campanhas anteriores, permite o envio personalizado no momento mais adequado a cada destinatário e um aumento considerável na taxa de abertura.

  • Envio em intervalos

Permite o doseamento do envio de e-mail massivo, através da sua divisão em diferentes etapas. Assim é possível evitar situações incômodas, como sobrecarregar os destinatários com um excesso de emails, e definir a frequência adequada de envio para cada um deles.

 

Texto: Mailfy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *