Logística internacional: saiba qual a sua importância

Em tempos de crise, a logística internacional tem provado toda a sua versatilidade e conseguido manter em dia — ainda que de forma mais desafiadora — as operações e movimentações de produtos por todos os cantos do mundo. 

Mas diferentemente do que muitas pessoas acham, esses trâmites não se resumem apenas em embarcar os materiais em um container e esperar que eles cruzem fronteiras e mares até o destino planejado. 

Há uma série de especificidades, documentos, normas e métodos que fazem da logística internacional uma operação difícil e bem detalhada, requerendo muita experiência jurídica, operacional e estratégica. 

Pensando nisso, nós preparamos um artigo exclusivo para mostrar um pouco do funcionamento da logística internacional, quais as suas vantagens e quais “personagens” são fundamentais para que as operações se concluam com eficiência e menos burocracia para as empresas. 

Vamos conferir? 

Afinal, o que é logística internacional? 

Na prática, a logística internacional é um segmento da logística que visa atender a cadeias de suprimentos com movimentações “externas”, ou seja, que ultrapasse um território nacional e englobe personagens estrangeiros, como fornecedores, transportadoras e operadores de outros países. 

Esse termo passou a se tornar mais comum com o aumento e popularização do comércio exterior no Brasil, quando certas reformulações sistemáticas do governo federal e o próprio processo de globalização passaram a facilitar e a desburocratizar as negociações internacionais do país. 

Sendo assim, podemos considerar a logística internacional como fator essencial no comércio exterior, permitindo que empresas de todo o Brasil consigam movimentar, seja na exportação ou na importação, qualquer produto ou insumo com países lá de fora. 

Como funciona na prática a logística internacional? 

Há diversas modalidades de importação e exportação autorizadas no país, inclusive, muitas delas operadas, por exemplo, pelo próprio serviço de Correios. 

No entanto, essa nem sempre é a melhor alternativa, tanto para controle, como no quesito custo-benefício. 

Tanto pessoas físicas quanto jurídicas, podem realizar o envio ou compra de matérias entre fornecedores estrangeiros, por meio de empresas especializadas no comércio exterior. 

Cada tipo de operação, assim como o tipo de produto negociado, envolve procedimentos específicos e é regido por normas e fiscalizações diferentes.

Por isso, é importante conhecer todos os procedimentos e a legislação aplicada ao comércio exterior, de acordo com a modalidade e o tipo de produto a ser comercializado. 

Qual a importância da um serviço de logística internacional? 

São muitas as vantagens de contar com um serviço especializado em logística internacional. 

Afinal, a sua empresa tem mais garantia, rapidez e segurança para as operações, fortalecendo assim as relações comerciais com fornecedores e clientes estrangeiros.

Além disso, também é possível reduzir custos de envios, melhorar o monitoramento da carga, aprimorar os processos burocráticos, bem como evitar problemas, por exemplo, extravios, perdas e avarias. 

Vale ressaltar a ideia de que a logística internacional não engloba simplesmente o serviço de transporte de um país para o outro. 

Diversas etapas e procedimentos estão englobados nessa cadeia de suprimentos, portanto, é fundamental ter o apoio e suporte de canais profissionais e comprometidos com a sua operação. 

Para se ter uma ideia, a logística internacional precisa envolver despachantes, diferentes modais de transporte (diferentes empresas responsáveis), serviços de armazenagem, tecnologias de monitoramento e, até mesmo, assessorias jurídicas. 

Por que contar com um integrador logístico especializado? 

Aproveitando o gancho do tópico acima, para que todas essas etapas da logística internacional sejam cumpridas com eficiência, é fundamental ter “alguém” responsável por elas.

Basicamente, esse é o papel do integrador logístico no comércio exterior: um parceiro estratégico que centraliza todas as responsabilidades para si durante as operações.

Os pontos centralizados vão desde a assessoria sobre a operação, passando pela otimização do desembaraço aduaneiro, incluindo o monitoramento constante da carga, até o destino final. 

Para se ter uma visão mais ampla sobre a importância dessa integração logística no comércio exterior, confira algumas vantagens que essa essas empresas proporcionam na cadeia de suprimentos internacional.

Redução de custos 

O integrador logístico planeja, otimiza e acompanha cada passo de uma operação internacional.

Ele realiza a assessoria de exportadores e importadores sobre as melhores modalidades de comércio exterior, realiza os procedimentos adequados, disponibiliza despachantes experientes, fornece tecnologias próprias, contrata transportadores e armazéns, além de monitorar o dia a dia e o envio da mercadoria. 

Todos esses cuidados e procedimentos detalhados refletem em uma diminuição de gastos operacionais para o seu negócio, com operações mais transparentes, sem gargalos ou falhas pelo caminho. 

Desembaraço aduaneiro 

Sem dúvidas, um dos fatores mais delicados da logística internacional é a questão burocrática e fiscal das aduanas

Afinal, as normas e leis são bem específicas no comércio exterior, então qualquer falha ou omissão de informação já são suficientes para atrasar e aumentar os custos da operação.

O integrador logístico tem papel fundamental nesse ponto, já que assessora as empresas e disponibiliza profissionais experientes para otimizar esse processo junto às barreiras fiscais do Brasil e de outros países, evitando multas, penalidades, apreensões e atrasos de entregas. 

Tecnologia 

Em plena era tecnológica, contar com ferramentas e sistemas avançados é um grande diferencial para a logística internacional. 

Sistemas de rastreio e de comunicação em tempo real se tornaram uma excelente solução para o monitoramento e acompanhamento online de qualquer operação no comércio exterior, inclusive auxiliando na tomada de decisões das empresas em casos de atrasos ou extravios de materiais. 

O integrador logístico tem papel fundamental nesse quesito também, já que deve fornecer tais ferramentas a seus parceiros, possibilitando otimizar a gestão e o controle de suas cargas de forma prática, ágil e moderna. 

Em resumo, essas são as dicas sobre o papel e importância da logística internacional para negócios que almejam fazer bons contatos lá fora. 

Vale ressaltar o papel indispensável do integrador logístico nessa cadeia, possibilitando todo esse outsourcing internacional entre operadores, transportadoras, fornecedores e clientes estrangeiros. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe da Pibernat Logística! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *