Como escolher um bom fornecedor de sistemas?

Um bom fornecedor de sistemas é essencial para sua empresa decolar. A escolha do fornecedor de sistemas, é de suma importância para o sucesso de qualquer negócio.

Se sua empresa é pequena, média ou mesmo grande, deve saber que o software e o fornecedor são partes da mesma solução

Não poderá escolher um bom sistema e pedir para um fornecedor qualquer entregá-lo. Os dois são inseparáveis.   

Um fornecedor de sistema pode ser muito bom para um tipo ou porte de empresa, mas não muito indicado para outra. 

Nem sempre o melhor fornecedor do mercado vai poder atender a sua empresa, pois seu sistema poderá ser especializado apenas para outro tipo de atividade ou outro tamanho de empresa.

Considere que há uma simbiose, software-fornecedor. Dependendo do que sua empresa precisa, a escolha pode começar pelo software ou, então, pela seleção prévia do fornecedor.

As pequenas e médias empresas, que fazem aquisições de sistemas prontos, com ou sem adaptações, dependem da qualificação prévia do software e, depois, do fornecedor. 

Aquelas que desejam desenvolver software específico ou fazer grandes adaptações de sistemas, quando possível, devem qualificar inicialmente o fornecedor.

Mas, qualquer que seja o porte da empresa e do fornecedor, a informatização vai exigir de ambos “uma relação de cooperação”. 

Ambos devem caminhar juntos para que a empresa possa ter uma ferramenta que lhe favoreça o crescimento e, ao mesmo tempo, que essa ferramenta acompanhe o crescimento dela. 

Ambos devem se esforçar e se beneficiar pelo resultado.

Conheça 3 passos para adquirir o melhor software para a sua empresa

Primeiro, escolha o melhor sistema e o mais adequados para as necessidades da empresa. Isto é, o que mais importa. 

Se o fornecedor já fez algo que serve para as necessidades da sua empresa, ele já é qualificado.

Depois, separe os fornecedores que têm tem mais experiência no setor e na atividade da empresa.

Por último, considere os fornecedores que possuem as maiores chances de atender no futuro.

É necessário observar que praticamente todas as empresas de software são especialistas e segmentadas em certos segmentos. 

Ainda que no momento um sistema possa servir, não adianta escolher um fornecedor especializado em Fintechs, se você é um corretor de seguros.

O fornecedor vai dirigir as melhorias e o crescimento do sistema para as necessidades das Fintechs, obviamente.  

Se sua empresa e seu sistema ficarem sempre em segundo plano, ao longo do tempo, o fornecedor vai se distanciar de suas necessidades.

Toda  empresa precisa de garantias de que a implantação, a reorganização e os objetivos serão atingidos a curto, médio e longo prazo.

É preciso garantir que o fornecedor vai estar presente no futuro e que vai investir na evolução do sistema para que possa atender as necessidades que o crescimento da empresa vai exigir.

Como selecionar melhor seus fornecedores de sistemas?

O tempo de existência da empresa é um referencial importante. O setor é muito exigente e competitivo. Ter vida longa é um bom sinal. 

Também há muitas empresas novas, mas é muito arriscado casar com alguém que conheceu há três semanas. Pode dar certo, mas é arriscado.

Converse com clientes que utilizam o sistema do fornecedor por muitos anos.

Além de checar o atendimento e o comprometimento com o cliente, é importante saber como o sistema evoluiu e se acompanhou as necessidades e expectativas.

Se o processo de evolução simplesmente não aconteceu, é melhor buscar outro fornecedor.

A área de TI é muito segmentada, tanto em especialização como na estrutura de atendimento. 

Há fornecedores que só atendem empresas grandes, outros, só pequenos. 

Normalmente, os preços ordenam essas relações. 

Porém, uma empresa que tenha recursos e necessidades de maior ordem, precisa ter cuidado ao avaliar preços muito baixos.

Se decidir aproveitar uma alternativa muito abaixo do que poderia investir, poderá estar sendo atendida por um fornecedor que não está preparado para seu nível de exigência, complexidade ou retaguarda. 

A área de tecnologia, sobretudo, quando aplica mão de obra é muito cara. 

Preços baixos, normalmente, não são acompanhados por atendimento especializado.

Finalmente, lembre-se: na informatização da sua empresa, encare o sistema como um investimento, o fornecedor como um parceiro e, o sucesso, como um esforço de ambas as partes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *