Crédito para financiamento de imóvel: como funciona?

Muita gente sonha em sair do aluguel e comprar a casa própria. Com isso, surgem inúmeras dúvidas sobre o financiamento de imóvel: é seguro? O que é preciso considerar? Quais são os pré-requisitos? 

Antes de responder a essas perguntas, é preciso entender que o crédito imobiliário é fornecido por instituições financeiras, bancos públicos ou privados, destinadas a aquisição de imóveis (casa ou apartamento) novos ou usados, em construção ou em terreno. 

Além disso, para que o crédito seja liberado, a instituição responsável precisa analisar alguns tópicos fundamentais. Podemos mencionar os principais: 

  • Maioridade civil;
  • Meios de comprovação de renda (extratos bancários, comprovante de renda, compra de cesta básica de alimentos mensal, por exemplo, entre outros);
  • Não possuir cadastro em órgãos de restrição ao crédito.

Contudo, vale lembrar a importância de entender cada detalhe envolvido nesse processo, uma vez que o sonho, o dinheiro e o tempo está em jogo. Pensando nisso, separamos neste post as formas de financiamento e como elas funcionam. Continue lendo!

Como funciona o financiamento da casa própria? 

Como mencionamos anteriormente, a maioria das pessoas sonham em comprar a casa própria. Entretanto, comprar um imóvel a vista não é uma tarefa tão fácil e pode ser uma realidade bem distante para boa parcela da população. 

Nesse sentido, o financiamento de um imóvel trata-se de um contrato com uma instituição financeira que fornece a compra de um imóvel ainda que você não tenha recursos suficientes para pagá-lo ou quitá-lo. 

Além disso, por meio de um financiamento, a instituição responsável possibilita que o pagamento seja realizado em até 35 parcelas. Com essa solução fornecida por bancos, os juros passam a ser menores e as formas de pagamento são mais acessíveis, como os meios vistos no comércio e indústrias, como um molde de injeção plástica, por exemplo. 

Como funciona o financiamento de um imóvel?

O financiamento de um imóvel trata-se de um contrato com uma instituição financeira que autoriza o crédito imobiliário. Ou seja, estamos falando de um empréstimo para quem deseja comprar um imóvel e não possui dinheiro suficiente para isso. 

Nessa modalidade de financiamento, o indivíduo determina o imóvel que deseja comprar e a quantia disponível para dar entrada, caso seja preciso. Entretanto, esse é um processo um pouco mais burocrático, vamos explicar o porquê: 

Antes de conceder o crédito de financiamento, a instituição avalia o score do indivíduo, o imóvel que deseja comprar (se conta com ventilador umidificador industrial, por exemplo)  e como ele pode efetuar o pagamento. A partir disso, a pessoa em questão passa a pagar as parcelas do crédito disponibilizado pelo banco. 

Vantagens de financiar um imóvel

Pode parecer que não, mas o financiamento de um imóvel proporciona inúmeras vantagens ao comprador. A primeira delas – talvez a mais crucial – é que o proprietário pode utilizar o imóvel logo após o financiamento concedido. 

Outro ponto importante é a facilidade nas formas de pagamento. Afinal, as parcelas podem ser pagas em até 35 parcelas, aliviando o bolso do comprador. Além disso, não é preciso fornecer um valor de entrada, fato que proporciona mais tranquilidade ao futuro proprietário. 

Não podemos deixar de destacar o ponto mais importante nesse processo: a segurança e o conforto da família. Com a casa própria, os responsáveis passam a economizar dinheiro no orçamento, o que caracteriza as chances de lazer e atividades extras para os envolvidos. 

Por fim, com as formas de financiamento disponíveis, o sonho da casa própria pode se tornar realidade. Por isso, com a elaboração de um bom planejamento financeiro, é possível sair do aluguel e criar um patrimônio para a sua família. 

Esse‌ ‌artigo‌ ‌foi‌ ‌escrito‌ ‌por‌ ‌Beatriz‌ ‌Barros,‌ ‌Criadora‌ ‌de‌ ‌Conteúdo‌ ‌do‌ ‌‌Soluções‌ ‌Industriais‌.‌ 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *