CPA 10 e CPA 20: onde posso trabalhar com essas certificações?

Você possui uma das certificações CPA 10 ou CPA 20 e não sabe onde encontrará um trabalho que ela sirva como um diferencial? Veja por completo o artigo que preparamos a seguir e saiba tudo sobre ambas as certificações e os trabalhos que são possíveis arrumar com elas.

O que é a certificação  CPA 10?

A sigla é bem simples, significa “Certificação Profissional ANBIMA – Série 10”. O CPA10 foi criado principalmente para permitir que bancos e instituições financeiras saibam que você está pronto para fazer um bom trabalho no mercado financeiro e cooperar diretamente com eles para explorar ou vender produtos de investimento aos investidores. 

Em outras palavras: as pessoas com CPA 10 têm prova de que sabem o que estão fazendo. O primeiro exame CPA 10 foi realizado em novembro de 2003. Tinha 80 questões, durou 4 horas e a taxa de aprovação foi de 98%. Hoje, o exame possui 50 questões e dura 2 horas, com índice de aprovação de 51%.

O que é a certificação CPA 20?

CPA 20 é a sigla para “Certificação Profissional ANBIMA – Série 20”. De forma bastante simples, podemos dizer que o CPA 20 foi criado para provar as habilidades e conhecimentos de profissionais certificados, para que possa desempenhar funções mais “importantes” do que o CPA 10, nas áreas de varejo de alta renda, private banking, investidores corporativos e institucionais. 

Resumindo, as pessoas com um CPA 20 vão lidar com mais dinheiro (e, portanto, irão assumir mais responsabilidades e suporte no trabalho).

Há alguns anos, em novembro de 2002, a ANBIMA realizou o primeiro teste CPA 20 (que na época ainda era chamado de Certificação Qualificada). Tinha 200 questões, durou 4 horas e a taxa de aprovação foi de 32%. Hoje, o exame é composto de 60 questões , dura 2 horas e meia e a taxa de aprovação é de 56%.

Qual a diferença entre as duas certificações?

Você pode ter notado já que uma é a sequência da outra. Ambas possuem objetivos semelhantes: vender produtos de investimento. Porém, a diferença pode ser encontrada nas responsabilidades que acompanham cada tipo da certificação.

Recomenda-se o uso do CPA-10 para quem está começando a se envolver no negócio bancário, enquanto o CPA-20 é para profissionais que, além de buscarem outras etapas no setor bancário, também lidam ou pretendem interagir com clientes que já tenham mais recursos.

Portanto, para fazer a escolha do certificado que se deseja dedicar, vale a pena considerar o certificado mais adequado à sua situação profissional, os objetivos que pretende alcançar e o certificado que melhor se adequa ao seu plano de carreira.

Onde posso trabalhar com essas certificações?

Os profissionais com certificação CPA 10 podem atuar como caixas, assistentes de gerentes, atendentes de negócios, agentes de negócios, agentes de serviços e soluções e outros cargos em bancos e empresas do mercado financeiro.

Os profissionais que obtiveram a certificação CPA 20 podem atuar como assistentes de gerentes, gerentes, supervisores e outros cargos em bancos e empresas (principalmente de alta renda) do mercado financeiro.

Quanto custa para tirar o CPA 20?

As inscrições devem ser feitas pelo site da ANBIMA, sendo que quem está vinculado a instituições vinculadas à ANBIMA deve pagar uma taxa de R$ 448,00 e quem não está vinculado deve pagar uma taxa de R$ 537,00. O pagamento pode ser feito por cartão de crédito ou boleto, sem parcelamento.

Nota: a data da taxa de inscrição acima é 18 de fevereiro de 2021. Elas podem ser alteradas a qualquer momento.

Quanto ganha um profissional com CPA 20?

Um gestor de alta renda no Banco do Brasil ganha em média 11.014,00 reais por mês. Gerente Van Gogh é o título concedido ao gerente de alta renda do Banco Santander. Equivalente a Van Gogh, temos o Gerente Uniclass no Itaú e o Gerente Prime no Bradesco. Todos trabalham com grupos de alta renda e todos necessitam da certificação CPA-20.

De acordo com a Infomoney, o salário médio dos Private Bankers no país é de 11.611,67 reais. Apenas com base nesses dados salariais médios, chegamos a conclusão que o salário do CPA 20 costuma ser superior a R$ 10.000,00.

Quer saber quais são as principais diferenças entre o CPA 10 e o CPA 20?

Primeiro devemos ver o que é CPA, CPA significa Certificação Profissional ANBIMA. Este certificado é adequado para empresas que pretendem distribuir produtos de investimento em agências bancárias. Ou seja, ambas são certificações ANBIMA iniciais para profissionais que pretendem seguir carreira em instituições financeiras.

A principal diferença entre os dois certificados é o nível de conhecimento necessário para obter o certificado e as responsabilidades que o profissional certificado terá.

CPA 10

O que é?

Como já vimos anteriormente esta certificação é destinada para quem pretende trabalhar no mercado financeiro, pois ela é quem dá crédito para você no mercado, afirmando que você tem capacidade para atuar no mercado financeiro atuando com finanças.

Como funciona a prova?

A prova é realizada pelo computador e contém 50 questões, que devem ser respondidas no prazo de 2 horas. Para ser aprovado(a), pelo menos 70% da precisão do teste deve ser obtida. Além disso, os candidatos podem escolher a data e a hora que desejarem. Portanto, você precisa obter pelo menos 35 questões de 50 questões corretas para ser aprovado.

Qual o conteúdo da prova?

O conteúdo do exame é dividido em 7 tópicos:

  • Conceitos básicos de economia e finanças;
  • Ética, regulamentação e análise do perfil do investidor;
  • Instrumentos de renda variável e fixa;
  • Fundo de investimento;
  • Previdência complementar pública: PGBL e VGBL;
  • Princípios de investimento;
  • Sistema financeiro nacional e participantes do mercado.

CPA 20

O que é?

Como também já mencionamos acima, esta certificação se destina para os profissionais que já trabalham no mercado financeiro e pretende subir de categoria, ou seja, ser promovido em seu trabalho. Visto que o certificado assegura que você tem capacidade para lidar com operações mais complexas das finanças.

Como funciona a prova?

A prova de certificação CPA 20 contém 60 questões, que devem ser respondidas em 2 horas e meia, das quais pelo menos 70% das respostas corretas requerem aprovação.

Em outras palavras, pelo menos 42 questões devem ser respondidas corretamente de 60 questões para serem aprovadas. Como no CPA 10, o exame CPA 20 é feito no  computador e os candidatos podem escolher a data e hora que desejarem.

Qual o conteúdo da prova?

O conteúdo do teste é dividido em 7 temas como acontece no CPA 10:

  • Compliance legal, ética e análise do perfil do investidor;
  • Fundos de investimento;
  • Instrumentos de renda variável, renda fixa e derivativos;
  • Mensuração, gestão de performance e riscos;
  • Previdência complementar aberta: PGBL e VGBL;
  • Princípios básicos de economia e finanças;
  • Sistema financeiro nacional e participantes do mercado.

Como é feita a inscrição?

as inscrições para as provas de ambas as certificações podem ser feitas no mesmo local, o site da ANBIMA, porém as taxas para a inscrição são de valores diferentes, confira:

CPA 10

Quem é associado à ANBIMA deverá pagar uma taxa de R$ 284,00, enquanto quem não for associado deverá pagar uma taxa de R$ 342,00. O pagamento pode ser feito por cartão de crédito ou boleto. Não há opção de parcelamento.

CPA 20

Quem é associado à ANBIMA deverá pagar uma taxa de R$ 448,00, enquanto quem não for associado deverá pagar uma taxa de R$ 537,00. Você pode pagar com cartão de crédito ou boleto. Não há opção de parcelamento.

Nota: a data da taxa de inscrição acima para ambas as inscrições é 18 de fevereiro de 2021. Elas podem ser alteradas a qualquer momento.

A certificação vance?

Caso os profissionais tenham contato com instituições financeiras, o prazo de validade do CPA-10 e do CPA-20 é de 5 anos. Caso contrário, o prazo é reduzido para 3 anos. Porém, para fazer a renovação, é necessário participar do curso de renovação da ANBIMA.

Veja as melhores opções para quem deseja trabalhar no mercado financeiro

O mercado financeiro está repleto de oportunidades para iniciar uma carreira visando o sucesso. Caso pretenda conseguir uma dessas oportunidades, consulte as seguintes informações sobre os pré-requisitos para uma posição de iniciante e trabalhe no mercado financeiro. O salário depende do banco que você deseja começar a trabalhar. Veja!

Caixa de banco

Esta é a primeira oportunidade de entrada no setor bancário. O caixa do banco é muito importante para a empresa, porque o caixa do banco é a pessoa que conduz os negócios bancários, vende produtos e serviços e monitora o fluxo de caixa. Além disso, é sua função verificar o valor e os documentos financeiros. O salário médio no Brasil é de R$ 2.265,00. A forma mais comum de ocupar esse cargo é a graduação em Administração de Empresas.

Atendente Comercial

Como o nome sugere, o Atendente Comercial atende ao público. É a segunda maior oportunidade de entrada, acima do caixa do banco. A principal característica desta profissão é ser amigável com todos os clientes. Portanto, as oportunidades de desenvolvimento de sua carreira são grandes.

Suas funções principais são o atendimento ao cliente, abertura de contas e comercialização de produtos. Habilidades e qualidades bem-vindas para esta posição: senso de trabalho em equipe, boa capacidade de comunicação e facilidade de lidar com os clientes. Além da certificação não obrigatória CPA-10, aumentar sua posição no banco faz uma grande diferença! O salário médio é no valor de R$ 2.500,00.

Agente Comercial

Os agentes comerciais precisam da certificação CPA-10 para realizar seu trabalho. Aqui, a responsabilidade com os clientes é muito maior e a sua posição nas instituições bancárias têm cada vez mais prestígio.

Suas várias características incluem excelente trabalho em equipe e garantias de atendimento ao cliente. Além de fazer a ponte entre a equipe e os superiores imediatos, é preciso integrar a equipe e manter um bom relacionamento entre todos. O salário médio é no valor de R$ 3.000,00.

Assistente de Gerência

O assistente de gerência atua como “ajudante” do gerente de contas e discutiremos essa posição a seguir. Ou seja, ele espera se tornar gerente em algum momento da carreira, o que é a vantagem dessa posição. Aqui, o certificado CPA-20 pode garantir um passo à frente de seus concorrentes, pois por ter o certificado, você passou por uma formação profissional mais completa.

Suas funções mais responsáveis ​​incluem o suporte administrativo aos gestores, uma compreensão abrangente do trabalho diário da equipe, processos em andamento e a formulação de planos de ações diárias, desde as tarefas mais simples até as mais complexas. O salário médio é no valor de R$ 3.600,00.

Gerente de Contas

O gerente de contas ocupa posição de destaque em bancos de varejo, que atendem pessoas físicas, como Itaú, Santander, etc. Para esta posição, o CPA-10 é obrigatório, mas o ideal é obter a certificação CPA-20. Portanto, com ele as portas para uma carreira em um banco de alta renda estão sempre abertas, lidando com clientes jurídicos e de grandes transações bancárias.

Para se tornar um gerente de contas, você precisa receber treinamento em economia ou administração de empresas. Sua principal função é determinar as necessidades do mercado e encontrar novos clientes. Esse mercado tem crescido muito, principalmente porque a empresa está disposta a investir em clientes potenciais. Essa é uma responsabilidade enorme! O salário médio é no valor de R$ 6.000,00.

Analista de mercado

Além da certificação ANBIMA obrigatória, os analistas do mercado financeiro também precisam de formação em negócios, gestão ou economia. Nesta posição, você pode trabalhar de forma independente ou estabelecer contato com empresas que prestam serviços de consultoria.

A empresa procura este profissional porque ele analisará as condições de mercado e os valiosos investimentos e possíveis riscos. Ele também deve conduzir o planejamento financeiro de médio a longo prazo e analisar os lucros.

A renda anual dos analistas juniores é de cerca de 4.000 reais, a renda anual dos analistas intermediários é de 12.000 reais e a renda anual dos analistas seniores é de 25.000 reais.

Trader

O trader é um investidor que lucra com negócios de curto prazo na Bolsa de Valores. Esta é uma profissão de aventura, mas pode dar frutos! Esses profissionais aproveitam a volatilidade do mercado comprando e vendendo ações negociadas em bolsas de valores.

Não há treinamento especializado para se tornar um trader. No entanto, como o setor envolve certos riscos financeiros, você precisa ter um conhecimento profundo da economia e de como  é o funcionamento do mercado financeiro.

Esse conhecimento é essencial para o seu sucesso nesta carreira, porque muitos traders trabalharão por conta própria e investirão por si próprios.

O salário médio esperado de um trader é difícil de explicar, mas dependendo do mercado e dos riscos do negócio dos profissionais, o lucro médio do investimento pode variar entre 2% e 10% do lucro do investimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *