Consórcio de viagem: saiba como funciona e se vale a pena

O termo consórcio costuma estar relacionado com o setor automotivo ou imobiliário. No entanto, a modalidade também está presente em outras categorias de serviço chegando, inclusive, ao turismo.

A modalidade é vantajosa para quem tem dificuldade em se organizar financeiramente, pois, ao ser contemplado com a carta de crédito, será possível fazer a compra de passagens e reservas de hospedagem à vista, o que facilita o processo de organização da viagem. 

A seguir, entenda como o consórcio de viagem funciona e em quais situações ele é vantajoso.

O que é um consórcio de viagem?

O consórcio é uma modalidade de crédito. Quando aplicamos este conceito nas viagens, significa que um grupo de pessoas interessadas nisso irá pagar parcelas mensais, relativas ao objetivo final.

Ou seja, as parcelas devem ser quitadas todos os meses. A cada 30 dias, uma pessoa do grupo será contemplada com o produto adquirido — neste caso, uma viagem. Os valores podem variar bastante, e a duração dos planos também, mas eles costumam durar entre um e quatro anos de pagamento.

Como ele funciona na prática?

Funciona da seguinte forma: uma pessoa que adquire um plano de 10 mil reais, para pagar em 18 meses, precisará quitar as parcelas até o final deste período, mas ela será contemplada antes disso. Entretanto, não há como prever quando isso vai acontecer, uma vez que os sorteios são mensais.

Ao ser sorteada, a pessoa receberá uma carta de crédito, referente ao valor total do pacote adquirido, mesmo antes de quitar todas as parcelas. Ela pode ser usada para fechar um pacote de viagem em uma agência de turismo, e a empresa contratada fará o depósito. Ou seja, o valor não vai para a conta da pessoa sorteada.

Caso a viagem seja mais cara que o valor previsto na carta, o indivíduo deverá arcar com a diferença. Entretanto, se o pacote escolhido for mais barato, é possível usar o excedente para quitar algumas parcelas pendentes.

Se o consorciado tem pressa em ser contemplado, ele pode dar um lance com valor referente à quantidade de parcelas que deseja adiantar. Aquele que fizer a maior proposta, ganha a carta de crédito daquele mês.

Quais são as vantagens do consórcio? 

Uma das principais vantagens do consórcio de viagem é o comprometimento com o planejamento financeiro. Muitas pessoas têm dificuldade em separar uma quantia por mês e investir o montante para usar no futuro. Entretanto, com o consórcio, esse processo fica mais fácil.

Isso porque a pessoa assume o compromisso de pagar as parcelas do plano, assim como ela já está acostumada a fazer com outras contas. Portanto, não há riscos do dinheiro ficar na conta corrente e ser usado ao longo do mês. 

Além disso, como o tempo de parcelamento é maior, o valor das prestações se torna menor e, consequentemente, mais acessível. Ao ser contemplado, o indivíduo poderá negociar com as agências de turismo à vista, por causa da carta de crédito, mesmo que esteja pagando parcelas leves.

O consórcio tem desvantagens?

O consórcio pode parecer muito atrativo, mas é necessário analisar todos os fatores antes de fechar um plano. A taxa de administração e o fundo de reserva são dois pontos que merecem atenção porque podem chegar a até 20% do valor total da modalidade.

Além disso, quem opta pelo consórcio não deve ter pressa em viajar, afinal, não é possível saber quando será contemplado, um fator que merece destaque. Em prazos maiores, por exemplo, a pessoa pode esperar mais de três anos até chegar a sua vez de viajar.

Por fim, é necessário verificar se o preço do consórcio realmente vale a pena ao colocar os valores na ponta do lápis. Isso porque é possível organizar uma viagem de baixo custo para destinos nacionais e internacionais, basta fazer diversas pesquisas, monitorar passagens e encontrar acomodações em conta. O processo exige esforço, mas garante boas economias.

Vale a pena fazer um consórcio?

Para responder a essa pergunta, muitas variáveis devem ser consideradas. O consórcio pode valer a pena para pessoas que não têm tempo de se organizar financeiramente e monitorar oportunidades de viagens baratas. Entretanto, isso significa estar à disposição da sorte no sorteio.

Para quem gosta de pesquisar, planejar e economizar, organizar a própria viagem pode ser mais vantajoso, tanto pela experiência, quanto pelas economias. Entretanto, é necessário ter disposição para encarar esse processo de investigação de boas oportunidades.

Texto: Gear Seo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *