Como investir em criptomoedas?

É possível, e necessário, dizer que o mercado das criptomoedas tem atraído cada vez mais pessoas, principalmente aquelas interessadas na alta volatilidade e na falta de interferência de governos e instituições bancárias. 

Se há alguns anos a negociação desses ativos gerava dúvidas, hoje as moedas digitais são consideradas excelentes investimentos. Para quem quer explorar o segmento, a boa notícia é que a exchange eToro é confiável e segura.

Para começar a investir em criptomoedas, uma das maneiras mais simples é negociar por meio de exchanges especializadas, como a eToro. O primeiro passo é abrir uma conta na plataforma – o processo é bastante simples e realizado totalmente online. 

Pois bem, na sequência é preciso depositar dinheiro na conta e iniciar as negociações.

Conheça outras formas de investir

Além da compra direta por meio de exchanges, o investidor tem outras formas de adquirir moedas digitais. 

Uma delas é comprando ETFs de criptomoedas (Exchange Traded Funds). Os ETFs são fundos que replicam algum índice de referência da Bolsa de Valores (como a Ibovespa ou a Nasdaq) e ficam sob responsabilidade de um gestor especializado. 

O papel desse gestor é justamente acompanhar as variações do índice e fazer movimentos que alcancem os resultados necessários. Uma outra maneira de adquirir criptomoedas é negociando diretamente com um vendedor, sem o intermédio de nenhuma corretora. 

As vantagens desse modelo de compra são as mesmas de uma negociação qualquer que não envolva terceiros: agilidade e menos custos envolvidos. Entretanto, as desvantagens são: risco de golpe ou de desacerto entre as partes.

Veja quais são as principais criptomoedas

A criptomoeda mais antiga – e famosa – é o Bitcoin, que foi negociado pela primeira vez em 2009. O ativo foi se valorizando cada vez mais e no presente está absolutamente consolidado. 

Atualmente, um Bitcoin vale mais de R$ 190 mil. Com o sucesso do Bitcoin, outras moedas digitais foram sendo lançadas e hoje o mercado oferece milhares de opções. Em termos de valor de mercado, o Bitcoin continua sendo a principal moeda digital, seguido por:

  • Ethereum;
  • Theter;
  • BNB;
  • USD Coin;
  • XRP;
  • Solana;
  • Terra;
  • Cardano;
  • Terra USD. 

No entanto, isso não significa que são os melhores investimentos possíveis – há outras moedas que se valorizaram mais nos últimos meses e outras cuja perspectiva de futuro é mais promissora.

Mercado em expansão: veja o que muda

Em crescimento, as criptomoedas são ótimas opções para investidores que estão mirando o futuro do mercado financeiro. As altas valorizações e o sistema descentralizado são fortes atrativos e o segmento já é um sucesso no Brasil. 

Dados da Receita Federal mostram que, em 2021, os brasileiros movimentaram cerca de R$ 200,7 bilhões em operações com moedas digitais – um crescimento de mais de 100% em relação ao ano anterior, uma vez que, em 2020, o número girou em torno de R$ 91,4 bilhões.

O momento é bastante positivo para quem quer desbravar o mercado das moedas digitais, mas é preciso ter calma, para evitar cair em roubadas. Com tantas informações disponíveis na internet, é fácil se confundir ou mesmo ser ludibriado. 

Dessa forma, para evitar transtornos e arrependimentos, deve-se estudar com calma o segmento e dar um passo de cada vez. Esse é o caminho mais seguro.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *