Como definir o estilo de empresa mais viável para você

O número de empreendedores no Brasil está sempre aumentando. A quantidade de pessoas que decidem ser suas próprias chefes e investem em uma empresa é enorme e cresce cada vez mais.

Sobretudo ultimamente, visto que a crise econômica gera o desemprego e impulsiona as pessoas a procurarem formas alternativas de conseguir dinheiro.

Com muita criatividade, organização e dedicação, é possível abrir a própria empresa e crescer no mercado.

Mas como saber qual estilo de empresa se encaixa com o seu perfil? Este artigo reúne dicas para que o processo de decisão seja mais certeiro e possui algumas dicas de negócios a se empreender.

As decisões iniciais para a empresa

Também é um fato que o Brasil é um dos países com mais questões fiscais envolvidas no processo de abertura de uma empresa.

São exigidos laudos, vistorias, alvarás, todo um conjunto de aprovações e permissões, para que a atividade seja exercida.

Por isso, não é incomum que se conte com uma empresa de Outsourcing contábil e fiscal.

A palavra “outsourcing” significa terceirização em inglês, uma prática cuja popularidade só aumenta.

Contratar os serviços de uma especializada em contabilidade e questões fiscais é muito vantajoso, pois ela vai se responsabilizar por toda a papelada.

Podendo até incluir em seus serviços o comparecimento com os tribunais e reduzindo a carga tributária dentro da lei.

Assim, a empresa organiza a rotina financeira e tributária para que o seu contratante possa focar em cuidar do seu negócio.

Certifique-se de trabalhar com um contador licenciado no CRC (Conselho Regional de Contabilidade), afinal todas as empresas precisam ter um contador, como prevê a lei 10.406/2002 art. 1.179.

Outra dúvida frequente é sobre a organização societária, pois existem muitas possibilidades diferentes e todas possuem as suas vantagens e desvantagens.
Há certos objetos sociais que precisam adotar uma forma de organização específica, como é o caso dos bancos, que precisam ser uma sociedade anônima. Existem sociedades:

 

  • Em nome coletivo;
  • Em comandita simples;
  • Em  comandita por ações;
  • Limitada (LTDA);
  • Anônima (SA);
  • Simples.
Dentre todas, as mais populares no brasil são a Sociedade anônima e a limitada, pois resguardam os bens dos empresários.
As sociedades anônimas são mais populares entre empresas de médio e grande porte, pois possuem leis mais estritas.
As vantagens desse tipo de estrutura  são os meios para captação de recursos, tornando o negócio mais dinâmico.
Já a sociedade limitada (LTDA), a mais comum de todas, tem o menor custo de manutenção e limita a responsabilidade do empresário, mas o processo de capitalização é dificultado.

Qual negócio escolher?

Talvez um bom conselho seja investir em negócios de fácil execução, que contam mais com o capital humano do que com maquinário e equipamentos.

Sempre considere o contexto mundial atual e suas necessidades. Por exemplo, abrir uma Empresa de tradução de textos pode ser uma ótima ideia.

Basta contar com profissionais que dominem outro idioma e a globalização garante que haverá demanda.

É possível trabalhar com opções de traduções juramentadas, traduções técnicas, interpretação simultânea, multilíngue, mídia digital, entre muitos outros.

Uma prova de que essas empresas são necessárias é que muitas pessoas contam com os serviços de um tradutor ingles antes de fechar negócios.

Entender documentos, negociar com estrangeiros e estar por dentro do mercado financeiro. Tudo isso, pede pelo domínio de outras línguas, sobretudo o inglês.
Outros exemplos de negócios com muita demanda e que não exigem um grande investimento inicial são as corretoras de câmbio.
Empresas que trabalham com coaching (treinamento) e outros cursos, empresas que operam realizando vistorias e muitas outras.
A dica é que não se escolha apenas levando em conta o mercado, mas também o gosto pessoal. Um bom negócio é amado por seu dono, que fica motivado em investir todos os seus esforços no sucesso.
Além disso, quando se conhece o ramo, entende-se a própria empresa e seus funcionamentos.
Um bom líder sabe como cada processo da empresa se dá. E é capaz de opinar em qualquer um de seus aspectos.
Por fim, lembre-se de fazer um bom plano de negócio e de estar sempre atento quanto à evolução da empresa.
Isto é, é necessário que a empresa comece a dar lucro no período previsto. E que a marca ganhe cada vez mais força. Para isso, conte com a ajuda de corporações e colaboradores competentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *