Confira mais sobre a fabricação de alianças

Atualmente, há muitos tipos de segmentos no meio profissional – tanto novos quanto antigos -, porém, conhecemos alguns, mas não sabemos de forma mais profunda como funcionam, assim como sua produção e ferramentas.

Isso é comum, pois temos o costume de fazer todas nossas coisas tão automaticamente, que não paramos para pensar de uma forma diferente sobre tudo o que nos cerca e como eles foram produzidos e chegaram até ali.

Hoje iremos falar um pouco mais de um segmento muito desejado e procurado, que é a fabricação de aliança e joias.

Casais, futuros namorados, noivos, esposos e esposas estão sempre procurando renovar seus votos, assim como começar uma nova vida, sendo assim, esse anel especial sempre está presente.

Então para que você saiba mais sobre a produção das alianças, acompanhe o texto, pois falaremos sobre sua fabricação e quais as ferramentas utilizadas para que seja possível construir algo tão valioso. Leia e confira.

Torno para fabricar alianças

Para que seja possível produzir joias, como iremos falar, a indústria de metais preciosos investe com muita seriedade em máquinas que atendam variadas demandas, como as joalherias, ourivesarias e outros segmentos.

Isso porque, esses locais necessitam de máquinas que possam detalhar e enriquecer os materiais e, principalmente, fazer variados modelos, sempre com um design mais diferenciado que o outro, para que todos os públicos possam ser atingidos.

Uma dessas ferramentas é o torno para alianças, que faz parte da fabricação delas em alto volume e em grande escala por hora com, mais ou menos, umas 150 peças a cada hora, Ou seja, é muito ágil e rápido.

Além disso, possui um enorme custo-benefício, pois o equipamento, possui valores razoáveis e transformam a empresa, fazendo com que ela possa vender e inventar muitos tipos de joias e fazê-las com poucos recursos.

O torno para fazer aliança é uma das ferramentas mais utilizadas, e possui alguns benefícios como:

  • Vida útil longa;
  • Perfeição na modelagem;
  • Diminuição de erros;
  • Maior produtividade.

Essas e muitas outras vantagens possibilitam esse equipamento, que também proporciona finalização de aros e oferece acabamentos tanto internos quanto externos, fazendo com que o trabalho do torno para ourives seja completo.

Enfim, se você quer um material que ajude na economia de outros produtos, que possua uma alta resistência, seja forte, tenha um nível baixo de vibrações e ainda possibilite um acabamento perfeito – aposte, sem dúvidas, no torno.

Manutenção elétrica

Assim como qualquer outro local, principalmente, industriais, as fábricas de aliança vão precisar de manutenções e reparos recorrentes, pois ambientes como esses utilizam muito de todos os elementos possíveis.

Um deles é o conserto de motores elétricos, que são utilizados na maioria dos maquinários, do torno e outros, que dependem de força elétrica e também mecânica para que seja possível o funcionamento.

O motor elétrico deve passar por manutenções periódicas por vários motivos, como para prevenção.

Quando o funcionamento não está totalmente adequado, quando há falhas no sistema ou quando a energia não está atuando de forma correta.

Além dessa manutenção que é necessária para o funcionamento de todos os maquinários, é necessário também estar atento a montagem de quadros elétricos, que são os equipamentos que concentram toda a rede elétrica do local.

Eles devem estar sempre em dia, bem cuidados e reparados.

Para que não haja erros de distribuição de energia, queima de algum tipo de fio ou cabo e outros tipos de problemas que podem ocorrer diariamente por vários motivos – como falta de manutenção e envelhecimento.

Diamantadeira

Por último, falaremos da diamantadeira de alianças, que é uma outra máquina que está sempre presente nesse meio de joias. A ferramenta ajuda nos detalhes e na decoração do produto.

Elas executam muitas funções e são capazes de gerar lindas alianças. Além disso, aplicam cortes com precisão total, permitem o encaixe de pedras e a confecção de joias estilizadas e diferenciadas.

Chamado de processo de diamantação, ele é realizado em variados ângulos, proporciona uma enorme diversidade e deve ser utilizado sempre por profissionais experientes, para que o trabalho seja impecável.

Enfim, esses são alguns dos processos que uma fabricação de alianças possui em todo seu meio. Todas essas necessidades e etapas são feitas minuciosamente e quando todas elas estiverem feitas, as joias vão diretamente para as vitrines.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *