Como produzir marketing de conteúdo para o LinkedIn

O LinkedIn vem se tornando, com o passar dos anos, uma das principais ferramentas para quem procura fazer networking

Com as funcionalidades implementadas na plataforma, o que vem sendo postado pelos usuários está ganhando uma nova forma e um novo conceito. 

Pensando nisso, resolvemos trazer o tema de marketing de conteúdo para LinkedIn.

O interesse dos usuários em produzir conteúdo e gerar engajamento nesta rede social aumentou devido aos resultados que isso gera. Apesar dela não ser a rede social com mais usuários, ela pode se tornar bem lucrativa para quem escolhe publicar por essa plataforma.

Com um número considerável de usuários com o perfil profissional avançado – em grande parte pessoas, que tomam as maiores decisões dentro das empresas e executivos – o networking é uma das principais vantagens de estar criando conteúdo pelo LinkedIn.

Ao produzir conteúdo pela plataforma, você também cria relacionamentos lucrativos para sua vida profissional. 

Nós vamos mostrar, neste artigo, como você pode iniciar agora mesmo a sua produção de conteúdo no site, alcançando pessoas influentes e gerando cada vez mais engajamento e leads. Vamos nessa?

Por que publicar no LinkedIn?

Com 660 milhões de usuários no mundo todo, esta rede social se caracteriza, em grande parte, por pessoas que buscam notícias e atualizações sobre o seu mercado de trabalho. Isso é um ponto inicial importante para definir o por que de publicar conteúdo por lá. 

O algoritmo do LinkedIn dá mais destaque aos conteúdos que mais geram engajamento. 

É por esse motivo que, normalmente, vemos publicações de semanas antes naquela rede social no nosso feed. É desta forma que você pode se destacar publicando na plataforma. 

A Business Insider Intelligence divulgou um estudo apontando que o LinkedIn é a mídia social mais confiável, superando redes como o Instagram, Facebook e YouTube. 

Se o mercado e os próprios usuários enxergam a rede social desta forma, como produzir conteúdo relevante e, consequentemente, conseguir engajamento nesta rede social?

Qual tipo de conteúdo devo postar no LinkedIn?

O LinkedIn permite que você publique artigos mais completos para compartilhamento com sua rede e amigos, além de fazer atualizações mais curtas, como troca de cargo, conquistas e comentários breves sobre qualquer outro tema.

Por isso, quando você for publicar algo nesta rede, o importante é ter em mente qual tipo de conteúdo você deseja produzir, seguindo algumas práticas que possam gerar mais engajamento. 

Se você está trabalhando no setor de transportes, por exemplo, a nossa dica é que você fique atento aos conteúdos mais relevantes do seu setor. O próprio time do LinkedIn faz isso para você, com uma curadoria especializada. 

Estas listas ajudam você a se manter atualizado pelo que está sendo falado, e até mesmo criar seu próprio conteúdo dentro deste assunto, mostrando que é um profissional de olho nas tendências do mercado. 

Isso leva a outro ponto importante. que é: o conteúdo deve gerar valor para sua persona. Para isso, o conteúdo produzido deve ser consistente e buscar entender as dores dos demais usuários, principalmente se você for apontar soluções. 

Entender o seu público é fundamental para que você consiga criar algo que realmente impacte ele positivamente. 

Também lembre-se de evitar temas polêmicos, principalmente ligados à política, uma vez que fogem ao objetivo do LinkedIn e pode criar uma imagem ruim de você perante ao mercado. 

Entender o mercado é o ponto inicial

Já abordamos no texto a importância de você estar ligado no que o mercado vem falando sobre o seu setor, mas é necessário mensurar e avaliar qual estratégia deve ser seguida na hora de produzir seu conteúdo, com base em dados e análise. 

É preciso também que este material seja envolvente, desde seu título até o conteúdo final, seja em vídeo ou artigo. 

Dessa forma, dá ao leitor a oportunidade de ter uma boa noção do seu pensamento e sua capacidade de produzir algo. 

Uma estratégia que pode agregar neste processo é criar uma calendário de artigos, que podem se transformar em uma série. Assim, todos os artigos ficam interligados, direcionando-os para o principal. 

Desta forma, o número de visualizações dos seus artigos vai, certamente, aumentar. Incentivar pessoas a terem uma ação a partir do seu texto, como compartilhar, curtir ou comentar, também ajuda no seu engajamento.

Qual conteúdo é ideal produzir?

O LinkedIn, neste caso, não é muito diferente das outras redes sociais. O ideal é você abordar todas as funcionalidades e ferramentas que a plataforma dispõe, como escrever tutoriais, incluir imagens, vídeos, diagramas e outros conteúdos visuais.

Isso ajuda o leitor a compreender o assunto e maiores são as chances dele ser compartilhado.

As hashtags também são uma forma de o usuário a encontrar o seu conteúdo nesta rede social. Utilizar-se desta funcionalidade atrai novas pessoas para seu conteúdo, ajudando a sua marca pessoal a ganhar mais visibilidade.

Você também pode usar a plataforma para gerar tráfego para seu site pessoal, o que significa um tráfego mais qualificado, devido ao perfil do público da rede social. 

Networking é a palavra-chave

Como de praxe em toda rede social, o importante é criar relacionamento com outras pessoas. São elas que vão interagir com você e poderão, além de apenas curtir, compartilhar as suas ideias. 

Assim, o conteúdo produzido consegue criar um valor muito maior com este futuro cliente, bem como diminuir os gastos de captação, que poderiam ser usados em outros meios.

Como a concorrência está sendo maior a cada dia, saiba que o LinkedIn não é Facebook.

Portanto, manter o comportamento profissional é o primeiro passo para se destacar nesta rede. 

Gostou? Confira outros artigos sobre LinkedIn clicando aqui e aqui, conteúdos originalmente desenvolvidos pela equipe do blog Você Digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *