Como escolher o ar-condicionado ideal

Você quer ter aquele geladinho gostoso no seu ambiente? Saiba o que considerar para ter um ar-condicionado em casa. São vários os fatores que você deve observar antes de fazer a compra:

Potência do aparelho

Um dos principais fatores a se considerar na hora de comprar um ar-condicionado é sua eficiência em relação ao ambiente em que ele será instalado. Os aparelhos possuem grande variedade de potência, indo de 7.000 BTU’s (unidade comum de medida de potência) até 20 TR (toneladas de refrigeração).

Para conhecer o aparelho adequado para o seu ambiente, você pode utilizar calculadoras disponíveis na internet. Elas equacionam as dimensões do cômodo, quantas pessoas costumam frequentá-lo, a quantidade de eletrônicos no espaço e a presença de janelas e exposição ao sol.

Um aparelho menos potente que o ideal precisará trabalhar mais para refrigerar o ambiente, gastando mais energia. O inverso também ocorre: se você tiver um equipamento muito potente para o espaço, ele gastará energia desnecessariamente.

Economia do aparelho

Os aparelhos eletrônicos no Brasil possuem uma certificação de economia de energia. O Selo Procel de Classe, criado pelo Inmetro, informa o aproveitamento e consumo de energia com uma classificação de A a E, sendo a etiqueta “A” a indicadora de maior economia de energia. Na hora da compra, observe esse marcador e priorize os aparelhos com Selo Procel A.

Modelo de aparelho

Existem diversas gerações e modelos de aparelho de ar-condicionado e cada um tem suas características específicas. Veja qual se adequa melhor ao seu espaço e usabilidade.  

Ar-condicionado portátil

Esse modelo é ideal para quem não quer ter dor de cabeça com a instalação, pois ela não é necessária. O aparelho portátil é bom porque permite mobilidade, podendo ser usado em diferentes cômodos da casa. Por outro lado, ele é menos potente, e por isso consome mais energia.

Ar-condicionado de janela

Esse modelo é composto por uma peça única. Nele, o sistema de escape fica para fora da residência e o sistema de refrigeração fica na parte interna. Ele é simples e tem preços mais populares, sendo mais acessível. Seu manuseio é fácil e sua instalação não é trabalhosa. O próprio morador é capaz de fazê-la, mas é preciso um buraco ou vão no ambiente, próprios para acomodar o aparelho.

Ar-condicionado split

Esse modelo é mais moderno, mas, por ser formado por duas peças o evaporador fica no ambiente interno e o condensador no externo , tem uma instalação mais complicada, demandando auxílio profissional. Esse aparelho não necessita de um vão no cômodo, mas de um espaço para passar a tubulação. Ele é o modelo mais econômico em termos de consumo de energia, mas tem preços mais elevados. Há diversos modelos de split no mercado:

Split convencional

Esse é o modelo de split mais comum. Apesar de ser econômico, ele gera um gasto de energia a mais por desligar e ligar várias vezes durante o funcionamento para a manutenção da temperatura.

Split inverter

O modelo inverter tem uma tecnologia de ciclo contínuo, não desligando durante seu funcionamento. Isso evita picos de energia no momento de religar, gerando mais economia de eletricidade.

Split dual inverter

Esse modelo é ainda mais econômico. Ele possui um rotor duplo no compressor, trazendo ainda mais estabilidade e, assim, menos gasto de energia. Aparelhos com essa tecnologia reduzem em até 70% o consumo de eletricidade se comparados a outros modelos.

Ciclo quente e frio

Existem aparelhos split que possuem o ciclo quente e frio, também chamado de ciclo reverso. Esses modelos, além de refrigerar, têm a capacidade de gerar calor no ambiente, funcionando como um aquecedor para os dias frios. Esse modelo gera economia de dinheiro e espaço, já que realiza duas funções distintas.

Funcionalidades Timer e Sleep

Para gerar ainda mais economia, alguns aparelhos de ar-condicionado possuem as funções timer (temporizador) e sleep (soneca). Na função timer o aparelho é configurado para desligar depois de algumas horas de funcionamento. Já na sleep, o aparelho reduz a atividade de funcionamento com a intenção de manter uma temperatura mais amena durante o horário de sono.

Conectividade Wi-fi

Alguns aparelhos mais modernos são “inteligentes”. Eles se conectam à rede de internet da casa e, assim, podem ser configurados à distância pelo usuário. Alguns aparelhos possuem aplicativos próprios para essa gerência. 

Texto: Gear Seo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *