As principais novidades em segurança de veículos dos últimos tempos

A segurança é o fator mais importante para preservar tanto o seu carro quanto a sua integridade física e a da sua família. 

No trânsito, acabamos ficando suscetíveis a inúmeros fatores de risco que nem sempre estão sob o nosso controle, portanto, é imprescindível tomar todas as precauções possíveis.

Seja em relação à troca de peças, manutenção do veículo ou itens e demais acessórios de segurança, é necessário manter-se atualizado e estar sempre em dia com as obrigações do automóvel.

A fim de diminuir acidentes, constantemente, órgãos regulamentadores, como o Contran (Conselho Nacional  de Trânsito), lançam resoluções que devem ser, obrigatoriamente, seguidas não somente pelos motoristas, mas, muitas vezes, também, pelos fabricantes.

Novidades em segurança de veículos

Em janeiro de 2020, duas resoluções do Contran passaram a vigorar para veículos novos comercializados no Brasil.

São elas:

Controle de estabilidade

A primeira delas determina que os carros que forem fabricados, a partir deste ano, devem trazer, em sua série, o controle de estabilidade, que se encaixa nos mecanismos da segurança ativa — tendo ações para impedir os acidentes, não diminuir os danos.

Essa lei, produzida no ano de 2015, é válida tanto para os novos modelos quanto para aqueles que passarem por transformações grandes, como uma possível mudança de geração.

Em relação aos veículos que estão em linha por todo o país e sofrerão pequenas alterações, como reestilização e mudança de modelo ou de ano, será compulsória a adoção do controle de estabilidade até o ano de 2022.

O que é controle de estabilidade?

Conhecido como ESP ou ESC, segundo o fabricante, em linhas gerais, o controle de estabilidade evita que o veículo desvie de seu trajeto original. 

Ele “prende” o automóvel em pistas escorregadias ou molhadas e, também, em curvas mais fechadas.

Isso é realizado por meio de sensores que, a partir do momento que detectam a perda de controle do carro, fazem com que uma espécie de central reduza o giro do motor e, até mesmo, se for preciso, acione o freio. 

Como é perceptível, o controle de estabilidade é um item de segurança primordial, obrigatório nos Estados Unidos e na Europa já há alguns. 

Cinto de segurança, apoio de cabeça e Isofix

Já a segunda resolução do Contran, também criada no ano de 2015, é relacionada aos cintos de segurança e passou a valer no dia 29 de dezembro de 2019.

Ela estabeleceu que qualquer veículo que seja vendido no país deva trazer, para todos os ocupantes do automóvel, apoios de cabeça e cintos de segurança que possuam três prontos. 

Além disso, também deve ser oferecida uma fixação para cadeirinhas do estilo Isofix. 

Porém, diferentemente da resolução que determina o controle de estabilidade, essa é aplicável a, absolutamente, todos os veículos comercializados no país, não importando se eles são novos ou se já existiam antes.

Por mais que o encosto de cabeça possa parecer algo irrelevante, ele assegura um maior apoio para o pescoço caso haja alguma colisão na parte de trás do veículo. 

Já o cinto de três pontos dá uma maior proteção aos ocupantes do carro quando comparado ao padrão de cinto subabdominal de alguns automóveis que só possuem dois pontos de fixação.

Texto: Gear Seo 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *