A Profissão Que Mais Cresceu no Brasil Nos Últimos Anos

Professor, engenheiro, jornalista, administrador, dentre outros. Você provavelmente já conhece todas essas profissões, não é mesmo? Porém, nos últimos anos nenhuma delas cresceu como a de cuidador de idosos.

De acordo com o Ministério do Trabalho, em um levantamento divulgado no final de 2018, o número de cuidadores de idosos no Brasil teve um aumento de 547%.

Ou seja, esta é uma área que está sendo mais valorizada a cada dia e que está gerando boas oportunidades.

O cuidador de idosos e a expectativa de vida do brasileiro

 

Antes de falarmos mais sobre a profissão, um fator relevante para entendermos melhor o contexto deste crescimento está relacionado a expectativa de vida do brasileiro.

Você sabia que atualmente ela está em 76,3 anos? Pois é, uma idade bastante elevada se compararmos, por exemplo, com a expectativa de vida na década de 60, que era de apenas 50 anos.

Portanto, cada vez mais, vemos uma quantidade maior de pessoas na sociedade com idade avançada. 

Logo, profissionais que trabalham com essa faixa etária, ou seja, os cuidadores de idosos, possuem diversas oportunidades no mercado e claro, são de extrema importância.

Agora vamos entender mais sobre a profissão!

A profissão de cuidador

 

Apesar do enorme crescimento nos últimos anos, o cuidador sofre com um grande problema: a falta de regulamentação da profissão. 

Com isso, ainda não existem definições claras a respeito da formação e do conteúdo obrigatório que os cursos de especialização devem oferecer para formar profissionais na área.

Mesmo assim, quem pretende ser um cuidador de idosos precisa ter a qualificação profissional, principalmente para acompanhar as diversas mudanças geradas pelas demandas da sociedade.

Afinal, muitos idosos têm doenças crônicas, redução de mobilidade, perda de visão e audição, maior propensão a demências e necessidade de ficar acamado.

Portanto, ser um cuidador envolve inúmeros desafios e estar preparado para cada um eles é fundamental.

Principais características de um bom cuidador

O cuidador de idosos é o profissional responsável por zelar pelo bem-estar físico e mental de pessoas na terceira idade e, para isso, precisa ter algumas características, como:

  • Paciência;
  • Empatia;
  • Carinho;
  • Atenção;
  • Organização;
  • Delicadeza;
  • Sensibilidade;
  • Responsabilidade;
  • Constante busca por atualização profissional.

Principais atribuições do cuidador

Existem diversas atribuições que um cuidador deve ter, claro que dependerá de alguns fatores, como o local de trabalho. Porém, no geral, as principais atribuições são:

  • Acompanhar e auxiliar o idoso em sua mobilidade e atividades domésticas;
  • Ajudar na alimentação;
  • Auxiliar na higiene pessoal;
  • Administrar e ajudar a tomar os medicamentos;
  • Promover a inclusão social;
  • Manter os ambientes organizados e limpos;
  • Fazer companhia e oferecer apoio emocional ao idoso.

E onde o cuidador de idosos pode trabalhar?

 

O cuidador de idosos pode trabalhar em diversos locais, por exemplo:

  • Em clínicas; 
  • Hospitais;
  • Asilos;
  • Centros de recuperação; 
  • Órgãos públicos;
  • Em residências (conhecido como home care).

Ou em um lar para idosos, local onde há outros profissionais da área que contribuem, assim como o cuidador, para uma vida melhor às pessoas que estão na terceira idade.

E então, você já conhecia sobre esta profissão? Pensa em trabalhar nesta área? Deixe um comentário abaixo e conte para a gente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *