Cozinha planejada: invista nesta ideia!

Ao olhar os anúncios de lojas de móveis, é comum as pessoas se depararem com a oferta de várias soluções para a montagem de uma cozinha planejada.

Por que isso acontece? É que não há espaço suficiente para tantas pessoas nas cidades. A área livre para a construção de novos imóveis está mais reduzida. E, por isso, muitos ambientes das residências, mesmo que sejam importantes, acabam ficando compactos.

Andrea Bento

Dentro de uma cozinha, é necessário ter muitos aparelhos e utensílios domésticos. Desta lista, os itens mais importantes são a geladeira, o fogão e a pia.

Mas para quem vive uma vida agitada e aprecia as facilidades que as novas tecnologias oferecem, pode optar por colocar nesse ambiente muito mais coisas. Só pra citar, por exemplo, há a máquina de lavar louças, a fritadeira e a torradeira elétrica.

Máira Ritter

Os móveis prontos versus móveis planejados para cozinhas

Como se pôde ver, é uma quantidade bem grande de coisas que se precisa guardar numa cozinha. Os móveis prontos, oferecidos por certas empresas, podem até ser mais baratos e bonitos, mas dificultam a montagem do layout dos ambientes.

Isso porque suas medidas inalteráveis deixam pouca margem para a pessoa tentar organizar melhor a área livre no ambiente. Ou seja, não há jeito de otimizar o espaço.

Vitral Arquitetura

Com móveis prontos, o decorador trabalha com medidas padrão. Se ele colocar na lista de compras os armários e balcões antes dos eletrodomésticos pode ser que, mais tarde, tenha uma triste surpresa.

Há uma chance enorme de muita coisa não caber dentro dos vãos disponíveis; ou o contrário, sobrar um vão enorme ao redor dos eletrodomésticos. É mais ou menos o que ocorre com os nichos vagos para colocar microondas e fornos.

Danyela Corrêa e Tetriz Arquitetura e Interiores

Esteticamente, os móveis prontos podem não dar um resultado visual tão bonito quanto os planejados. Fora que eles nem sempre são muito resistentes, ficando facilmente danificados com excessos de peso ou umidade.

Isso são coisas que podem ser evitadas quando o projeto para a cozinha é personalizado de acordo com as características do ambiente, além do gosto e as necessidades de seu proprietário.

Mauren Buest e BY Arq&Design

As características dos móveis planejados para cozinha

O que as lojas chamam de móveis planejados para cozinha pode ser classificado em duas vertentes. A primeira – e mais comum – são os móveis modulados, ou seja, blocos de peças para montagens de balcões e armários com medidas previamente estabelecidas pelo fabricante.

E para deixar a cozinha bem a cara do cliente, muitas opções de ajustes são oferecidos, como puxadores, tamponamentos e rodapés.

Andrea Petini

Já a segunda opção é mais flexível. Trata-se da cozinha totalmente planejada. Nesse caso, cada uma das peças é projetada individualmente. Não existem padrões pré-estabelecidos.

O cliente pode mudar os detalhes de tudo, pedir recortes e espessuras especiais. E vê-se até uma melhor adaptação dos eletrodomésticos nos espaços vagos – já que esses são feitos sob medida com base nas proporções dos aparelhos.

Next Arquitetura

As vantagens de uma cozinha planejada

Cozinha planejada pode parecer ser a opção mais cara para o consumidor. A ideia está equivocada! Trata-se do custo-benefício! O processo de projetar, somado à execução das peças, como um todo, custa mesmo mais caro.

Porém, as vantagens em troca disso são maiores. Obtêm-se um produto final com mais beleza, qualidade e resistência. Não há maneira melhor de otimizar o espaço de um ambiente compacto!

Tetriz Arquitetura e Interiores

Tem muita coisa bacana que a pessoa pode receber em troca investindo em uma cozinha planejada. Mesmo os cantos mais problemáticos de sua casa – cheios de recortes, angulações ou shafts – podem ser aproveitados. Não há necessidade de ter todas as peças mobiliárias iguais, na mesma cor, acabamento ou sistema de abertura de porta. E pode-se brincar com as transparências, reflexos, alturas e bordas.

Glaucio Gonçalves

Definitivamente, não há limites para a criatividade do designer quando se trata de planejamento de cozinhas – ainda mais se os móveis forem feitos sob medida. Fora que, se a própria arquitetura do ambiente puder ser planejada, melhor.

O projetista habilitado – que é o arquiteto ou engenheiro – pode prever novos locais para a saída de água e esgoto, ou outros pontos de energia elétrica. Também fazer mudanças estruturais, rebaixos de forros e mais.

BG Arquitetura

O planejamento de uma cozinha pode englobar tudo isso e mais. Desde a paginação do piso até o tipo de luminária utilizada no teto. As lojas podem apenas oferecer ajuda para o detalhamento dos móveis.

Então, na dúvida, se você precisa fazer uma reforma completa na sua casa, contate, antes, um arquiteto ou decorador. Lembre-se que estudar os detalhes evitará imprevistos e dores de cabeça no futuro.

Estas dicas para investir em uma cozinha planejada foram criadas pela equipe Viva Decora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *