Saúde íntima: saiba quais são os melhores tecidos para calcinhas

Encontrar o tecido ideal para as lingeries é fundamental para ter uma boa saúde íntima, além de conforto e qualidade. Existem diversos tipos e modelos, como as calcinhas de algodão, lycra, microfibra, as de renda e até mesmo as calcinhas sem costura

Além das cores e dos acabamentos detalhados, saber escolher o material é fundamental não só para o conforto, mas também para a higiene. Alguns tecidos ajudam a melhorar a sensação de bem-estar e de frescor, além de evitar alergias e irritações. 

É preciso ficar de olho em tecidos respiráveis e que se moldem de forma eficiente ao corpo, afinal, a saúde íntima é muito importante. Confira a lista que preparamos com os melhores materiais para as calcinhas e escolha a que mais combina com você e com o seu estilo.

Algodão

Este é o modelo mais encontrado no mercado. Há diversas opções para qualquer estilo e gosto. Ela é ótima para aquele dia longo de trabalho ou de calor, por ser altamente respirável.

O algodão é um dos melhores tecidos para a região íntima, pois possui:

  • Fibra natural;
  • Leve;
  • Altamente absorvente;
  • Entre outras vantagens.

Dessa forma, a calcinha fica mais confortável e evita a proliferação de fungos e bactérias. Além disso, costumam ser as mais resistentes e fáceis de lavar. 

Se antigamente as calcinhas de algodão eram vistas como modelos para as vovós, hoje elas são aceitas e muito usadas em todas as idades. Há diversas opções no mercado, com cores e tamanhos variados, além de terem aplicações de outros tecidos e elementos.

Só tome cuidado com as costuras muito grossas, pois elas podem marcar a roupa. Escolha o modelo e tamanho certo para não afetar o look.

Microfibra

Este tecido tem uma grande variedade de estilos, estampas e modelos, desde os mais sensuais aos mais simples e básicos.

As calcinhas de microfibra são compostas pela junção de poliamida e poliéster, garantindo a maciez e a absorção de umidade pela peça. Além disso, se você busca um produto com alta durabilidade e muito resistente, essa é a melhor opção.

Elas também dão conforto e suavidade ao corpo por serem de um tecido leve. A microfibra também é a melhor opção para as calcinhas de cós alto, pois tem poder de sustentação.

Mas fique de olho nos dias mais quentes, pois ela não é indicada em épocas de calor. O material tende a aquecer em longos períodos e prejudica a respiração da região íntima.

Outra dica é usar os modelos sem costura, principalmente para os looks que são mais marcados e apertados. Além do conforto, ela ajuda por ser discreta e passar despercebida na roupa.

Renda

Uma das queridinhas das brasileiras, a renda é conhecida por trazer sensualidade à lingerie. São ótimas para quem quer se sentir mais feminina, e tem para todos os gostos, desde as fio-dental até as maiores.

Essa peça surgiu por volta do século XVI, na Europa, entre os ricos e a nobreza, por isso a conexão com a elegância e a delicadeza. Geralmente, combinam bem com tecidos como algodão, seda e linho, e podem ser transparentes e bem finas.

A grande vantagem da renda é a leveza da peça, além da beleza, claro. As lingeries desse modelo não costumam marcar nas peças. Mas vale lembrar que não devem ser usadas por muito tempo, pois podem dificultar a respiração da região íntima, causando mau cheiro e até infecções.

Ela é indicada para aquelas ocasiões especiais, em que vale a pena investir na sua sensualidade, desde que não seja por muito tempo. Mas com certeza, é importante ter alguns destes modelos à disposição. 

Texto: Gustavo Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *