Registro de ponto: o que é? E qual tipo vale mais a pena para sua empresa?

Se antes era desnecessário, hoje o registro de ponto é imprescindível em qualquer empresa que prima pela disciplina, pontualidade, assiduidade e um eficiente controle da jornada de trabalho do funcionário.

Manual ou automatizado, o método é um grande companheiro no planejamento do setor de Recursos Humanos. 

Se você quer saber mais sobre o registro de ponto e suas utilidades, você está no lugar certo. Neste artigo, nós vamos mostrar as vantagens, os tipos e como contratar um serviço de qualidade. 

O que é registro de ponto?

O registro de ponto é uma maneira de monitorar a rotina de trabalho dos colaboradores de uma organização, contabilizando as marcações como entrada, saída e intervalo. O sistema funciona a partir da marcação de cada indivíduo.

Através dos dados, é possível avaliar a quantidade de horas extras, atrasos, e, assim, fazer o cálculo da folha de pagamento. Logo, no final do mês o funcionário receberá um documento no qual analisará os dados registrados para assinar. 

Após a confirmação, o salário será entregue de forma correta. 

Existe lei para registro de ponto?

Sim. O artigo 74 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) comprova que estabelecimentos com mais de 20 colaboradores precisam efetuar o registro de ponto de seus empregados. 

Mas são as portarias 1510 e 373 que realçam os direitos trabalhistas, principalmente quando se trata de um sistema de ponto eletrônico. Vamos a elas!

Portaria 1510

Instituída em 21 de agosto de 2009 pelo extinto Ministério do Trabalho, a Portaria 1510 se responsabiliza pelo uso de ponto eletrônico no cálculo dos horários dos funcionários. 

Conhecida como Lei do Ponto Eletrônico, ela protege o direito do trabalhador referente a qualquer fraude que envolva sua jornada profissional, principalmente quando se trata de horas adicionais. 

Por isso, a portaria é importante durante algum problema de cunho judiciário. Entre suas principais vantagens: 

  • Colabora com o setor de Recursos Humanos;
  • Aumenta a confiabilidade sobre os dados;
  • Proporciona a obediência ao registro de ponto;
  • Entre outras ações.

Continue a leitura e entenda as outras portarias.

Portaria 373

Como complemento da Portaria 1510, a 373, de 2011, surgiu com o aparecimento de novas ferramentas digitais, como o registro de ponto eletrônico. Nesse sentido, ela é mais compreensível em relação à 1510 por ter menos detalhes do que o sistema manual. 

Veja o que diz a Portaria 373: 

Art.1º Os empregadores poderão adotar sistemas alternativos de controle da jornada de trabalho, desde que autorizados por Convenção ou Acordo Coletivo de Trabalho.

  • 1º O uso da faculdade prevista no caput implica a presunção de cumprimento integral pelo empregado da jornada de trabalho contratual, convencionada ou acordada vigente no estabelecimento.

 

  • 2º Deverá ser disponibilizada ao empregado, até o momento do pagamento da remuneração referente ao período em que está sendo aferida a freqüência, a informação sobre qualquer ocorrência que ocasione alteração de sua remuneração em virtude da adoção de sistema alternativo.

 

Art. 2° Os empregadores poderão adotar sistemas alternativos eletrônicos de controle de jornada de trabalho, mediante autorização em Acordo Coletivo de Trabalho.

Tipos de registro de ponto

Conheça em mais detalhes quais são os registros de ponto, bem como as características de cada um.

1. Livro de ponto

Método mais antigo e barato de controle de ponto, até hoje é utilizado principalmente nas pequenas e médias empresas. O funcionário anota à caneta seus horários de chegada e de saída da instituição.

Por ser um sistema manual, demanda mais esforço do RH para contabilizar a rotina dos funcionários, visto que há maior possibilidade de erros ou de rasuras no documento. 

2. Relógio de ponto

Conhecido também como ponto cartográfico, aqui o colaborador usa um cartão em papel que permanece ao lado da máquina. 

Nos horários combinados, ele aciona o cartão no aparelho. A grande possibilidade de erro ocorre se um funcionário bater o ponto com o documento de outro colega.

3. Registro de ponto eletrônico

Neste caso, o colaborador identifica sua entrada e saída de duas formas: por meio de um crachá de identificação no aparelho ou por sistema biométrico, na maioria das vezes, através de impressão digital. 

Mais seguro comparados aos tipos anteriores, o registro de ponto eletrônico facilita a marcação e o controle do Recursos Humanos. Além disso, ele tem a capacidade para emitir documentos fiscais, o que proporciona maior agilidade na confirmação dos dados. 

4. Controle de ponto online

Mais moderno entre todos os sistemas, o controle de ponto à distância autoriza que o funcionário registre seus horários de qualquer lugar através do acesso a um aplicativo. 

O processo melhora a vida do gestor que, a partir disso, pode analisar as informações dos funcionários em tempo real. Além do mais, os dados são armazenados em uma nuvem, o que impede a possibilidade de fraudes. 

5 principais benefícios do registro de ponto eletrônico

Se seu empreendimento quer implementar um registro de ponto online, diversas vantagens levarão você a contratar um serviço o mais rápido possível. Entre os principais benefícios, destacam-se: 

  1. Diminuição de custos;
  2. Fortalece a organização na empresa;
  3. Melhora a assiduidade, pontualidade e produtividade do colaborador;
  4. Fornece indicadores atualizados para os líderes;
  5. Aprimora a confiança entre o funcionário e a instituição. 

 

Ou seja, são diversas as vantagens oferecidas por esse sistema.

Conheça a GeoVictoria: registro de ponto para a sua empresa

Na busca de um sistema de ponto eletrônico de qualidade para o seu negócio? Não perca tempo e agende um horário com a GeoVictoria

Empresa com mais de 10 anos no ramo, ela possibilita o melhor método de controle de ponto, pois conta com controle de assiduidade e gerenciamento 100% compacto com o Recursos Humanos de qualquer ambiente de trabalho. 

Mais de 5.000 marcas de renomes confiam na GeoVictoria. Acredite, você terá em suas mãos a entrada e saída dos funcionários em tempo real, cálculo automatizado de horas, indicadores de frequência, e muito mais. 

Deseja conhecer a GeoVictoria e saber como funciona o método na prática? Entre em contato agora com os especialistas. 

Este post foi escrito especialmente para o blog XXX e é uma iniciativa da GeoVictoria de apresentar os benefícios que o registro de ponto eletrônico pode trazer para a sua empresa.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *