Contabilidade: planeje seu 2020 para não ter surpresas

Cuidar da sua contabilidade deve ser uma das suas principais metas para 2020. Muitas pessoas estão buscando colocar em dia as suas dívidas, principalmente depois de algum tempo de recesso econômico nacional. 

Por isso, é fundamental se atentar aos seus gastos e saber como direcioná-los adequadamente.

Para não ter surpresas e até mesmo reduzir custos que podem ajudar na economia, você deve analisar quais são as suas contas mensais e, se necessário, abrir mão de gastos supérfluos.

Esse é um dos meios mais eficientes para minimizar as dores de cabeça relacionadas às contas da sua família, sem prejudicar as suas noites de sono.

Sendo assim, se você quer saber como planejar as suas finanças para ter um 2020 mais organizado e com controle total sobre a sua contabilidade, siga na leitura deste artigo.

A inadimplência em 2019

O inadimplemento dos brasileiros tem sido um assunto bastante recorrente. 

Isso, porque, depois da crise financeira que deixou muitas pessoas desempregadas, essa taxa teve seu crescimento inevitável.

Segundo dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), no mês de setembro, o número de famílias endividadas chegou em 65,1%. 

Já para o mês de outubro, a notícia é otimista: houve uma pequena redução, indo para 64,7%.

Mas, em termos de inadimplência, esses dados ficam em 24,9%. Isso quer dizer que muitas pessoas ainda estão com grande dificuldade de diminuir o seu saldo devedor.

Por isso, é necessário encontrar alternativas para conseguir equilibrar as suas finanças, evitando que a sua contabilidade fique no vermelho no próximo ano.

A importância de um planejamento financeiro

Organizar a sua contabilidade é o primeiro passo para pagar as dívidas antigas e não acumular as novas.

Mesmo que algumas pessoas ainda relutem em criar um planejamento financeiro, essa pode ser a solução ideal para conseguir estabelecer as prioridades e cortar gastos desnecessários.

Para isso, é preciso:

  • Entender os seus gastos fixos;
  • Entender os custos extras;
  • Encontrar alternativas;
  • Cortar as despesas desnecessárias.

Toda família possui gastos fixos e necessários, como é o caso das contas de consumo de eletricidade e água, assim como aluguel, internet e alimentação.

Essas despesas são inevitáveis, o que quer dizer que você deve contabilizá-las em primeiro lugar.

Nos custos extras, entram todos os gastos que a sua família tem, mas que não são essenciais para a rotina. 

Entre eles, podemos elencar alguns tipos de passeios, alimentação fora do lar e outros bens de consumo.

Para esses casos, é possível encontrar alternativas, o que quer dizer que você pode optar por soluções que custem menos para o seu bolso.

Aproveitar os passeios com menores custos ou aqueles gratuitos, preparar a sua alimentação em casa e deixar de consumir alguns dos itens que possuem valores mais altos podem ser alternativas interessantes para sua economia financeira.

Além disso, também existe a opção de cortar gastos: em tempos de economia, você pode abrir mão de uma série de produtos e serviços para conseguir regularizar a sua situação financeira.

Esses são apenas alguns elementos que podem ajudar no seu planejamento econômico, ajudando você a entender mais os seus custos e diminuir o seu gasto mensal.

Dicas para administrar a sua contabilidade

Depois de entender mais sobre o cenário econômico nacional e a importância de se planejar financeiramente, selecionamos dicas que podem ajudar na sua administração. São elas:

  • Acompanhar as suas despesas diárias;
  • Comparar preços antes de comprar;
  • Realizar compras à vista;
  • Economizar e guardar.

Acompanhar as suas despesas diárias pode ser um meio de economizar mais.

Você pode utilizar um caderno ou criar uma planilha para registrar todos os seus gastos do dia, visualizando mais facilmente onde o seu dinheiro está sendo usado.

Também é de grande importância comparar preços e optar por aqueles que forem mais convenientes para o seu bolso. 

Pode ser necessário deixar de adquirir itens que você não esteja precisando, como uma maneira de gastar menos.

Outra estratégia bastante interessante para diminuir os seus custos mensais é a de realizar as suas compras em dinheiro. 

Ao deixar o seu cartão de lado, você consegue visualizar de maneira mais prática o quanto possui para realizar compras e adquirir diversos itens.

Além disso, é fundamental economizar e guardar uma quantia mensal. 

Assim, para casos urgentes, sempre haverá uma reserva, evitando que você tenha que entrar em uma nova dívida.

Seguindo essas dicas, é possível planejar os seus gastos para ter um 2020 muito mais econômico e sem entrar no vermelho, ou seja, um ano financeiramente mais tranquilo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *