O que é e para que servem o sensor de nível e o medidor analítico

Enquanto o sensor de nível tem como objetivo medir a altura do líquido nos reservatórios e tanques em que foram instalados.

O medidor analítico realiza a avaliação do PH nos processos em diferentes ambientes como: água super pura, medição higiênica de um bio aterrador, como também na produção química suja.

Os setores da indústria que fazem uso destes tipos de equipamentos, alcançam maior precisão nos processos, garantindo assim melhor desempenho da sua empresa.

Além de fazer uma economia significativa, já que há uma grande redução do desperdício nas operações.

Confira!

Como se dá o funcionamento de um sensor de nível

Produzido para a atuação em diferentes pontos fixos, o sensor de nível avalia os valores alcançados em determinado processo.

A partir de então é desencadeado algum tipo de ação que seja essencial para a operação, como também para a segurança do sistema em que o sensor de nível está instalado.

Alguns exemplos de tarefas que podem ser acionadas pelo sensor de nível são: acionamento de um alarme, ligação de uma bomba e curso de operações automáticas a partir do momento que o nível atinge seu ponto fixo.

Para o seu funcionamento o sensor de nível conta com duas partes: um circuito de saída e um detector de nível.

A função do detector de nível é informar ao circuito de saída sobre a ausência ou presença do nível em uma dada posição.

Assim, o circuito de saída fica encarregado de fazer a alteração do estado de saída do sensor, com base na informação enviada pelo detector.

Diferentes tipos de sensor de nível

Sensor de Nível Bóia: Esse equipamento, mesmo sendo uma alternativa simples, é muito difundido no mercado, graças ao baixo custo e simplicidade de aplicação.

Embora possa ser instalado tanto no sentido vertical, quanto no horizontal, normalmente o sensor de nível é colocado horizontalmente na lateral do reservatório.

Assim, quando a altura do líquido aumenta ou diminui, ocorre a movimentação simultânea da boia e, por meio de uma haste, acontece o acionamento do contato de maneira magnética.

Sensor de Nível Capacitivo: Funcionando como um capacitor, que é constituído de duas partes, uma é o Sensor e a outra é a parede metálica do tanque, possuindo entre os dois o material isolante.

Tendo em vista que a capacitância se refere à capacidade de armazenamento do capacitor, ou seja, depende não apenas das áreas da placa, como também suas distâncias e constante dielétrica.

De tal forma que, a partir do momento que o nível do tanque fica zerado, fica somente o ar como substância isolante entre as placas.

Dessa maneira, assim que vai acontecendo o preenchimento do tanque, ocorre a alteração da capacitância, portanto, pode-se dizer que ela está relacionada ao nível do reservatório.

Sensor de Nível com RF Admitância: Dentre os tipos de Sensor de Nível, esta é a opção mais eficaz para atender as necessidades e desafios da medição de nível, como espuma, incrustação, pó em suspensão e interfaces mais complexas.

Geralmente, essa modalidade de Sensor de Nível faz uso da radiofrequência (RF) para o enfrentamento de desafios, assim como para realizar a indicação de ausência ou presença de produto, volume e/ou nível que mantém contato com o elemento sensor do Sensor de Nìvel.

O que você precisa saber sobre o Medidor Analítico

Para a medição de soluções aquosas, bem como para a determinação de reagentes oxirredutores e níveis de neutralidade, é utilizado o Medidor Analítico.

Por esse motivo, o Medidor Analítico é amplamente utilizado em diferentes segmentos industriais, tais como:

  •       Setores distintos da química;
  •       Indústria farmacêutica;
  •       Cosmética, entre tantas outras.

Por ser bastante preciso, o Medidor Analítico, que é desenvolvido com alta tecnologia, além de ser constituído de materiais de qualidade, esse equipamento consegue manter sua estabilidade, consegue resultados mais precisos na sua medição.

Existem diferentes tipos de Medidor Analítico, que podem suportar ampla variação de temperatura, de 0º a 90º.

As principais diferenças de um modelo para outro, são referentes ao tipo de aplicação, suas dimensões, sistemas de referência, entre outros.

Assim, a partir das necessidades de cada laboratório, podem ser encontrados cabos e conectores de diferentes tamanhos.

Em outras palavras, para a medição de substâncias poluídas e viscosas, por exemplo, existe um tipo específico de medição analítica, que deve possuir uma junção anular e resistência que pode chegar a 500 MOhms.

O custo-benefício do Medidor Analítico, assim como seus custos de manutenção e operação, são bastante atrativos, no entanto, deve ser adquirido de uma empresa de confiança, para que assim tenha acesso a resultados assertivos.

Conclusão

Portanto, se você tem percebido no dia a dia do seu empreendimento a necessidade de adquirir equipamentos precisos de medição, como o Sensor de Nível e o Medidor Analítico, isso será possível.

Logo, para que os resultados esperados possam ser obtidos, é fundamental que a compra desses equipamentos seja feita de uma empresa de confiança.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *