Impactos causados pela inadimplência escolar

Os impactos gerados pela falta de pagamento ou atraso são muitos, interferindo não só na área financeira, ao desarmonizar o fluxo de caixa, como também na qualidade de ensino e na relação entre família e coordenação pedagógica.

Além disso, a inadimplência escolar influencia na diminuição de recursos para investir na manutenção da infraestrutura, no atraso dos pagamentos e na continuidade dos estudos infantis, já que alguns pais tendem a optarem por escolas públicas ou mais baratas, solicitando a transferência.

Frente a todos esses problemas administrativos, financeiros, educacionais e interpessoais, como enfrentar a inadimplência escolar e reduzir seus índices? Confira essas dicas práticas e altamente eficazes para aplicar em sua escola e garantir bons resultados:

Ofereça métodos práticos de pagamento

Uma forma bastante eficiente para reduzir a taxa de atrasos financeiros é lançar mão de métodos práticos de pagamento.

Trata-se de uma lógica bastante simples: ao oferecer mais possibilidades de pagamento fica mais fácil para as famílias encontrarem um método que traga benefícios financeiros. 

Por isso, não tenha medo de oferecer diversas formas de pagamento como débito automático, cartão de crédito, dinheiro vivo e boleto bancário, deixando cada responsável escolher a forma que for mais confortável e segura para ele.

Esteja disposto a negociar

Durante um período de crise econômica ou até mesmo problemas pessoais, alguns pais podem ser demitidos e terem comprometido o seu controle financeiro, trazendo problemas não só familiares como também escolares.

Por isso, antes de partir para ações mais extremas como casos judiciais, procure resolver o atraso internamente, conversando com os pais para encontrar a origem do problema e, então, desenvolver uma solução que seja viável e justa para ambas as partes.

Por exemplo, mais vale oferecer uma bolsa de estudo para a criança enquanto os pais estiverem inadimplentes — para que eles quitem a dívida com mais rapidez —, do que perder o aluno e prejudicar a relação família-escola.

Ofereça descontos

Se tornar um devedor também é de grande sofrimento para os responsáveis, afinal, ninguém deseja não ter condições financeiras para pagar a educação de seus filhos.

Uma excelente forma de incentivar a quitação é oferecer descontos justos, como em casos de pagamentos antecipados ou semestrais e para quem tem mais de um filho matriculado.

Promover uma redução na mensalidade não reflete necessariamente no desequilíbrio do fluxo de caixa. É, na verdade, uma medida desenvolvida para evitar casos de inadimplência ao estimular o pagamento no prazo certo e, de quebra, aproximar os pais e a direção.

Invista em planos de pontuação anual

Além dos descontos, você pode — e deve! — investir em recompensas para quem realiza o pagamento corretamente, como os planos de pontuação anual. 

Nesse sentido, os pais podem receber um desconto na próxima mensalidade, livros didáticos, uniformes gratuitos, bicicletas, viagens, entre outros elementos que sejam coerentes com o orçamento da sua escola.

Tanto o dinheiro quanto o reconhecimento pessoal são elementos fundamentais na vida de qualquer pessoa. Logo, unir esse fatores em um só lugar é a melhor estratégia para lidar com a inadimplência

Por isso, não tenha medo de divulgar os seus planos de pontuação e as respectivas recompensas. Assim, você mantém os responsáveis motivados e garante o pagamento em dia.

Adote um sistema de gestão escolar

A tecnologia é algo que está em alta. É difícil conhecer pessoas que ainda não adotaram a internet, as redes sociais e os canais virtuais de comunicação como parte dos seus hábitos diários.

Assim como ela é um elemento importante e funcional no cotidiano pessoal de cada um, também pode ser uma mão na roda no dia a dia escolar. 

Afinal, investir em um sistema de gestão escolar, com um software eficaz e sempre atualizada, otimiza não apenas o tempo do diretor, como traz também um controle efetivo das áreas educacionais, financeiras e administrativas.

Imagine enviar mensagens e e-mails com lembretes de pagamento, os boletos com os valores ajustados e divulgar as datas de vencimento de forma automática e instantânea? Tudo isso é possível com um software de qualidade.

Aprimore o relacionamento com a família

Muitas vezes a inadimplência surge em função de uma não aproximação entre a família e a escola. É como se na perspectiva dos responsáveis pelo aluno passasse o questionamento: “por que devo investir nessa escola se eu não conheço sua equipe, seu trabalho, suas funções e o desempenho?”

Embora essa relação deva vir dos dois lados, a gestão precisa tomar as rédeas e fornecer o máximo de apoio possível aos pais, disponibilizando encontros, reuniões, horários individuais e atividades em que todos possam conhecer a infraestrutura, a equipe profissional e técnica e a qualidade de ensino.

Além disso, voltar a atenção para o tratamento dos responsáveis durante o pagamento é outro fator que faz toda a diferença na redução da inadimplência escolar. Nesse cenário, a frase inicial transforma-se em: “nossa, olha como esse atendimento é bom e cuidadoso, vou prestar mais atenção durante os meus pagamentos para não os decepcionar”.

É evidente que nem todas as famílias pensam desta maneira, mas investir no relacionamento entre a escola e os responsáveis é um passo primordial para colocar o fluxo de caixa em movimento e trazer mais segurança para o seu trabalho.

Por isso, não tenha medo de separar um dia específico do seu mês para tirar as dúvidas dos pais em relação aos tipos de pagamento, enviando e-mails e mensagens com antecedência para que eles se planejem, inserindo todas as informações necessárias.

Assim, é possível se certificar de que as famílias se sintam responsáveis pelo pagamento, ao serem orientadas sobre a data exata com antecedência, o que possibilita a entrada de dinheiro de forma organizada e bem-gerenciada.

Tenha um maior controle de gestão

Um dos grandes desafios — senão o maior — de uma gestão é desenvolver técnicas para lidar com a inadimplência escolar.

No entanto, com a implementação de métodos e de um software eficiente é possível contornar a situação e encontrar soluções para elevar o fluxo de caixa.

É importante ter em mente que é preciso manter-se sempre aberto a negociações, investir na tecnologia, ter uma boa equipe financeira e de cobrança e oferecer bonificações para famílias adimplentes.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe da AIX Sistemas, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre software de gestão escolar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *