Guia de limpeza para escritório

Na correria do dia a dia, nem sempre sobra tempo para dar uma boa faxina no escritório, certo? No entanto, principalmente com a volta ao trabalho presencial pós-pandemia, é fundamental ter um ambiente de trabalho sempre higienizado.

Contratar uma pessoa para limpar regularmente ou uma empresa especializada em higiene e limpeza é uma possibilidade. Mesmo assim, é preciso ficar atento a alguns fatores e itens de escritório que precisam de uma faxina mais cuidadosa. 

Vamos saber mais? Vem com a gente!

1 – Lixeiras separadas

Diariamente, é difícil saber quem deixa o papel jogado nas mesas e no chão. Por isso, as estações de trabalho devem ter lixeiras específicas para papéis, pontas de lápis, sobras de borracha e outros resíduos que sujam o chão.

Restos de alimentos devem ser descartados em lixeiras separadas e, de preferência, localizadas longe do escritório. Uma boa ideia é colocar lixeiras recicláveis para restos orgânicos próximas ao refeitório.

2 – Cuidados com a poeira

Tapetes, carpetes e cortinas podem ser muito bonitos em escritórios, mas acumulam muito pó e ácaros. Uma boa ideia para evitar que a sujeira se espalhe quando for limpar tais itens é usar um aspirador de pó a cada dois dias.

É fundamental evitar o acúmulo de poeira, principalmente para quem tem problemas respiratórios, por exemplo:

  • Asma;
  • Rinite;
  • Sinusite;
  • Entre outros.

Caso as cortinas sejam do tipo persianas, é recomendável limpá-las pelo menos uma vez ao mês com um pano úmido.

3 – Aparelhos eletrônicos

É essencial ficar atento à limpeza de equipamentos eletrônicos, como computadores e impressoras. Um erro muito comum cometido em escritórios é limpá-los com água ou álcool. Cuidado com esses produtos, pois eles podem danificar os aparelhos.

O ideal é que, antes de começar a limpeza, o responsável pela limpeza alinhe com a área de TI e desligue todos os componentes da tomada. Isso feito, basta higienizar todos os aparelhos com os produtos indicados no manual do fabricante.

As telas dos computadores, por exemplo, devem ser limpas com um pano de microfibra e produtos específicos para telas. Outros tipos de produtos de limpeza, como o álcool, podem causar manchas e, até mesmo, queimar as telas dos monitores.

4 – Economize água

Ela está cada vez mais escassa no planeta. Por isso, quando for limpar pisos e escadas, tome muito cuidado ao jogar baldes de água. Caso haja pessoas de mobilidade reduzida trabalhando no escritório ou o piso seja muito escorregadio, dê preferência a uma limpeza a seco.

Outro cuidado nessa faxina é ficar atento a tomadas e fios elétricos. Um fio desencapado em um piso molhado pode ocasionar um acidente muito grave. Por isso, não só desligue os aparelhos, mas também proteja as tomadas e filtros de linha que ficam no chão.

5 – Zele pela saúde de todos

Comece cuidando de quem vai fazer a faxina. Forneça-lhe os equipamentos de proteção individual (EPIs) e fique atento à limpeza em lugares altos. Não permita que a pessoa responsável pela faxina suba em cadeiras e mesas: use sempre a escada.

Os produtos de limpeza também merecem atenção. Compre apenas os recomendados pelo Ministério da Saúde, bem como não permita a mistura de produtos nem a reutilização de embalagens. 

Em caso de colaboradores alérgicos, evite o uso de produtos com cheiro muito forte e sempre abra as janelas após a limpeza.

6 – Produtos adequados

Quando for comprar produtos para a limpeza de seu escritório, fique atento aos rótulos e especificações. Existem produtos para cada tipo de piso e superfície, bem como específicos para a limpeza de carpetes e tapetes. 

Pesquisar antes de comprar vai gerar maior economia e evitar prejuízos. Além disso, evite produtos caseiros. Dê preferência aos de odor mais neutro, que não deem margem a alergias e deixem o ambiente com um cheiro de limpeza. 

Saiba também onde armazená-los, para não comprar os produtos e ter que guardá-los em locais inadequados e/ou inseguros.

7 – Contrate especialistas

No caso de dúvidas sobre produtos de limpeza ou profissionais qualificados, pode ser melhor terceirizar o serviço de limpeza do seu escritório. Muitas vezes, é mais econômico e seguro do que fazer você mesmo o serviço.

Uma boa ideia é pesquisar bem antes de contratar a empresa especializada, além de ter referências. Dessa forma, você vai confiar em um serviço bem-feito e seguro. A periodicidade adequada é a empresa fazer uma limpeza total uma vez por semana.

Texto: Gustavo Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *