Equipamentos necessários para um escritório

Quem tem uma empresa sabe que, além de lidar com as rotinas inerentes a qualquer negócio, como gestão de pessoas, pagamento de impostos e controle do fluxo de caixa, há outro item muito importante: a gestão do local de trabalho.

Afinal de contas, ele é mais do que um mero centro de operações, servindo, também, como um cartão de visitas para investidores, clientes e colaboradores em potencial.

A boa notícia é que não é preciso que os proprietários do estabelecimento cuidem de tudo sozinhos, pois há uma série de serviços que podem ser contratados para tornar a administração do escritório muito mais simples. Confira algumas informações a respeito deles a seguir.

  1. Outsourcing de impressão

Com os avanços da tecnologia, a necessidade de usar papel no mundo dos negócios é cada vez menor. Isso se aplica até mesmo a ramos que tradicionalmente dependem de documentos em formato físico para operar, como a advocacia.

Atualmente, há sistemas eletrônicos para a manipulação de processos. Por conta disso, o custo necessário para comprar uma multifuncional e contratar um profissional para se responsabilizar pela tarefa não se justifica.

Felizmente, é possível contratar um serviço para garantir que as impressões sejam feitas quanto necessário, mas com uma melhor relação custo-benefício: o outsourcing de impressão.

O serviço nada mais é do que a terceirização das tarefas de impressão do estabelecimento, relegando-as a outras empresas.

Da mesma maneira, caso haja uma necessidade temporária de contar com serviços de impressão, há um serviço que pode ser útil: a locação de Impressora SP.

Como o seu próprio nome diz, ele consiste em pagar para contar com o equipamento por um período limitado de tempo, o que, em muitos casos, significa pagar um valor muito inferior ao da compra de uma impressora nova.

  1. Ginástica laboral

Toda e qualquer atividade econômica, por mais inócua que pareça, tem seus riscos. Um deles é o desenvolvimento de uma lesão por esforço repetitivo (LER), que pode causar dores e prejudicar os movimentos das regiões do corpo afetadas.

Como esse mal não tem cura, é fundamental investir em prevenção, inclusive no caso de profissionais que atuam em ambientes de escritório.

Mais uma vez, há um serviço que pode ser contratado para ajudar nisso: a ginastica laboral. Ministrada por um profissional da área da educação física, essa atividade tem como objetivo fortalecer o corpo dos empregados e prevenir lesões por meio de exercícios simples, que podem ser executados no próprio ambiente de trabalho. Entre eles, estão:

  • Alongamentos;

  • Exercícios para melhora a consciência corporal;

  • Movimentos para minimização da fadiga;

  • Fortalecimento dos sistemas muscular e esquelético.

Vale ressaltar que, por mais importante que a ginástica laboral seja, ela não será de grande ajuda caso o ambiente de trabalho não seja ergonômico.

Por conta disso, é fundamental que a mobília usada pelos funcionários seja projetada de modo a favorecer a boa postura.

Felizmente, essa é uma prática já consolidada no meio corporativo, fazendo com que a compra de uma mesa de reunião na Zona Oeste ou em qualquer outro local seja simples.

  1. Treinamentos

De acordo com a legislação trabalhista brasileira, o empregador é responsável por ministrar uma série de treinamentos a seus funcionários, sempre que eles forem necessários.

Para se ter uma ideia, no caso daqueles profissionais que tiverem que lidar com químicos abrasivos no ambiente de trabalho, eles têm de ser instruídos a respeito das boas práticas da atividade, reduzindo o risco de acidentes.

Ao contrário do que muitos pensam, profissionais que trabalham em escritórios também precisam receber alguma formação a respeito da prevenção de doenças ocupacionais.

Nesse caso, é preciso ministrar o treinamento NR 17, ou seja, um treinamento de ergonomia. Assim, toda a sua equipe estará atenta a respeito de questões corporais, de modo que o risco de males como LER e dores nas costas caia consideravelmente.

  1. Assessoria para obtenção do AVCB

Por mais que muitas pessoas vejam incêndios como algo que só acontece com edifícios antigos e mal cuidados, esses acidentes podem ocorrer em qualquer lugar. para isso, basta um evento que sirva de gatilho, como uma descarga elétrica ou o derramamento de um líquido inflamável.

Por conta disso, as autoridades exigem que todo e qualquer espaço comercial tenha um Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). Trata-se de um documento, emitido por essa corporação, que atesta a segurança da edificação no que se refere à prevenção e combate a incêndios.

Para facilitar a sua obtenção, recomenda-se a contratação de uma assessoria especializada. Como ela conhece todas as exigências do órgão, o trâmite será muito mais simples e rápido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *