Dá pra vender qualquer coisa online?

Sim, praticamente tudo. Conheça a história da Persianet, um e-commerce de cortinas e persianas que descobriu uma forma de vender produtos personalizados pela internet.

O e-commerce é um dos mercados mais promissores da época atual e, a cada ano que passa, demonstra seu enorme potencial. 

Isso pode ser observado por meio dos registros do aumento de consumo, que é, inclusive, superior ao das lojas físicas.

Há alguns produtos mais fáceis de vender online e outros mais difíceis. Porém, quase todos são possíveis.

A persiana é um desses produtos mais difíceis de vender pela internet. 

Existem muitas variáveis, muitos detalhes envolvendo esse produto, por exemplo, a cor do tecido, o lado do comando, o tipo de acabamento, etc. 

Muitas pessoas preferem ver o produto pessoalmente, pois têm dúvidas acerca das medidas, bem como sobre a instalação.

A empreendedora Gabriele Klassen conta a sua experiência sobre como criou o e-commerce e o Blog Persianet e fez o negócio prosperar, tornando-o um case de sucesso de venda de produtos sob medida.

Isso pode motivar outros empreendedores, que podem pensar não ser viável vender algum tipo de produto pela internet, a montar sua loja online, quebrando algumas objeções e vencendo os obstáculos.

Um negócio online pode ser muito diferente de um negócio offline, porém, os fundamentos são os mesmos. 

Afinal, o objetivo, no fim das contas, é sempre vender, seja ele um produto físico, um serviço ou um infoproduto. 

Geralmente, o mesmo produto ou serviço que você já vende offline pode ser adaptado para o online.

E a internet é sempre uma boa oportunidade para alcançar pessoas que estão diariamente conectadas e utilizando a rede no seu cotidiano. 

Muitas vezes até procurando justamente pelo produto ou serviço que você está oferecendo. Então, confira, abaixo, um pouco da história da Gabriele e como ela fez para empreender online em um ramo desafiador.

Como surgiu a Persianet

Formada em arquitetura e urbanismo, Gabriele Klassen trabalhava com decoração de interiores e criava muitos projetos de móveis. 

À medida que a família dela foi crescendo, a arquiteta passava mais tempo cuidando dos filhos menores e tinha menos tempo para trabalhar. 

Daí, surgiu a necessidade de complementar a renda familiar.

Como a família do marido de Gabriele já trabalhava com cortinas e persianas, ela e o irmão resolveram abrir um negócio digital nesse mesmo segmento, explorando a ideia de vender esse tipo de produto pela internet.

Saiba quais foram as dificuldades encontradas

Ao pesquisar e conversar com diversos fornecedores, fábricas e profissionais do ramo de cortinas e persianas, muitos alertavam a empresária de que era impossível vender esse tipo de produto pela internet.

Devido a uma série de fatores como as cores, os diferentes tecidos, as medidas e as peculiaridades de cada cortina, esse mesmo público afirmava que esse era um tipo de produto para ser vendido somente em loja física. 

Mas, atualmente, a empresa Persianet quebra paradigmas e prova que é possível vender persianas sob medida, feitas de modo exclusivo para cada cliente e em grandes quantidades.

O segredo para vender produtos exclusivos

Gabriela descobriu, ao longo dos anos, que o segredo para assegurar a confiança de um cliente online, que comprará um produto personalizado sem vê-lo pessoalmente, é manter uma relação de proximidade com ele.

E esse processo é feito por meio do WhatsApp, em que a empresa apresenta vídeos e fotos para especificar os tecidos, as cores, as texturas e sanar todo e qualquer tipo de dúvidas em torno da peça personalizada.

Desse modo, é possível entregar um produto de excelente qualidade, que atenda às expectativas do cliente, bem como transmitir segurança e credibilidade a quem o adquire.

Possibilidade de trabalhar sem estoque

Em razão da customização e exclusividade, tudo é feito sob encomenda, de maneira que a Persianet não tem estoque. O que pode ser um sonho de muitos lojistas.

Porém, não trabalhar com estoque exige um contato maior com o cliente antes da compra, para garantir que ele vai comprar no tamanho, na cor e no modelo certo, evitando devoluções.

No caso de uma devolução, uma empresa sem estoque costuma sair no prejuízo, já que dificilmente venderá o produto novamente.

Dicas para vender um produto personalizado pela internet

  • Estude como vender online;
  • Faça um curso sobre e-commerce;
  • Valide o seu negócio antes de investir;
  • Elabore um planejamento e uma estratégia;
  • Conheça bem o seu público, seu cliente e foque nele; 
  • Venda soluções em vez de produtos.

Com todas essas dicas, você vai evoluir mais rápido, aprendendo com os deslizes já cometidos por outros comerciantes que tenham mais experiência.

Enfim, a história de Gabriele Klassen e da Persianet mostram que, com comprometimento, criatividade, pesquisa e muito engajamento, é possível vender quase qualquer produto pela internet. O que está esperando para empreender?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *