Como incluir a iluminação na decoração do apartamento

Uma preocupação comum entre quem vai morar sozinho pela primeira vez ou em um novo imóvel é como incluir a iluminação na decoração do apartamento.

Afinal, além dos revestimentos e dos móveis, a iluminação tem papel central em criar um estilo estético coeso e um clima bem gostoso para o ambiente que você está decorando, seja ele de qual tamanho for.

Com os apartamentos cada vez menores, a iluminação passou a ganhar uma importância ainda maior, não só para dar um toque final na estética e clima do ambiente, mas também para ajudar a ampliar espaços e a torná-los mais convidativos.

A presença de luz ajuda a dar maior ideia de amplitude, enquanto as sombras podem reduzir um espaço e saber como jogar com isso é importante.

Se você quer saber como incluir a iluminação na decoração do apartamento, siga as nossas dicas abaixo e aprenda como trabalhar com esses detalhes de forma fácil, sem precisar ser um designer de interiores formado!

Como incluir a iluminação na decoração do apartamento em 4 dicas

1. Use os materiais certos

O primeiro ponto a pensar na hora de planejar a sua iluminação é em qual tipo de lâmpadas usar. Nesse caso, a melhor alternativa de longe são as lâmpadas de LED. Afinal, elas são as mais interessantes para se ter em casa.

Em primeiro lugar, as lâmpadas LED são as mais econômicas. Pode parecer pouca coisa, mas a iluminação corresponde a 5% da sua conta de luz. Com LEDs, sua conta ficará mais barata.

Em segundo lugar, as lâmpadas LED não emitem calor. Isso porque elas não desperdiçam energia como as outras.

Portanto, você pode ficar com uma lâmpada dessas perto de você e não ficará desconfortável ou suando.

Em terceiro lugar, elas podem vir em várias cores e com várias tecnologias, o que permite que todos os tipos de projetos possam ser executados com facilidade.

2. Invista em tecnologia

Você já ouviu falar nas smart lâmpadas? Elas são produtos novos que consistem em lâmpadas que podem mudar de cor, trocar de intensidade e vários outros pequenos “truques”. Isso porque ela tem um mini computador que controla o LED interno.

As lâmpadas inteligentes são opções incríveis para a sua decoração pois permitem que você possa mudar um ambiente com um toque no seu smartphone.

Por exemplo, suponha que a sua sala tenha dois modos: o confortável padrão e o modo cinema, com as luzes mais baixas, antigamente, você precisaria de dois sistemas de iluminação: um mais intenso e outro menos.

Hoje em dia, basta usar lâmpadas inteligentes e programá-las para os dois modos, escolhendo qual você quer na hora com o celular.

3. Escolha as cores certas

Normalmente, nós usamos apenas dois tipos de cores nas lâmpadas: brancas e amareladas.

As brancas iluminam melhor e dão mais ideia de limpeza, portanto devem ser usadas no banheiro e na cozinha.

Já as amarelas dão ideia de conforto e aconchego, sendo melhor utilizadas na sala e no quarto.

4. Monte ambientes em um mesmo cômodo

Quando for montar um planejamento de decoração com iluminação, lembre-se de que é importante usar bem o pouco espaço dos apartamentos atuais.

Por exemplo, hoje em dia é comum o uso da cozinha americana: um espaço só para a sala de estar, de jantar e a cozinha, com uma separação no balcão. Isso é muito usado pois ocupa menos espaço.

Com a iluminação certa, é possível ressaltar mais a diferenciação entre esses espaços, sem perder a amplitude ganha ao juntar tudo em um lugar só.

E aí, aprendeu como incluir a iluminação na decoração do apartamento? Com essas dicas, fica muito mais fácil trabalhar a decoração do seu imóvel e conseguir aquele efeito estético que você sempre quis.

Isso sem falar no baixo custo com a conta de luz, mesmo que o investimento inicial nas smart lâmpadas seja um pouco maior do que o padrão do mercado.

Gostou das nossas dicas? Qual delas faz mais sentido para você?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *